ELON MUSK TEM ENCONTRO COM BOLSONARO EM SÃO PAULO NESTA SEXTA-FEIRA!

   O bilionário Elon Musk estará em São Paulo nesta sexta-feira (20) e deverá se reunir com o presidente Jair Bolsonaro em um hotel cinco estrelas.

   A informação foi dada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo, na noite desta quinta-feira (19).

  Mais cedo, em sua live semanal, Bolsonaro disse que teria um encontro muito importante nesta sexta-feira, mas não revelou com quem.

  "Tenho um encontro amanhã com uma pessoa muito importante, que é reconhecida no mundo todo e que vem oferecer ajuda a nossa Amazônia", disse o presidente.

  Musk, que é dono da Tesla e SpaceX - hoje o homem mais rico do mundo - vem ao Brasil a convite de Fabio Faria, ministro das Comunicações. Eles se encontraram nos Estados Unidos, em novembro de 2021, onde discutiram projetos futuros.

  O bilionário vai se reunir com Bolsonaro e alguns ministros do governo no Hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz, interior de São Paulo, onde participarão de um almoço.

   Musk, que acaba de comprar o Twitter por US$ 44 bilhões para defender a liberdade de expressão, já demonstrou interesse em conectar as escolas rurais da região e comunidades indígenas com banda larga e também ajudar no monitoramento da Amazônia. 

  A conexão de locais remotos na região seria feita por sinal de satélite desenvolvidos pelo programa Starlink, da SpaceX. Esses satélites são de baixo custo e oferecem internet de alta velocidade.


  


FRIO DE OUTONO: CAI TEMPERATURA EM TODAS AS REGIÕES DO BRASIL!

   O Brasil vive um outono atípico: a madrugada desta quinta (19) foi a mais fria em praticamente todas as regiões do país, incluindo o Norte e o Nordeste. Fez frio em algumas áreas de Rondônia, do Pará e até da Bahia. 

  A queda brusca na temperatura, que mudou a rotina de muita gente, se deve a uma enorme e intensa de massa de ar polar.  Segundo o portal MetSul, em Brasília, Goiânia e Belo Horizonte o frio foi mais intenso do que em Porto Alegre.   

  Em São Paulo, as madrugadas de quarta (18) e quinta (19) foram também as mais geladas registradas no mês de maio desde 1990.

  Na capital paulista, a mínima registrada, no Mirante de Santana, chegou a 6,6ºC na quarta-feira. E os fortes ventos dos dois últimos dias provocaram uma sensação térmica de zero grau.

  Além do frio intenso, a cidade enfrenta uma de suas mais graves crises sociais pós pandemia. Aumentou em 31% o número de pessoas morando nas ruas, praças e sob viadutos da metrópole.

  Dados da Prefeitura revelam que no início de 2022 mais de 32 mil pessoas estavam nas ruas.

  Segundo a meteorologia, o frio vai continuar nos próximos dias e deve se intensificar no final do mês. 


EXÔDO: POR QUE OS BRASILEIROS ESTÃO DEIXANDO SEUS EMPREGOS?

   Que o mundo virou do avesso, a gente já sabe. E o Brasil vive um processo curioso: milhares de pessoas estão pedindo voluntariamente demissão de seus empregos.

  Mesmo com uma inflação acima dos dois dígitos - a maior dos últimos 26 anos - e cerca de 12 milhões de desempregados, muitos decidiram jogar tudo para o alto, abrindo mão de benefícios, como FGTS, plano de saúde e férias remuneradas.

  Em 2021, o número de pedidos voluntários superou os de demissões sem justa causa (quando a empresa decide dispensar o funcionário).

 E os três primeiros meses de 2022 bateram recordes sucessivos de pessoas saindo de seus empregos. Hoje, são em média 500 mil pedidos de demissão por mês, o maior número dos últimos oito anos.

 QUE ONDA É ESTA?

 Nos Estados Unidos, o fenômeno foi batizado de "a grande renúncia" pelo psicólogo Anthony Klotz para descrever as demissões voluntárias desde o início da pandemia de covid-19, quando 4,5 milhões de americanos deixaram seus empregos.

  As pessoas perceberam que têm outras opções. Além disso, estão desmotivadas e esgotadas, segundo um estudo feito pela empresa McKinsey para entender o fenômeno.

  Para alguns especialistas, tanto no Brasil quanto no mundo, como muitos perderam seus empregos durante a pandemia, acabaram aceitando atividades inferiores às suas qualificações e salários.

  Com a vida voltando ao normal, essas pessoas passaram a procurar ocupações mais condizentes com sua situação anterior.

  O trabalho remoto também melhorou a qualidade de vida com a flexibilização dos horários e otimização do tempo, antes perdido no trânsito.  


QUEM SÃO OS PROFISSIONAIS?

  No Brasil, os que mais pediram as contas em 2021 foram os operadores de telemarketing ativo e receptivo, auxiliares de logística e atendentes de lanchonete, mostra uma análise feita pela revista Você S/A

  Em 2021, a maioria dos pedidos de demissão foram feitos por homens e por pessoas com até 30 anos.






CHEF ASSA PIZZA NA ROCHA DE VULCÃO E SEU 'RESTAURANTE' VIRA UM SUCESSO!

    O gás está caro? Este não é um problema para o chef David Garcia, que está assando pizza no calor da lava do topo do vulcão Pacaya, na Guatemala. Detalhe: ele está ativo!

  A ideia do chef da Pizza Pacaya está atraindo turistas do mundo inteiro para um jantar totalmente inusitado.

  Ele conta que a experiência começou por acaso e hoje diz ser o único no mundo a cozinhar dessa forma.


  "Um dia preparei uma pizza, levei para as rochas vulcânicas e em 14 minutos estava pronta", disse à imprensa americana.

  Além da rapidez no preparo, ele também descobriu um toque exótico. "As altas temperaturas da lava próxima deram um sabor exclusivo e uma crocância incrível". 

  Para vivenciar essa experiência, os clientes devem fazer um passeio por uma densa floresta no sul da Guatemala.

Fotos Facebook
  Quando chegam ao sopé do vulcão, podem continuar o caminho a pé ou a cavalo para encontrar o chef. Geralmente, a pizza fica pronta em 10 minutos.

  Para saboreá-la os visitantes sentam-se em cobertores espalhados sobre a rocha negra vulcânica. E podem escolher entre as opções de calabresa e salame. A de presunto é a preferida do chef.

  Em relação à segurança, um guia local disse que, embora ativo, o vulcão Pacaya pode ser atravessado sem problemas, disse um guia local à emissora CBS.

  Ficou com água na boca? Uma pizzaa pequena custa cerca de US$ 35, enquanto uma maior, US$ 55. 

  As reservas devem ser feitas com antecedência, pelo Instagram ou Facebook, pois o cliente só pode chegar até o vulcão com um guia local.









BRASIL É O QUE MAIS GASTA NO MUNDO COM ELEIÇÕES E PARTIDOS!

    O Brasil é o país que tem o maior gasto anual de dinheiro público com campanhas eleitorais e partidos políticos. Quanto eles custam? Mais de US$ 789 milhões (cerca de R$ 4 bilhões) por ano.

    Só para se ter uma ideia, esse gasto é mais que 2,5 vezes o valor do México, segundo colocado no ranking, com US$ 307 milhões por ano.




   Os números são de estudo recente divulgado pela plataforma CupomValido.com.br, com dados do IMP, World Bank e TSE. 

   O Brasil também é o segundo país com mais partidos políticos: são 32. O primeiro é a Índia com um total de 36. 

   Aliás, os países da América Latina são os campeões nesse quesito: a Argentina tem 19 partidos políticos e o Chile, 16.

  Só a título de comparação, os Estados Unidos têm dois partidos, o Japão, seis, a França, 9, e o Reino Unido, 11.


PARLAMENTARES MAIS CAROS

  Pensam que acabou? O Brasil lidera ainda o ranking dos países que mais gastam com parlamentares.

  Cada parlamentar brasileiro custa US$ 5 milhões (mais de R$ 25 milhões) por ano.

 


A pesquisa dividiu o custo médio por parlamentar pela renda média de cada país. Assim, o gasto por parlamentar é 528 vezes maior do que a renda média da população.


  Já os países com menores gastos são Luxemburgo e Suíça, que contabilizam gastos de seis vezes da renda média de sua população.

 

GASTOS COM CAMPANHAS

 As maiores despesas com campanhas eleitorais estão relacionadas à publicidade feita em materiais impressos (20,9%).

  A produção de programas (rádio, TV ou vídeo) surge em segundo lugar (8,8%), seguida pelas atividades de militância e mobilização nas ruas (8,6%).

  Mas, dinheiro não é o problema para os políticos: os partidos têm um fundão eleitoral de R$ 6 bilhões.


 


 



 


 


 


 



COM PREJUÍZOS, META, DONA DO FACEBOOK, PLANEJA CORTES!

   A Meta, dona do Facebook, está planejando cortes em sua divisão Reality Labs, unidade do seu centro de estratégia para reorientar os produtos de hardware e o metaverso, informa a Reuters.  

   O diretor de tecnologia, Andrew Bosworth, disse aos funcionários do setor que as mudanças devem ser anunciadas em uma semana.

  O porta-voz da Meta confirmou a mudança de projetos e disse que outros seriam adiados, mas não informou quais. Acrescentou que demissões não estão incluídas nessa mudança.

  Em abril, a gigante de mídia social informou aos investidores que reduziria custos em 2022, depois de queda expressiva no número de usuários ativos no início deste ano, que derrubou as ações.

  Mark Zuckerberg, CEO da Meta, disse recentemente que a empresa quer "diminuir o ritmo" de alguns investimentos de longo prazo em setores como plataforma de negócios, inteligência artificial e Reality Labs.

  Os funcionários também foram informados na semana passada que estava sendo reduzida a contratação para a maioria dos cargos de nível médio e sênior. 

  Apostando no metaverso (experiências em mundos digitais imersivos, compartilhados e interconectados), a empresa mudou de nome e investiu pesado no Reality Labs, que abrange o trabalho de realidade aumentada, óculos inteligentes e soluções de tecnologia corporativas.

  Segundo a Reuters, a Meta contratou para o setor mais de 13 mil funcionários em 2021 e cerca de 6 mil no primeiro trimestre deste ano.

  Mas, a resposta do mercado foi outra: a unidade perdeu US$ 10,2 bilhões em 2021 e outros US$ 3 bilhões no primeiro trimestre deste ano.


 





 


CÂMARA DOS EUA TERÁ PRIMEIRA AUDIENCIA PÚBLICA SOBRE OVNIS COM TESTEMUNHAS!

   Mistérios revelados? Um subcomitê da Câmara dos Estados Unidos vai realizar sua primeira audiência aberta ao público sobre OVNIs na próxima semana.

  A audiência foi marcada para o dia 17 de maio, às 10h, ocasião em que o subcomitê vai se aporofundar em detalhes sobre relatos de "fenômenos aéreos não identificados". Dois altos funcionários da inteligência estarão presentes para dar seus testemunhos. 

  Há 50 anos os americanos esperam pelo acesso a esses relatórios ultra reservados, sempre comentados em reuniões a portas fechadas entre oficiais militares de alto escalão.

 "O povo americano espera e merece que seus líderes no governo e inteligência avaliem seriamente e respondam a quaisquer riscos potenciais à segurança nacional, especialmente aqueles que não entendemos completamente", disse o presidente do painel, o deputado André Carson, em comunicado nesta terça-feira (10).

Já o deputado Adam Schiff, D-Calif, que preside o Comitê de Inteligência da Câmara, disse que o objetivo da audiência é lançar luz sobre "um dos grandes mistérios do nosso tempo e quebrar o ciclo de sigilo excessivo e especulação com a verdade e transparência."

 Uau!!!