A "CASA" DOS HOBBITS

6.4.15 Simone Galib 0 Comments

                                                                                                             Pictures by Worldwide Excluding New Zealand

  A arte imita a vida ou seria a vida que dá continuidade à arte e, no final, ambas se fundem, trazendo resultados surpreendentes? O fato é que os cenários, criados especialmente para filmes mágicos, que estouram nas bilheterias, acabam sendo molas propulsoras do turismo de todo um país. Foi o que aconteceu em uma pequena área rural na Nova Zelândia, que se transformou no Hobbiton Movie Set, palco das sequências das filmagens da trilogia O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Em pouco mais de uma década, o local, perto de Waitemata, na região de Waikato, atingiu a marca de 1 milhão de visitantes e é hoje uma das atrações mais visitadas do país. Ele entrou no mapa das férias de fãs da trilogia e de turistas do mundo inteiro em busca das paisagens eternizadas pelo cinema.
Fascinados pelos inusitados ângulos que Peter Jackson capturou durante as filmagens de O Senhor dos Anéis e de O Hobbit, os fãs da Terra-Média não param de chegar ao país. O número de turistas internacionais que visitam a Nova Zelândia tem crescido em média 7,8% ao ano, de acordo com dados divulgados em fevereiro último. Entre janeiro a dezembro de 2014, cerca de 100 mil visitantes internacionais disseram que o cenário da trilogia O Hobbit foi o fator decisivo para a escolha do destino.


ERA UMA VEZ...

  A “saga real” na Terra Média começou em 1998, quando um produtor de locações foi à fazenda de Russel Alexander, instalada em uma tranquila estrada, com uma pastagem verde e muito fértil. Alexander vivia ali pacatamente com sua família e com sua criação de animais. Eram 13,5 mil ovelhas e 400 cabeças de gado. Mas, como em um conto de fadas, tudo mudou na rotina do então fazendeiro. Ali, foi construído o cenário,   idealizado pelo diretor Peter Jackson como o local que abrigaria as casas dos hobbits nos filmes da trilogia O Senhor dos Anéis. Em dezembro de 2002, Alexander já estava pilotando os primeiros passeios turísticos do set de filmagem, que depois foi reconstruído a partir de materiais permanentes, entre 2009 e 2011, para os filmes de O Hobbit.
  Desde então, gente do mundo inteiro ali desembarca para conhecer o Hobbiton Movie Set, interagindo pessoalmente com os projetos de filmagem épicos, tornando-o o maior set de filmagem permanente possível de ser visitado no mundo. O passeio de duas horas mostra aos turistas cerca de 44 casas dos hobbits, escavadas na encosta verde de Waikato, pomares, a Party Tree e o campo de festas. Tudo termina com uma boa caneca de cerveja na taberna The Green Dragon.
 "Eu posso, honestamente, dizer que nunca nos meus sonhos mais loucos pensei que isso se tornaria tão grande. Desde que começamos, em 2002, com alguns passeios em nossa van pequenininha até onde chegamos agora é um presente impressionante para a grande equipe que temos aqui. Também estabeleci uma meta pessoal de realizar algo novo a cada ano. Temos algumas adições muito emocionantes a fazer nos próximos 12 meses", diz o antigo fazendeiro Alexander, hoje gerente geral do set.
 "As trilogias colocaram a Nova Zelândia e suas paisagens deslumbrantes no centro do palco para os amantes de cinema de todo o mundo. A Tourism New Zealand tem trabalhado para conectar as paisagens da Terra Média com as experiências de uma vida real durante a visita. Por mais que as duas trilogias já estejam concluídas, a Nova Zelândia sempre será associada como a casa da Terra Média, e a criação dessas experiências de turismo, como o Hobbiton Movie Set, garantem que esse legado permaneça, afirma Kevin Bowler, chefe executivo da Tourism New Zealand. Segundo ele, os filmes deram ao país a oportunidade única de mostrar-se como um destino turístico.

MILIONÉSIMO VISITANTE

 O entusiasmo da Nova Zelândia com esse cenário mágico é tamanho que o milionésimo visitante, o americano Don McCormack, da Califórnia recebeu uma homenagem com jeito de filme. Quando ele alcançou o topo das colinas verdejantes, foi recebido por Alexander e se viu em meio ao lançamento mundial do DVD e Blu-Ray do filme O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos, sequência final da trilogia de Peter Jackson, adapatado dos romances de J.R.R. Tolkien. O americano também ganhou uma réplica exata do Anel de Sauron (The One Ring), um dos objetos-símbolo das sagas cinematográficas, produzido na cidade neozelandesa de Nelson, junto com uma garrafa da melhor cerveja da taberna The Green Dragon.
 Acompanhado da esposa, McCormack viajava ao redor da Ilha Norte, na Nova Zelândia, e se impressionou com Hobbiton. "É surpreendente. Não consigo acreditar na quantidade de detalhes que existem. Estou espantado que tudo ao redor seja real. Esse pequeno pedaço de Terra Média é realmente incrível."

CHEGANDO LÁ

  O set está a duas horas de carro de Auckland, a maior cidade da Nova Zelândia, de clima ensolarado, ilhas paradisíacas e um local onde as pessoas têm paixão por gastronomia, vinhos e compras - desde alta costura até produtos em mercados livres. É ainda um lugar de fácil acesso de outros destinos turísticos do país, incluindo Rotorua, Waitomo, Tauranga e a cidade de Hamilton.
 Vale a pena conhecer esse país, que tem um toque da cultura polinésia, e principalmente mergulhar no mundo mágico do escritor J.R.R Talkien... que ali ganhou vida real. 

  

OS NÚMEROS DO SET


Para entender todo esse sucesso entre os visitantes, vale a pena dar uma olhada nos números do Hobbiton Movie Set. Veja só:

São cerca de 4,8 hecatres de área total.
44 Hobbit Holes (casas dos hobbits).
 A Tree Party tem de 70 a 80 metros de altura.
Existem 70 sets construídos.
Três refeitórios foram construídos. Sim, porque durante a produção três refeições eram servidas diariamente para elenco e equipe técnica, além de lanches para mais de 600 pessoas.
São 2,3 quilômetros de jardins cercados, com cerca e 30 a 200 plantas ao redor de cada Hobbit Hole. Eles são mantidos por uma equipe de até oito jardineiros.
Cervejas tradicionais, cidra e cerveja de gengibre não alcoólicas são fabricadas exclusivamente para Hobbiton e servidas em barris atrás do bar no The Green Dragon Inn.

0 comentários: