EUA TÊM NOVAS REGRAS PARA ENTRADA NO PAÍS DEVIDO À NOVA VARIANTE!

 

    Mudaram as regras para a entrada nos Estados Unidos: os estrangeiros vindos de qualquer parte do mundo e cidadãos americanos agora precisarão mostrar teste negativo de covid-19 feito dentro de 24 horas do voo ao país.

   A medida, que entrará em vigor no início da próxima semana, não faz exceções para o status de vacinação do passageiro. Ou seja: todos deverão apresentar o teste. 

  A nova tentativa de coibir a disseminação da variante Omicron foi anunciada pelo presidente Joe Biden nesta quinta-feira (2). 

  Ele não detalhou, no entanto, se os viajantes terão que fazer um teste de PCR, que não tem resultado imediato, ou se os testes rápidos serão aceitos.

  O presidente disse que os americanos deveriam estar preparados para um aumento nos casos de covid durante o inverno, ressaltando que isso deveria ser um motivo de preocupação, e não de pânico.

  Ele também defendeu mais testes e vacinas para combater o coronavírus e a variante Omicron, detectada na Califórnia, Nova York e em Minnesota.

  Disse ainda que apoia "veementemente" a vacinação de crianças menores de cinco anos.

  O uso de máscaras no país também será exigido em todos os transportes públicos e aeroportos até 18 de março de 2022. Para Biden, as máscaras também devem ser usadas em casa.

  O presidente afirmou que o plano de inverno "não inclui fechamentos ou bloqueios", mas a Casa Branca deixa a porta aberta para mais restrições.

  A informação da propagação da variante nos EUA vem na sequência de um feriado na Noruega, que teria originado o maior surto de Omicron até o momento, com cerca de 50 participantes vacinados com teste positivo.  

 








ALTO LUXO NO ÁRTICO: BMW FAZ TESTES FINAIS EM SEU PRIMEIRO SEDÃ ELÉTRICO!

   O que mais chama a atenção nesta imagem: o carro, o cenário ou todo o conjunto da obra?

   Este é o primeiro sedã elétrico de luxo, o BMW i7, que está completando a fase de testes dinâmicos.

  O cenário escolhido foi o círculo polar ártico em Arjeplog, na Suécia, onde a BMW mantém o seu centro de testes de inverno.

  Equipado com a quinta geração de propulsão elétrica da marca eDrive, o carro integra o processo de transformação para veículos elétricos da marca.

FOTOS DIVULGAÇÃO/BMW
   A neve forte e os pisos recobertos de gelo são ideais para o acerto de sistemas eletrônicos de controle, tração integral, suspensão e direção, além de testar a resistência do motor e da bateria em temperaturas abaixo de zero.    

   A apresentação do novo sedã ao público será em 2022. 





JUIZ DERRUBA VACINA OBRIGATÓRIA EM TRÊS ESTADOS DOS EUA!

    Um juiz dos Estados Unidos derrubou a obrigatoriedade de vacinas para funcionários federais em três estados.

   Ele acatou nesta terça-feira liminar dos procuradores-gerais de Kentucky, Ohio e Tennessee. E argumentou que provavelmente Biden não tem autoridade para forçá-los a se vacinar", publica o The Epoch Times

  "Não se trata de saber se as vacinas são eficazes. Elas são. Nem se trata de saber se o governo, em algum nível e em algumas circunstâncias, pode exigir que os cidadãos sejam vacinados", argumentou o juiz distrital Gregory Van Tatenhove.

 E acrescentou:

“O presidente pode usar autoridade delegada pelo Congresso para gerenciar as compras federais de bens e serviços para impor vacinas aos funcionários de contratados e subcontratados federais? Muito provavelmente, a resposta a essa pergunta é não ”, disse ele.

  Os estados acusaram o mandato da vacina ser ilegal e inconstitucional.

  Para o procurador-geral de Ohio, Dave Yost, "não se tratam de vacinas, mas de mandatos, que não podem ser impostos ao povo. A opinião do juiz afirma claramente isso".

  Com essa liminar, o mandato está bloqueado por enquanto nos três estados, com possibilidade de bloqueio permanente ou eventual permissão para entrada em vigor.






HOTÉIS SUSTENTÁVEIS GANHAM SELO PRÓPRIO E SÃO TENDÊNCIA ENTRE VIAJANTES!

 

    Sustentabilidade é tendência mundial e, claro, que o conceito também inclui as viagens. Uma pesquisa do Booking.com mostra que 78% dos brasileiros querem viajar de forma sustentável.

  Outros 64% admitem ficar muito irritados quando se deparam com comportamentos não sustentáveis durante suas viagens, como um hotel sem coleta de lixo reciclável, por exemplo.

  Por isso, a plataforma criou o selo Viagem Sustentável, que mostra aos viajantes as hospedagens certificadas pelo programa que leva o mesmo nome.

  Para encontrá-las, basta seguir o ícone de uma folha verde em suas respectivas páginas ou usar o filtro "sustentabilidade".

  Aqui, a gente mostra algumas propriedades selecionadas pela plataforma de viagens ao redor do mundo, que já implementaram práticas sustentáveis de impacto.

JERICOACOARA, CEARÁ

    O Sable Jeri,  que tem piscina ao ar livre e fica a cinco minutos a pé do centro do vilarejo, não utiliza embalagens e produtos plásticos descartáveis, além de reciclar o lixo. Os pontos famosos por perto incluem a Duna do Pôr do Sol, a Praia da Malhada e a Pedra Furada.


RIO DE JANEIRO

    Além de oferecer uma bela vista do Pão de Açúcar e da Baía da Guanabara, o Gerthrudes Bed & Breakfast, no charmoso bairro de Santa Tereza e a 700 metros dos Arcos da Lapa, investe parte de sua receita em projetos comunitários ou de sustentabilidade.


CUSCO, PERU

 

    Na cidade histórica de Cusco, ponto de partida para as ruínas de Machu Picchu, o Monasterio é um hotel cinco estrelas do gripo Belmond construído em um mosteiro de 1592. Além de manter o estilo, o hotel tem um pátio com vegetação abundante e investe uma porcentagem de sua receita em projetos de sustentabilidade comunitária.  


RUKA, FINLÂNDIA

   Que tal passar a noite em um iglu como o Magical Pond, que usa eletricidade 100% renovável. Também não trabalha com plástico descartável e tem uma estação de recarga para veículos elétricos. Além de maravilhosa, a natureza ali é preservada.


 ALZEJUR, PORTUGAL

   Quando privacidade e sustentabilidade se conjugam, o turista tem o melhor dos mundos, como na Quinta Alma - Ecological Retreat Farm, joia rara nas montanhas de Monchique, na costa de Algarve voltada para o Atlântico. Os hóspedes podem desfrutar de experiências represantativas da cultura da região. 


FEZ, MARROCOS


  Na cidade histórica marroquina, o 
Riad Ibn Battouta & Spa oferece o tradicional hamman (banho turco) e uma sala de massagens para seus hóspedes (foto). Todo o hotel usa energia elétrica 100% renovável.


DUBAI, EMIRADOS ÁRABES UNIDOS

   O Jumeirah Dar Al Masyaf, com praia privativa, parque aquático e campo de golfe, investe cada vez mais na sustentabilidade, incluindo programas para reduzir o desperdício de alimentos. Também investe parte de sua receita em projetos comunitários.

   




DIVÓRCIOS CONTINUAM EM ALTA NO BRASIL. SÃO PAULO LIDERA O RANKING!

    Os divórcios, um dos maiores efeitos colaterais da pandemia, permanecem em curva ascendente no país.

    O segundo semestre de 2020 contabilizou o maior número de divórcios registrados em cartórios no país. 

   Essa tendência se manteve em 2021: foram quase 30 mil separações somente nos cinco primeiros meses, um crescimento de 26,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

  O aumento ocorreu em 22 estados do país e no Distrito Federal. São Paulo ocupa o primeiro lugar do ranking, seguido do Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

  As informações são da iDivorciei, que se define como hub de serviços e conteúdo para divorciados, oferecendo orientações de especialistas em saúde emocional, assessoria financeira e jurídica, além de carreira e moradia, entre outros. 

  Se você está atravessando uma crise conjugal, pode acompanhar melhor o trabalho da empresa em suas redes sociais, como @idivorciei (Instagram) e em seu canal do YouTube.







CEO DO TWITTER E COFUNDADOR DA PLATAFORMA DEIXA O CARGO!

    Jack Dorsey, CEO e cofundador do Twitter, está deixando o cargo de presidente-executivo da plataforma de mídia social.   

  Ele será substituído imediatamente pelo diretor de tecnologia, Parag Agrawal, que está no Twitter há mais de dez anos e assumiu a direção de tecnologia em 2017.

  "Eu amo o Twitter", postou Dorsey no domingo (28), véspera do anúncio. Ninguém entendeu muito bem o post, mas hoje recebeu milhares de curtidas. 

  Segundo afirmou em comunicado divulgado pela empresa nesta segunda-feira (29), "decidi deixar o Twitter porque acredito que a empresa está pronta para superar seus fundadores."

   Mas, a agência Reuters disse que o conselho do Twitter estava organizando a saída de dele desde 2020.

  "Esta foi a minha decisão e foi difícil para mim", acrescentou.

  Ele teceu elogios ao sucessor: "Seu trabalho nos últimos dez anos foi transformador. Estou profundamente grato por sua habilidade, coração e alma. É sua hora de liderar."  

   Dorsey, que também é o CEO da empresa de pagamentos Square, permanecerá membro do conselho de diretores do Twitter até 2022, quando seu mandato expira. As ações da empresa fecharam a segunda-feira com queda de 3%.

  Depois de ajudar a fundar o Twitter em 2006 com Noah Glass, Biz Stone e Evan Williams, Dorsey foi CEO da empresa até 2008, quando foi afastado do cargo. Voltou ao comando da empresa em 2015, depois que o ex-CEO Dick Costolo deixou o cargo.

  Nos últimos dois anos, Dorsey enfrentou uma chuva de críticas por defensores da liberdade de expressão, principalmente depois da decisão da plataforma de banir o então presidente Donald Trump da plataforma, em janeiro de 2021.

   À frente de uma das plataformas mais acessadas do mundo, Dorsey ficou bilionário. Seu patrimônio hoje é de US$ 11,9 bilhões e ele ocupa a 53º posição entre as pessoas mais ricas do mundo.

  Nos últimos tempos, Jack Dorsey também se envolveu com o mercado das criptomoedas. 



RECUPERADOS DE COVID TÊM ALTA PROTEÇÃO NATURAL E BAIXO RISCO DE REINFECÇÃO!

    Pessoas que já contraíram e se recuperaram da covid-19, correm pouco risco de ter a doença novamente.

   Esta é a conclusão de um estudo, publicado esta semana no New England Journal of Medicine por pesquisadores do Qatar, país do Golfo Pérsico.

  Eles examinaram dados de mais de 353 mil pessoas que tiveram infecções confirmadas entre 28 de fevereiro de 2020 e 28 de abril de 2021.

  Só foram registradas como reinfecções pacientes que testaram positivo pelo menos 90 dias após a sua primeira infecção.  

  Depois de excluir cerca de 87,5 mil pessoas vacinadas, os pesquisadores descobriram que aquelas com imunidade natural tinham baixo de risco de reinfecção e de casos graves da doença.

   Do total de casos investigados, apenas 1.304 reinfecções foram identificadas. Ou seja: 0,4% de cidadãos com imunidade natural e sem registro de vacinação pegaram covid pela segunda vez. 

   E o mais importante: a probabilidade de doença grave foi de 0,1% em relação à primeira infecção. Apenas quatro desses casos foram detectados pelo estudo.

 Não houve nenhum registro de morte entre os infectados pela segunda vez.

  O estudo contribui para o crescente número de pesquisas indicando que os recuperados da covid desfrutam de altos níveis de imunidade contra reinfecção e proteção ainda maior contra doenças graves e mortes, avaliou Monica Gandhi, médica em doenças infecciosas da Universidade da Califórnia, em San Francisco.