SENADOR DOS EUA PEDE AO FBI PARA INVESTIGAR O FACEAPP!

     O FaceApp, que promove envelhecimento digital e virou febre nas redes sociais, continua rendendo polêmicas. O senador democrata Chuck Schumer, dos Estados Unidos, pediu ao FBI e ao FTC (órgão de defesa do consumidor) que investiguem o app. 

     Ele escreveu uma carta, requisitando a investigação para descobrir o que está sendo feito com os dados pessoais dos internautas que usaram o aplicativo, desenvolvido por uma empresa russa.

    Para Schummer, o aplicativo representa riscos à segurança nacional e à privacidade dos usuários. Ele alerta ainda sobre a possibilidade de outros governos estarem coletando informações dos milhões de americanos já cadastrados no app.

     O senador usou o Twitter para divulgar o pedido de investigação às autoridades e aproveitou para fazer um alerta aos usuários.

   
BIG: Share if you used :

The @FBI & @FTC must look into the national security & privacy risks now

Because millions of Americans have used it

It’s owned by a Russia-based company

And users are required to provide full, irrevocable access to their personal photos & data








SÃO PAULO TERÁ FESTIVAL DE MORANGOS NESTE FIM DE SEMANA!

     Gosta de morangos? Então, você vai amar o festival que acontece no próximo fim de semana, dias 21 e 22 de julho, no Parque da Água Branca, em São Paulo. Por lá, as mais variadas opções de sobremesas com a fruta.

     Além dos doces tradicionais, haverá merengues de diversos sabores (incluindo chocolate), fondues, fruta no palito, tortas, churros, crepes e sorvetes, todos à base de morangos. Caixas com as frutas, vindas direto do produtor, também podem ser compradas.

     O evento terá ainda uma praça de alimentação, com comida baiana, mineira e oriental e bazar de produtos artesanais.     

      Um programa de dar água na boca!


SERVIÇO
Entrada gratuita, das 9h às 19h, 20 e 21 de julho
Av. Francisco Matarazzo, 455, Barra Funda - SP





ESTRELA-GUIA: CINCO ROTEIROS STARLIGHT PARA OLHAR O CÉU!

     Há pessoas que rodam o mundo para olhar o céu. Elas são atraídas por fenômenos, como eclipses, aurora boreal ou simplesmente pela magia do universo, que descortina estrelas cintilantes e constelações muito mais visíveis sem a interferência da iluminação urbana.

     Seja no meio do deserto ou em observatórios instalados em locais estratégicos e de muita beleza natural, os chamados destinos Starlight atraem gente do mundo inteiro. Com a ajuda da plataforma Booking.com, escolhi cinco destes lugares muito especiais do planeta para uma viagem existencial. 

WADI RUM, JORDÂNIA
 
       Dificilmente, você vai esquecer uma noite nesse deserto, no coração da Jordânia, também conhecido como Vale da Lua. Com dunas alaranjadas, cuja tonalidade se acentua durante o dia pelo sol intenso, à noite o espetáculo é único, com um céu forrado de estrelas. Nas noites de lua cheia, as areias ficam branquinhas. Os visitantes costumam pernoitar em acampamentos com tendas em estilo beduíno, que oferecem refeição típica e até colchões com edredons para que você durma olhando para o céu. Eu dormi uma noite lá e foi uma experiência mágica!

SUTHERLAND, ÁFRICA DO SUL 
                                                                                                            FOTOS DIVULGAÇÃO
  Abriga o maior telescópio óptico, o SALT (Grande Telescópio Sul-Africano, que fica no Observatório Astrônomico na Estação de Shutherland. Dali, você pode ver estrelas e galáxias um bilhão de vezes maiores do que se fossem vistas a olho nu. Há também passeios noturnos para curtir melhor o cosmos. Uma dica de hospedagem é a pousada Skitterland Guesthouse, que tem boa localização e oferece cobertores elétricos para aquecer o corpo.

 ÀGER, ESPANHA

       Montesec tem o céu mais claro da Catalunha e foi declarado um destino Starlight pela UNESCO. Ali, as vilas substituíram a iluminação pública convencional por lâmpadas de sódio e LED com a cor âmbar para controlar a claridade. O Parque Astronômico Montesec fica a curta distância de carro de Àger e ali pertinho tem uma casa de temporada, La Caseta del Montsec, perfeita para olhar o céu. É uma propriedade independente, fica nas montanhas com vistas espetaculares também durante o dia.

FORT DAVIS, EUA
      Com formações rochosas e uma altitude de 1,5 mil m acima do nível do mar, é o endereço das estrelas no Texas. No topo de Mount Locke está o McDonald Observatory, um dos principais centros de pesquisas da Universidade do Texas, em Austin. Ali acontecem sempre as star parties, festas para que as pessoas aproveitem a beleza do céu noturno e observem as constelações por meio de vários telescópios. A região também é boa para trilhas e point para os turistas que visitam o sítio histórico Fort Davis National Heritage e o Chihuahuan Desert Research Centre.

 COONABARABRAN, AUSTRÁLIA 
      Conhecida como a capital da astronomia, Coonabarabran abriga o Siding Spring, primeiro observatório óptico e infravermelho do país, localizado a curta distância das Montanhas Warrumbungle. Há diversos telescópios, incluindo o famoso anglo-australiano de 3,9 metros. Uma vez por ano promove o StarFest, um festival com palestras e eventos ao ar livre durante um final semana prolongado de outubro. 

O rústico hostel Narakan, em Cabo Polonio  
CABO POLONIO, URUGUAI
   O simpático vilarejo de pescadores tem o céu mais escuro e as estrelas mais brilhantes do litoral uruguaio. Embora hoje abrigue lojas, hostels e restaurantes, a vila não usa a rede elétrica convencional. As residências mais sofisticadas adotaram a energia solar, mas muitas casas são ainda iluminadas pela luz de velas produzidas nas lojas locais. Para se hospedar, a dica é o hostel Narakan, na praia, com recepção 24 horas, chuveiro de água quente e restaurante.  






















CUIDADO COM O FACEAPP: ELE PODE ROUBAR OS SEUS DADOS!

       Brincar na internet com suas fotos pode trazer problemas. Em pouco mais de uma semana, viralizou nas redes o aplicativo FaceApp, que envelhece ou rejuvenesce as pessoas, mantendo impressionante similaridade de traços.
   
      O aplicativo usa inteligência artificial para analisar a foto e dar os efeitos desejados pelo usuário. Até aí seria mais uma das muitas diversões nas redes, especialmente no Brasil em que os políticos se transformaram em divertidas memes nos últimos dias.

       Para completar, celebridades nacionais e internacionais aderiram à onda, publicando suas fotos nas mídias sociais. E assim o aplicativo foi o mais baixado no Google Play e na App Store, da Apple.  

    Mas, você deve prestar atenção a dois detalhes: os servidores ficam na Rússia, portanto fora da União Europeia onde as leis sobre proteção de dados são mais rígidas em relação aos outros países, alertam especialistas. Ele foi desenvolvido pela empresa russa Wireless Lab, da qual há poucas informações.  

   O segundo ponto é sobre a política de privacidade a qual informa vagamente que seus dados podem ser cedidos a terceiros (as empresas parceiras do grupo) e que ninguém sabe exatamente quem são e o que farão com eles.

     Além das fotos, a aplicativo pode recolher diversos dados do seu computador, como atividade na web, informações do aparelho e seu IP.     

    Em tempos de tanta insegurança digital, melhor esperar o tempo passar naturalmente, não acham?

    

   








NOVA COLEÇÃO DA ADIDAS SE INSPIRA NA MULHER MAIS RÁPIDA DO MUNDO!


    Os loucos por tênis vão amar a novidade: a Adidas lança a coleção SolarHu Greyscale, com novas cores em branco, creme, cinza e preto.

     A campanha é estrelada por Tori Bowie, superstar americana das pistas de atletismo e embaixadora da Adidas Running.

     Bowie superou obstáculos para ganhar medalha olímpica três vezes. E sua história inspira toda uma geração de corredores. Foi campeã mundial dos 100m, em 2017, tornando-se a mulher mais rápida do mundo.

 
       Os novos modelos estarão à venda a partir de 20 de julho, no e-commerce da Adidas por R$ 699,99.








O QUE PENSAM OS AMERICANOS DE GLEEN GREENWARLD?

         Vivemos muitas situações inéditas nos últimos anos. E agora presenciamos uma guerra cibernética, que tenta atingir o âmago da Lava-Jato, apoiada em massa pelos brasileiros.

      Os ataques partem de um ex-advogado americano, Gleen Greenwald, dono do site The Intercept, que cria encrencas mundiais, abrigando-se sob a capa do jornalismo.

      Gleen, que aqui virou "Verdevaldo" na linguagem debochada dos internautas, está há um mês publicando mensagens editadas e hackeadas das conversas do aplicativo Telegram, usado pelos procuradores da Lava-Jato e pelo juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça e da Segurança Pública.

      Embora a força-tarefa tenha prendido empresários dos mais diversos setores e políticos de vários partidos, o alvo de Gleen é um só: tirar Sergio Moro do governo e Lula (condenado em três instâncias) da cadeia. O resto é perfumaria.

     Com uma boa conta bancária e apoio maciço dos partidos de esquerda, Gleen achou que não seria complicado praticar crimes em nome do jornalismo. É o seu modus operandi e que lhe trouxe sérios problemas em seu país de origem. 

      Ele fez isso em 2013, nos Estados Unidos, quando publicou informações da Agência Nacional de Segurança (NSA), vazadas pelo amigo Edward Snowden, caso que ganhou repercussão internacional.      

      À época, o deputado americano Peter King defendeu que "ele deveria ser preso antes de publicar mais segredos dos EUA", segundo o jornal The Washington Post. Gleen respondeu que King queria processá-lo "por crime de fazer jornalismo" - o mesmo argumento equivocado que usa no Brasil.

    Foi rebatido com veemência. Nos EUA, é crime publicar informações classificadas, revelando criptografria governamental ou inteligência de comunicações. A lei é muito clara:

    “Quem conscientemente e intencionalmente comunica, fornece, transmite ou disponibiliza de qualquer outra forma a uma pessoa não autorizada, ou publica, ou usa de qualquer maneira prejudicial à segurança ou interesse dos Estados Unidos ou para o benefício de qualquer governo será multado sob este título ou preso não mais que dez anos, ou ambos."

     Um artigo da revista New Yorker, publicado em agosto de 2018, define Gleen como "um crítico de esquerda, de longa data, de políticos centristas, liberais e especialistas. Durante os últimos dois anos, ele se exilou da esquerda norte-americana". 

"Debater com ele (Gleen) era como olhar o diabo nos olhos" (Michael Hayden, ex-diretor da CIA)

    Diz ainda a revista que Greenwald não é conhecido por sua gentileza aos críticos. Michael Hayden, ex-diretor da CIA e da NSA, escreveu que debater com ele "era como olhar o diabo nos olhos".

     E prossegue: "Alguns líderes progressistas americanos chamam Greenwald de valentão e troll . Um deles afirmou que ele faz tudo em guerra", afirma a New Yorker

     Não levado nada a sério em seu país de origem, ele veio para o Brasil, onde mora há 15 anos. É casado com David Miranda (que virou deputado da noite para o dia como suplente de Jean Willys), adotou dois filhos e ganhou cidadania no governo Dilma. Aos americanos, diz que ama o Brasil. Só que resolveu atacá-lo! 

     A resposta ainda não veio das autoridades, que investigam os crimes dos hackers, mas dos próprios brasileiros, que apoiam tudo o que Moro fez pelo Brasil nos últimos cinco anos e pelo que tem feito para combater o crime organizado em apenas seis meses como ministro.

    Na sexta-feira, dia 13, Gleen foi alvo de protesto na Flip, a feira literária de Paraty, onde foi fazer uma palestra sobre a cobertura da imprensa na Lava-Jato. Sim, ele é ousado!


       Com bandeiras verdes-amarelas, cantando o Hino Nacional e a música Pavão Misterioso (sim, Gleen, também foi hackeado por aqui pelo perfil do Twitter que tem o nome da música, expondo todo o plano contra a força-tarefa), fizeram um barulho ensurdecedor durante a palestra, que não conseguia ser nem iniciada. Ao final, ele saiu rapidamente de barco.   

     À imprensa diz que sua vida mudou completamente. "O que eu mais gostava era andar sozinho nas ruas do Rio. Agora, não posso mais". Contou ainda que a bela casa onde mora tem 30 câmaras de segurança e só anda em carro blindado e segurança particular 24 horas.

     Para completar, até agora todas as mensagens vazadas e que seriam um "escândalo", na visão do Intercept, não apontam nenhuma irregularidade entre as conversas do então juiz Sergio Moro com os integrantes da força-tarefa. E ele se recusa a entregar as mensagens para serem periciadas.        
           
      Mesmo com apoio de alguns veículos da grande mídia, hoje tão em baixa quanto Gleen diante da opinião pública, os jornalistas sérios deste país sabem que espionagem e hackear telefones de autoridades da República são crimes - jamais jornalismo!    
      Ele não poderá se abrigar sob a lei de imprensa por muito tempo, uma vez que pode proteger a fonte, mas as provas devem ser lícitas e verificadas. 

        Como vai terminar essa novela? O que os brasileiros que apoiam Moro (e são milhares) é que Verdevaldo vaze a jato do país! 
     

UM HOTEL PLAZA ATHENÉE PARA CHAMAR DE SEU!



       O icônico hotel Plaza Athenée, em Paris, ganhou uma versão pra lá de inusitada: em Lego. Isso mesmo. Aqueles pequenos tijolos coloridos, que chamam a atenção na Avenue Montaigne, foram montados com uma precisão absurda!

     A recriação fiel da elegante fachada do hotel e seu perímetro foi obra do Epicure Studio, que usou 30 mil peças de Lego em 80 horas de serviço. Mas, valeu a pena.

                                                                                     FOTOS DIVULGAÇÃO
     Foram reconstruídas as arcadas, varandas, telhados, persianas e gerânios vermelhos, além de o restaurante Le Relais Plaza e o Cour Jardin.

     Se estiver em Paris, poderá conhecer o projeto no próprio hotel. Já os colecionadores ou os mais endinheirados podem encomendar seu próprio Plaza Athenée.

     Com 58 cm de altura, 1,10 m de comprimento e 50 cm de largura, o projeto pode ser encomendado. Custa 25 mil euros, incluindo a montagem e a entrega diretamente no hotel ou na casa do hóspede em até dois meses. Luxo!