MIAMI + BAHAMAS: PONTE AÉREA DE LUXO

18.3.15 Simone Galib 0 Comments


Vista de Bal Harbour, vilarejo ao norte de Miami e um dos lugares mais exclusivos da cidade


O arquipélago das Bahamas, que tem cerca de 700 ilhas e fica a 30 minutos de voo de Miami




  Sim, você já foi para Miami diversas vezes, esticou até Orlando, fez compras, conhece alguns bons hotéis e endereços interessantes. E, se não foi, sabe que mais cedo ou mais tarde acabará viajando para essa cidade da Flórida, onde a América fala espanhol e cada vez mais o português, porque há praticamente um brasileiro em cada esquina. Alguns dizem que Miami é cafona, torcem o nariz. Bobagem. A cidade oferece uma boa qualidade de vida, tem sempre novidades, ótimos serviços, muita cultura, ótima gastronomia e possibilidades múltiplas de novas descobertas.
  Aqui, eu sugiro dois programas diferenciados e um pouco mais exclusivos, que incluem hospedagem em um charmoso vilarejo de Miami e depois uma escapada até Nassau, nas Bahamas, para aproveitar o melhor do mar do Caribe e dos resorts com paisagens de cinema, literalmente. É o mix perfeito!
   Este roteiro começa por Miami e o primeiro programa é fugir do lugar comum, como Downtown ou Ocean Drive, e se hospedar em Bal Harbour, um vilarejo tranquilo (a 20 minutos do Aeroporto Internacional de Miami), de ruas arborizadas, bucólicas, a apenas 15 minutos de South Beach, mas muito poderoso, repleto de gente bonita, restaurantes gourmet, programas culturais e ótimos lugares para compras. 
 
O Bal Harbour Shop, que abriga mais de 100 das melhores marcas do mundo
Ali foi construído o Bal Harbour Shop, que completa este ano 50 anos, sendo considerado o shopping mais rentável dos Estados Unidos – e olha que no país não faltam mega templos de consumo. Porém, o cinquentão das marcas de luxo está sempre se reinventando, com novas lojas descoladas para atrair designers, fashionistas e consumidores endinheirados do mundo inteiro.
  
A nova loja de Salvatore Ferragamo, de dois andares, com linhas femina e masculina
Repleto de plantas, espelhos d´água e muita luz natural, abriga cerca de 100 das marcas mais famosas do mundo, como Prada, Chanel, Bulgari, Armani,  Dolce & Gabbana, The Webster, Salvatore Ferragamo (foto), que recentemente inaugurou uma boutique de dois andares, além das lojas de departamento, como Saks Fifty Avenue, entre muitas outras. Tem também uma loja incrível de maquiagens, a Gee Beauty (foto abaixo), que faz tratamentos faciais de última geração, à base de oxigênio (há preços a partir de US$ 46). Você sai de lá com pele de porcelana, pronta para encarar qualquer compromisso. E está sendo inaugurada no shopping a primeira loja nos Estados Unidos da marca canadense Dsquared2.
 
A loja Gee Beauty, que oferece tratamentos faciais hi-tech
O restaurante Makoto, um dos melhores asiáticos da América

SUPER RESORTS

 Bal Harbour é uma espécie de Miami, só que bem mais privé, onde as pessoas vivem muito bem. Tem uma avenida principal, a Collins, que concentra os hotéis, e o Bal Harbour Shop, com seus disputados e bem frequentados restaurantes, como o asiático Makoto (maravilhoso, por sinal) e o italiano Carpaccio (este último com filas e mais filas de espera). O shopping sempre foi o lugar onde pulsou o coração do tranquilo distrito. Porém, de uns tempos para cá, a arte e a hotelaria passaram a interagir com maior intensidade e hoje marcam forte presença ali.
 
Fantástica vista da suíte do seis diamantes St. Regis Bal Harbour

O St Regis é todo espelhado e tem estilo contemporâneo

Piscina do luxuoso resort, com praia particular e um dos endereços prediletos de celebridades e empresários 
  A começar pela chegada do St. Regis Miami Beach, um resort classificado com seis diamantes, localizado bem em frente ao Bal Harbour Shop, que faz a linha do luxo contemporâneo: é todo espelhado, claro, moderno e equipado com tecnologia de ponta.   Oferecendo praia particular, muita segurança, um spa maravilhoso e cabanas privativas para se tomar sol e champanhe à beira-mar, o hotel tem suítes, todas com amplas e confortáveis sacadas, que descortinam uma das mais belas vistas da cidade.
 Além disso, abriga uma segunda torre, com apartamentos privativos, que vêm sendo comprados especialmente por celebridades e poderosos empresários brasileiros, em busca de bons serviços e mais privacidade. Os mimos para os hóspedes incluem até um carro Bentley preto, com motorista, para levá-los ao shopping, que fica exatamente em frente – acredite!
   
O restaurante J&G Grill, no St Regis: linda vista e comida deliciosa
  E, mesmo os não hóspedes costumam frequentar o restaurante do hotel, o J&G Grill, cujo cardápio foi criado pelo chef Jean-Georges Vongerichten, famoso por seus restaurantes de Nova York, e que vive lotado. Todo o cardápio é super criativo e não deixe de experimentar a pizza de trufas negras –divina!
  
O banheiro todo transparente do novo Ritz-Carlton, com vista para o canal de Bal Harbour
  Por falar em boa hotelaria, a bandeira Ritz-Carlton também acaba de aterrissar em Bal Harbour (comprou o antigo resort One). Com um estilo mais clássico, o resort tem todos os serviços de um cinco estrelas, spa, um belo jardim para gostosas caminhadas e praia particular com tudo o que você merece para relaxar. Um dos seus diferenciais são os banheiros envidraçados das suítes, com vista para o canal de Bal Harbour, rota de lanchas e iates, que transformam o banho em um belo momento de contemplação. O vilarejo oferece outros tipos de hotéis, ideais para casais ou famílias com crianças, como o Sea View, a preços mais acessíveis. Vale lembrar que todos são muito bem localizados e com vista para o mar.
O canal de Bal Harbour, rota de lanchas e iates

COMPRAS, DIVERSÃO E ARTE

   
 Claro que fazer compras é um dos programas prediletos em Miami – ninguém resiste aos bons preços norte-americanos, mesmo em tempo de alta do dólar. A partir de Bal Harbour, no sentido norte, está o Aventura Mall (15 minutos de carro), um dos shoppings mais movimentados dos EUA (são 28 milhões de visitantes por ano) e que os brasileiros adoram.

As lojas da Lincoln Road, o maior shopping a céu aberto de Miami
Para quem prefere bater pernas, basta seguir para South Beach (15 minutos de táxi, cerca de US$ 25) e, literalmente, enlouquecer nas deliciosas lojas da Lincoln Road (entre a Washington e a Lenox avenues). Com cinemas, galerias de arte, teatro, tem sete quadras apenas para pedestres, recheadas de cafés, restaurantes e bares com mesas na calçada, além de gente do mundo inteiro circulando. É o retrato mais fiel de Miami e um delicioso shopping a céu aberto.
 Use sapatos confortáveis porque vai andar muito, entrando e saindo de lojas, como Victoria´s Secret, Apple, GAP, Banana Republic, Zara, Sephora, MAC... e por aí vai. O comércio é fervilhante: funciona de segunda a sábado, das 10h às 21h30, e domingo, das 11h às 19h. Difícil sair de lá de mãos vazias.
   E já que estamos em South Beach, vale dar uma volta pela Ocean Drive, que fica próxima e é avenida tipo cartão postal de Miami. À beira-mar, é super movimentada, cheia de lojas, bares, restaurantes, cuja especialidade são os frutos do mar, e nightclubs. É também ali que estão os hotéis com arquitetura dos anos 1920, formando o chamado Art Deco District. À noite, vira um festival de neons. Para quem gosta de arte, arquitetura e design, há o Art District, repleto de galerias, lojas descoladas e muitos grafites. É considerado atualmente o lugar mais fotogênico da cidade.

 NOVO MUSEU

 
O novo Pérez Art Museum, com uma vista incrível de Byscayne Bay
Uma das instalações do museu de arte contemporânea

As famosas latas de sopa Campbell, de Andy Warhol
Cooper à beira da Byscayne Bay em frente ao museu

  Ainda no quesito artes, escolha um dia ensolarado para conhecer o novíssimo Pérez Art Museum (foi inaugurado em dezembro do ano passado). Localizado em Byscayne Boulevard, de frente para a baía Byscayne, reúne um belo acervo de artistas contemporâneos internacionais. Além da boa arte, tem um amplo jardim, um restaurante chamado Verde, de cardápio casual e saladas deliciosas, loja, espaços para encontros de negócios e até casamentos. Um lugar de cultura, com localização perfeita e muito entretenimento. Depois de toda essa maratona, a ordem agora é relaxar. A próxima escala? Bahamas.
  

YES, NÓS TEMOS BAHAMAS


   
Bahamas Paradise Island, um dos lugares mais bonitos do Caribe 
  Bastam apenas 30 minutos de voo (menos que a ponte aérea Rio-SP), o cenário muda completamente e você estará aterrissando em Nassau, a capital das Bahamas, banhada pelas águas absurdamente claras, em tons que vão do verde ao turquesa, do mar do Caribe. De fato, o lugar é um pedaço de paraíso, com 700 ilhas e praias de areias brancas, hoje parte delas (apenas 30 são habitadas) ocupadas por inúmeros resorts de luxo e ilhas particulares, onde se realizam grandes festas ao ar livre e casamentos (o ator Johnny Depp, por exemplo, casou-se recentemente lá, em sua própria ilha).
  Os visitantes ainda encontram um parque aquático cheio de adrenalina, cassinos, bons restaurantes e muitas atividades que exploram a superfície e o fundo do mar, um verdadeiro playground para quem gosta de mergulhar. Há ainda resorts de todos os estilos e preços.
    
O luxuoso resort One&Only Ocean Club, refúgio dos poderosos nas Bahamas

Um dos bares internos do exclusivo resort, perfeito para um drink ao final da tarde
 Mas, vamos começar por um dos mais exclusivos: o One&Only Ocean Club. Esparramado em um gigantesco e bem cuidado jardim à beira-mar, o hotel tem arquitetura em estilo colonial britânico e serviu de cenário para Cassino Royale (lançado em 2006), o 21º filme da série cinematográfica James Bond. É um dos refúgios prediletos de celebridades (vem hospedando o jet set internacional ao longo dos últimos 50 anos), porque ali a privacidade e o sossego estão incluídos no sofisticado cardápio de lazer.
 São 105 confortáveis suítes e villas, com piscinas privativas, que se espalham em ambientes distintos. O resort é tão grande que oferece bicicletas e carrinhos de golfe para que os hóspedes circulem na área externa. Basta você avisar a recepção e alguém vem te buscar. Cada hóspede também fica sob os cuidados exclusivos de um mordomo, que vai ajudá-lo em tudo o que for preciso. E todo final de tarde são colocados nas suítes champanhe e morangos frescos. O serviço, realmente, é cinco estrelas.
  
Vista da suíte do One&Only: pedaço de paraíso à beira-mar

Réplica dos jardins do Palácio de Versalhes no One&Only, local de grandes festas à noite...

... e perfeito para ser contemplado durante o dia

  Além de uma paisagem incrível, com coqueiros e espreguiçadeiras espalhados no gramado a poucos metros da praia, piscina de frente para o mar, quadras de tênis e campos de golfe, o resort tem outros diferenciais, como uma réplica dos jardins do Palácio de Versalhes, na França, onde são realizadas grandes festas. Lindo para ser contemplado tanto durante o dia, quanto à noite, todo iluminado. Sem falar no spa, com tratamentos e massagens de Bali, e na gastronomia, contemporânea, exótica e refinada, criada pelo famoso chef Jean-Georges Vongerichten.
 
Uma das muitas piscinas do resort com o jardim ao fundo
  O conceito ali é passar o maior tempo possível se divertindo durante os ensolarados dias – oferece mergulho, snorkeling, windsurf e passeios de iate pelas ilhas – e no final da tarde, relaxar na varanda da suíte, ouvindo apenas o barulho do mar e do vento. As diárias são a partir de US$ 1,085. oceanclub.oneandonlyresorts.com
   
Para quem quer mais movimento, uma outra opção é o Atlantis Paradise Island (foto acima), um mega resort, inspirado na mítica Atlântida, com três torres, que comportam até 3,6 mil hóspedes, piscinas, um aquário gigante subterrâneo, com mais de 50 mil espécies de peixes e o Aquaventure, um dos parques aquáticos mais famosos mundo afora. De fato, ali tudo é no aumentativo: são 11 piscinas, um rio artificial com ondas, um tobogã em forma de templo maia, de onde se despenca de 18 metros em alta velocidade.
 
A vivência com os golfinhos é uma experiência única

Mas uma das melhores experiências mesmo acontecem em Dolphin Cay, uma praia artificial com cerca de 7 milhões de galões de água do mar cristalina, onde você pode interagir com os golfinhos e até ganhar um beijo na boca de um deles. O resort tem também o maior cassino do Caribe, inspirado nos de Las Vegas, e abriga uma filial do badalado restaurante japonês Nobu, que tem endereços em algumas das principais cidades do mundo e uma criativa culinária asiática. O jantar é dos deuses e não adianta chegar lá sem reserva, porque é super disputado. www.atlantisbahamas.com

Uma das marinas de Bahamas: cenário colorido do Caribe


RECUERDOS E DESTILADOS


 Bahamas, apesar de ter grande influência britânica por conta de sua colonização, mantém aquele colorido típico do Caribe, com uma população alegre e super receptiva. Ir para o centro de Nassau é a oportunidade de sentir o cotidiano, os costumes, observar antigas construções e, principalmente, de percorrer as ruas de comércio, que mesclam shoppings sofisticados e lojas populares. A ilha é um grande duty-free porque os produtos estão isentos de taxas. Então, os preços são, em alguns casos, melhores do que em Miami.
 


No chamado District Market, há também os pequenos mercados de produtos típicos, cheio de cores e sabores, onde a regra número é barganhar. Peça sempre desconto. Outro bom programa é conhecer a tradicional destilaria de rum John Watling´s (fotos acima), que fica em uma casa histórica de 1860, onde se pode fazer uma degustação de três tipos de rum. Aliás, uma boa ideia para uma happy hour. E, por falar em happy, é impossível não se sentir feliz nesse lugar, cuja a vocação é nos deixar o tempo todo com a cabeça nas nuvens. Não por acaso recebe mais de 5 milhões de visitantes por ano e é uma das locações mais procuradas por cineastas e publicitários em busca de paisagens deslumbrantes!

Os pequenos mercados que vendem produtos locais


DIÁRIO DE BORDO


VOOS – Pode-se comprar o trecho Miami-Bahamas aqui no Brasil pela American Airlines. Há muitos cruzeiros que também saem de Miami. É preciso passaporte válido e visto americano, além do certificado internacional da vacina contra a febre amarela.

MOEDA – A moeda local é o Bahamian (US$ 1 = Ba 1). Mas o dólar é aceito em todos os lugares, assim como cartões de crédito. As lojas abrem das 9h às 17h, em geral.

TEMPERATURA – De setembro a maio, os termômetros ficam em torno de 23º. No resto do ano, faz calor, com temperaturas em torno de 27º a 30º. Mas as noites são sempre mais frescas e costuma ventar. Leve um casaco e algumas peças de meia estação, mesmo porque o ar condicionado é forte. O mesmo acontece em Miami.

PASSEIOS – Você não precisa estar hospedado no Atlantis Island Paradise para conhecer o aquário e ter uma vivência com os golfinhos. Há programas diários, que podem ser comprados à parte.

LÍNGUA – Fala-se oficialmente inglês, mais para o britânico do que o americano, e ainda há uma mistura com o dialeto local. Mais informações: www.nassauparadiseisland.com



Conteúdo também publicado em Viagens S/A, que visitou Miami e Bahamas a convite da cidade de Bal Harbour, St Regis Bal Harbour Resort, Departamento de Turismo de Bahamas e One&Only Ocean Club Resort.
http://issuu.com/viagenssabrasil/docs/revista_digital_7a51337e90faec/1 


0 comentários: