OS MENINOS PODEROSOS DO HOTEL URBANO

7.11.13 Simone Galib 0 Comments

João Ricardo e José Eduardo Mendes,do Hotel Urbano, a maior agência online do país
POR SIMONE GALIB  
FOTOS DARIO ZALIS/VIAGENS S/A



Tudo aconteceu num flash. Era 1º de janeiro de 2011. Ano novo, vida nova. Dois irmãos de vinte e poucos anos, saindo de um jogo de futebol, no Rio de Janeiro, tiveram uma ideia inspiradora, que iria modificar totalmente suas vidas e as dos turistas brasileiros também. Observando o mercado, eles perceberam que, enquanto no exterior se solidificavam sites, como Expedia e Booking.com, com venda online de pacotes e diárias de hotéis recheados de bons descontos para o consumidor final, o Brasil não tinha nada parecido no quesito turismo. Tudo era feito diretamente no balcão do hotel e por intermédio das agências de viagens. Os rapazes José Eduardo e João Ricardo Mendes captaram a lacuna e seguiram o fluxo, começando com um time de cinco pessoas e cinco computadores em um espaço minúsculo na garagem. Em 15 dias, a equipe praticamente dobrou e já tinha gente trabalhando no corredor.

  Assim, surgiu o Hotel Urbano, uma startup que tem por slogan conectar pessoas aos seus sonhos, mostrando que viajar é cada vez mais possível. Em apenas dois anos, saltou de cinco para 400 funcionários, hoje ocupa uma sede de 2 mil metros quadrados, no Rio, mais um escritório, na avenida Paulista, em São Paulo, e tem ainda duas lojas próprias em shoppings cariocas. Ao longo desse período, o Hotel Urbano se transformou em uma agência de viagens online (OTA, na sigla em inglês), que em 2012 faturou R$ 280 milhões. Para este ano, a previsão de faturamento é de R$ 520 milhões.

    O faro dos jovens empresários para os negócios online foi tão certeiro e o momento era tão propício que mesmo ainda quando trabalhavam na pequena garagem foram sondados, com apenas 20 dias de empresa, pelos maiores fundos internacionais, conta José Eduardo Mendes, sócio fundador e diretor executivo do Hotel Urbano. Três meses depois, eles já recebiam o primeiro aporte de investidores estrangeiros e recentemente foram injetados no negócio US$ 20 milhões (cerca de R$ 44 milhões) do fundo de capital de risco Insight Venture Partners, de Nova York, que já investiu em empresas como Twitter, Tumbler, Decolar e Flipboard, entre outras. Ao todo, foram três aportes. “Os fundadores do Hotel Urbano têm uma forte visão de crescimento e estão trazendo benefícios para funcionários, clientes e acionistas. Estamos apoiando fortemente a gestão estratégica para novos produtos e oportunidades”, afirma Brad Twohig, sócio-diretor da Insight.
 
O escritório do Hotel Urbano, ocupa uma área de 2 mil m2, na Barra da Tijuca, Rio



 COMEÇO DIFÍCIL

 Apesar do crescimento relâmpago, o começo foi difícil para os meninos da startup. “Recebemos muitos nãos”, relembra José Eduardo, hoje com 30 anos, e já acostumado ao marketing online - ele abriu o seu primeiro site de e-commerce, aos 22 anos, quando terminou a faculdade de administração de empresas, no Rio.  “Na startup, começamos focando nas pequenas e médias pousadas que as grandes operadoras tinham esquecido e formavam um nicho não explorado. Depois, as redes hoteleiras começaram a abraçar o projeto”, diz ele. Sim, porque os grandes resorts estavam com taxas de ocupação abaixo de 40% fora da alta temporada e feriados. “Eles entenderam que era possível ter movimento o ano todo e com essas parcerias conseguimos descontos de 25% a 30% em relação aos preços praticados pelas operadoras e outras agências online. Há casos em que damos até 50%”, afirma o empresário.

 Hoje, o Hotel Urbano oferece diariamente cerca de 4 mil pacotes com preços acessíveis para mais de 400 dos principais destinos turísticos nacionais e internacionais. Além disso, há ainda em torno de 180 mil opções de hospedagem, entre hotéis, pousadas, resorts etc em 30 mil destinos de 183 países. Os bons números, porém, não param por aí. Apenas no ano passado, eles venderam cerca de 1,6 milhão de diárias, o que representa pouco mais de uma diária comercializada a cada 20 segundos na plataforma e a previsão é que este ano feche com 2,9 milhões de diárias vendidas. No Brasil, é o líder entre os sites de comércio eletrônico.

No vocabulário da equipe antenada e multiconectada do Hotel Urbano agilidade é a palavra-chave. Para alavancar o marketing e tornar a marca conhecida, contrataram a gerente Roberta Oliveira, 30 anos – hoje também sócia-diretora - com grande expertise no setor online. E descobriram que era muito mais inteligente criar fãs da própria marca do que simples banners no Google. O cadastramento dos internautas gerou curiosidade, além do acesso às promoções e aos pacotes. "Desde a nossa fundação evoluímos para nos tornar uma agência de viagens online jovem, alegre e com uma grande conexão emocional com os nossos clientes, os viajantes HU", afirma Roberta. Por isso, o papel das mídias sociais foi fundamental e continua sendo uma das principais estratégias da empresa. “A mídia social mapeia o comportamento do usuário e nos ajuda a entender o que cada cliente quer”, diz José Eduardo. Hoje, segundo ele, são mais de 8 milhões de fãs no Facebook, o que confere à companhia a maior fanpage do segmento de viagens do mundo, ocupando também o quarto lugar no ranking internacional do Facebook. “O Hotel Urbano fala com 15 milhões de pessoas, que compartilham pacotes, e é visto por outras 30 milhões, segundo pesquisas do próprio Facebook”, avalia. Uma audiência e tanto!


GRANDE VITRINE

Apesar do crescimento na internet e nas redes sociais, o Hotel Urbano quis ir além do mundo virtual - e foi. No final do ano passado, abriu duas lojas, batizadas de conceito, em shoppings do Rio. A iniciativa foi para consolidar a marca no mercado, aproximar-se do cliente e também servir como um grande laboratório para quebrar o preconceito de compras online. O curioso é que na loja tudo é também feito pela internet. “O objetivo é termos mais um canal de relacionamento e contato com aqueles que, por qualquer motivo, ainda se sentem inseguros em comprar online”, conta João Ricardo Mendes, cofundador e presidente do conselho do Hotel Urbano. “Nossos consultores são treinados para seduzir o consumidor a fim de que ele possa depois comprar de sua própria casa ou do celular, porque hoje as pessoas estão presentes em diversos canais. Não querem fazer compras apenas no shopping”, completa o irmão, José Eduardo.


 NOVOS PROJETOS

Diante do bom momento vivido e do ritmo sempre acelerado desta turma, novos projetos não faltam. O próximo deles é o lançamento do aplicativo para celulares, o que está previsto para este mês e que tem a meta de atingir 1 milhão de usuários. Eles também vão criar programas personalizados em que o consumidor possa montar seu próprio pacote de viagem, tanto no Brasil quanto no exterior. A ideia é que os preços fiquem cada vez mais competitivos para que as pessoas vinculem as viagens ao seu dia a dia e não apenas ao trabalho. O Hotel Urbano também prepara uma expansão internacional, começando pela América Latina, e um novo motor de hotéis com navegação mais agradável e foco em conversão. E, para os brasileiros, as compras podem ser parceladas em até 12 vezes sem juros. Tem mais: os jovens empresários estão estreando uma nova logomarca, cujo conceito nasceu das pesquisas com os fãs na internet, especialmente no Facebook. Foi pedido que expressassem o que significava o Hotel Urbano para eles. E algumas das palavras citadas foram: felicidade, sonho, vida, viagem, liberdade, conquista, internet e alegria.

 Aliás, palavras que traduzem bem a rotina desses jovens empreendedores do Hotel Urbano, que trabalham até 14 horas por dia na velocidade da web, onde “tudo é para ontem”, e com uma equipe muito afinada. “Estamos passando por um momento de crescimento explosivo, onde temos que escolher de forma cirúrgica as diversas oportunidades. Apesar de tudo o que já construímos, tenho certeza que é só a ponta do iceberg”, afirma João Ricardo. “Crescemos com muita qualidade, porém ainda somos um bebê em termos de base”, complementa seu irmão, José Eduardo. Mas, se como disse Steve Jobs “criatividade é apenas conectar as coisas”, o Hotel Urbano tem tudo - e mais um pouco - para voar cada vez mais alto! 

ÍNTEGRA DA MATÉRIA - REVISTA VIAGENS S/A

http://www.viagenssa.com/Edicoes/Default.aspx

0 comentários: