ACCOR TEM NOVO PRESIDENTE

8.4.15 Simone Galib 0 Comments



Patrick Mendes, novo CEO da Accor do Brasil e da América do Sul     Erico Hiller/Viagens S/A            


   O Grupo Accor trocou o seu comando no Brasil e na América do Sul. Deixa o cargo o CEO Roland de Bonadona, que estava na companhia há 45 anos, e assume como presidente do Brasil e da América do Sul o executivo Patrick Mendes, que até então era o diretor geral Hotel Services Luxury, Upscale e Midscake Accor da América do Sul, que inclui as bandeiras Sofitel, Pullman, Novotel e Mercure.
   Conheci Patrick Mendes, em outubro do ano passado, para a entrevista de capa de Viagens S/A, revista da qual sou editora executiva. Ele havia assumido o cargo no início de 2014 com uma tarefa muito específica: veio para inovar. E essa inovação já surgiu com força no segundo semestre do mesmo ano, quando foi inaugurado o Pullman SP Vila Olímpia, ocupando o endereço do antigo e clássico Caesar Park. O hotel foi totalmente repaginado e seu espaço gastronômico, transformado no HUB Food Art Lounge. Um projeto ousado, moderno, criativo, todo interconectado e de muito bom gosto, aliás a marca registrada de Patrick, até então um nome pouco conhecido no país, mas com experiência de sobra em hotelaria.
   Nascido em Biarritz, no sul da França, e com 20 anos de experiência em hotelaria nos mais diversos continentes, ele foi contratado pela Accor para acelerar o ritmo de expansão da rede por meio de conceitos inovadores, inspirados nos modelos asiáticos e europeus. Mendes montou um staff, digamos assim, miscigenado, com gente do Brasil, da França, da Alemanha e da Argentina. “A criatividade vem do banco de memórias, de experiências, de trocas culturais e de vivências. Foi com esse comitê executivo altamente especializado que nasceu o HUB Vila Olímpia”, disse ele.
  
IDENTIDADE PRÓPRIA

Com um português fluente graças aos três anos vividos em Portugal, Patrick Mendes, aos 47 anos, é um executivo que está sempre em busca do original e do novo. Tarefa nada difícil para um aquariano, que já trabalhou no País de Gales e nos Estados Unidos. Casado, pai de três filhos, Mendes é apaixonado pela hotelaria e pela vida, que divide entre família, esporte e trabalho. Ele também não tem uma agenda tradicional:  é triatleta e adepto de esportes radicais. Seja na praia, no calçadão ou à beira do rio Sena, em Paris, a primeira coisa que faz ao chegar a algum lugar é correr. “Só depois vou trabalhar”, diz.
Antenado com tudo o que acontece ao redor do mundo no quesito tendências, Mendes adora música lounge, rhythm and blues e shows de rock. Toda essa energia se reflete na sua forma de gestão, na relação com a equipe e na criação de projetos mais arejados. Ele é elétrico, centrado e muito falante. Não por acaso acaba de ser promovido ao topo da pirâmide da rede francesa no Brasil e na América do Sul. A operação brasileira é a terceira maior do grupo, que prevê crescimento de 13,6%.


Roland de Bonadona, que deixa o comando da Accor

  Roland de Bonadona, um francês de alma brasileira, muito prestigiado pelo setor e apaixonado por São Paulo, seu quartel-general, comandou com pulso forte e competência a rede Accor, onde passou mais de quatro décadas de sua vida. Em sua página no Facebook, ele se despediu do cargo com um texto curto, mas de grande significado: "Como dizia na hora de retirar-se Bryan Dyson, ex CEO da Coca Cola, a vida é como um exercício de malabarismo com cinco bolas que representam trabalho, saúde, família, amizade, vida espiritual, e devemos mantê-las sempre em equilíbrio. Durante 45 anos, a minha bola do trabalho nunca caiu, e muitas vezes, ficava sozinha entre minhas mãos... Agora está chegando a hora de me dedicar às outras, antes que eu fique duro demais para apanhá-las."

0 comentários: