ACHA QUE SABE TUDO SOBRE STEVE JOBS? HÁ DETALHES QUE O CINEMA NÃO MOSTROU

21.8.15 Simone Galib 0 Comments


                                                                                                                                              Fotos Divulgação



Quando se trata de Steven Jobs, o criador da Apple, uma das multinacionais mais poderosas do planeta, as primeiras ideias que nos vêm à cabeça são mente brilhante, homem visionário, apaixonado por engenharia eletrônica, magnata, enfim um gênio que incorporou o computador à vida das pessoas de forma definitiva, revolucionando a informática com produtos inovadores, como o MAC, iPod, iPad e iPhone, entre outros.

  No entanto, ele teve um começo de jornada complicado, especialmente na infância, quando precisou superar vários obstáculos para atingir os seus objetivos e cumprir a tarefa – ou as muitas tarefas, que o fizeram entrar para o ranking dos grandes inventores da nossa história contemporânea.

Conheça alguns bastidores sobre a vida do empresário, que o filme inspirado em sua biografia não contou. Eles foram reveladas pela revista GK britânica.


FILHO ADOTIVO


O seu pai biológico, Abdilfattah Jandali, cresceu na Síria onde conheceu a mãe de Jobs, Joanne Schieble, na Universidade de Wisconsin. Aos 23 anos e jovens demais para casar e, como manter uma criança fora do casamento não era nada convencional à época, decidiram dar o bebê para os pais adotivos, Paul e Clara, criarem. A única promessa foi de que o menino frequentasse o colégio.

BULLYNG NA ESCOLA

Quando cursava a 6² série, na Crittenden Middle School, ele sofreu bullyng, por ser considerado estranho pelos colegas. Isso fez com que Steve desse um ultimato aos pais: ele deixaria a escola se não o tirassem de lá. Então, eles se mudaram para Los Altos, na California, onde nasceu a Apple. Ali conheceu o engenheiro Bill Fernandez, que o apresentou ao co-fundador da empresa, Steve Wozniak.

ERA ZEN-BUDISTA

Em 1974, depois de trabalhar com eletrônicos e videogames na companhia Atari, Jobs viajou para a Índia onde passou sete meses em busca de seu desenvolvimento espiritual. Ele meditava frequentenente e não comia carne - apenas peixe . Ele também gostava de caminhar descalço.

ABANDONOU A FACULDADE

Jobs se formou na Homestead High School, no Vale do Silício, mas abandonou o Red College, em Oregon, porque não queria gastar o dinheiro do pai. Mas, conseguiu assistir algumas aulas, inclusive as de caligrafia. Em um discurso feito, no início de 2005 na Universidade de Stanford, ele afirmou que, se não tivesse estudado essa matéria, o Mac não teria as fontes múltiplas ou proporcionalmente espaçadas.

USOU DROGAS PSICODÉLICAS

 Experimentou algumas vezes LSD e contou ter vivido uma “experiência profunda" e esta foi "uma das coisas mais importantes de sua vida". Ele argumentava que a droga o ajudava a pensar de uma forma diferente. 


O MAIS JOVEM NA LISTA DA FORBES
 O sucesso de Steve Jobs' o levou a ser o mais jovem a entrar na seleta lista da Forbes. Ele alcançou a 17ª posição entre as pessoas mais ponderosas em 2010. No ano seguinte, ficou em 39º lugar entre os 400 mais ricos e em 110º no ranking dos bilionários.

 NEGOU A PATERNIDADE
 Jobs teve uma filha com Chrisann Brennan (sua namorada de colégio), chamada Lisa. Mesmo após o exame de DNA ter comprovado, ele continuou negando a paternidade sob o argumento de que era estéril. Depois batizou de Apple Lisa o computador em homenagem à filha.

INTERFERIU NO LOGO DO GOOGLE
  Jobs chamou o vice-presidente do Google, Vic Gundotra e disse a ele que o segundo O do nome Google estava com um tom errado no amarelo e que deveria corrigi-lo. Indiscutivelmente, Steve prestava muita atenção nos detalhes.




        "Se hoje fosse o último dia de sua vida o que você gostaria           de fazer e o que está prestes a fazer hoje?"


 PALAVRAS FINAIS

 Steven Jobs foi diagnosticado com câncer no pâncreas em 2003. Ele tentou tratamentos de saúde alternativos, tornando-se vegetariano. Fez ainda acupuntura e tomou remédios à base de ervas. Era resistente à medicina. Ele morreu em sua casa, em Palo Alto, com a família ao lado.
 Suas últimas palavras foram Oh wow. Oh wow!


0 comentários: