ROTEIRO DE CONTOS DE FADA PELOS PALÁCIOS DA REALEZA BRITÂNICA

28.8.15 Simone Galib 0 Comments


 Na Grã-Bretanha, a monarquia é exercida desde o século 10, causando sempre muita empatia entre os britânicos. Tudo o que diz respeito à família real atrai multidões e gera muitos negócios, principalmente para o turismo. 

 Há vários castelos, palácios, lugares tradicionais, repletos de histórias e memórias afetivas, ainda usados com frequência pela rainha Elizabeth e a família real. E são abertos para que os simples mortais explorem, vivenciem e desfrutem do estilo de vida da realeza. 
 
Tem um mais lindo do que o outro. E a maioria não fica muito distante de Londres.
 Basta pegar o trem. E aproveite a desvalorização da moeda britânica para descobrir novos lugares na terra da rainha.

PALÁCIO DE BUCKINGHAM, LONDRES

                                                                                                                                                           Divulgação

  Residência dos soberanos da Grã-Bretanha desde 1837, o Palácio de Buckingham é um dos lugares mais famosos do mundo. Ele está sempre aberto à visitação pública durante o verão, quando a rainha passa férias na Escócia.
 Este ano, pela primeira vez, foi liberado o acesso aos salões pela entrada principal, usada exclusivamente por aqueles que vêm ao palácio a convite da rainha, incluindo chefes de Estado e primeiros-ministros.
 
 É possível, por exemplo, saber como os convidados são recebidos, o que acontece nos b astidores para a recepção de um chefe de Estado - dos ingredientes usados nos pratos e até a porcelana escolhida para a ocasião. Os visitantes também podem conhecer a Cavalariça Real, um dos estábulos em funcionamento mais belos que ainda existem no país, e onde ocorre o treinamento dos cavalos que puxam as carruagens reais. Os veículos do Estado também são mantidos ali. www.royalcollection.org.uk 



PALÁCIO DE KENSINGTON, LONDRES

                                                                                                                                    Fotos VisitBritain/Divulgação

  Esse palácio é a residência oficial, em Londres, do príncipe William e de Kate Middlenton, duquesa de Cambridge. No passado, foi a casa da irmã da rainha, a princesa Margaret, e de Diana, a princesa de Gales. Além disso, também era o núcleo da vida da corte nos séculos 17 e 18. Passou por uma reforma de 12 milhões de libras.
 
 
 Victoria Revealed (Vitória Revelada) é uma das exposições permanentes de lá. Ela explora a vida e os amores da monarca britânica, que também foi a única a celebrar um jubileu de diamante.  www.hrp.org.uk/KensingtonPalace

HAMPTON COURT, SURREY, SUDESTE DA INGLATERRA


   A bela construção reúne a história de dois palácios - o Tudor, criado pelo cardeal Wolsey, o qual ele perdeu para o rei Henrique 8º, e o mais recente palácio barroco, criado por William 3º e Mary 2ª. É possível conhecer a Capela Real, as cozinhas de Tudor, o Grande Salão e a Galeria Assombrada. Sem falar nos 24 hectares de jardins, que têm fontes, mais de 200 mil bulbos de flores e 303 hectares do parque natural real. Hampton Court fica a cerca de 35 minutos de trem, partindo da estação London. Waterloo.  www.hrp.org.uk/KensingtonPalace


CASTELO DE WINDSOR, CENTRO-SUL


   É o maior e mais antigo castelo em funcionamento do mundo, e uma das residências reais favoritas da rainha. A localização excepcional do castelo sintetiza 900 anos de história britânica e, ao lado do palácio real, a capela gótica de St George guarda as tumbas de dez soberanos, inclusive de Henrique 8º.

  No Windsor Home Park, área particular ao lado do castelo de Windsor, fica a Frogmore House, que se tornou propriedade real no século 16. É rica em história, com uma longa e ilustre sucessão de proprietários reais. A rainha-mãe gostava muito da Frogmore House e passou parte de sua lua-de-mel lá, em 1923. 
   
  Apesar de não ser mais uma residência real, é usada com frequência para entretenimento pela família real - foi o local da recepção de casamento do neto mais velho da rainha, Peter Phillips, em maio de 2008. O local pode ser visitado apenas no verão europeu.  www.hrp.org.uk/HamptonCourtPalace

CLARENCE HOUSE, LONDRES


  É a residência oficial do príncipe de Gales, da duquesa de Cornwall e do príncipe Harry. O príncipe de Gales morou pela primeira vez na Clarence House quando tinha entre 1 e 3 anos de idade, na época em que a princesa Elizabeth e o duque de Edimburgo mudaram-se para lá depois de seu casamento, e foi o último lar da rainha Elizabeth, a rainha-mãe. Há excursões públicas e particulares que abrangem a sala Lancaster, a sala da manhã, a biblioteca, a sala de jantar e a sala do jardim, na qual o príncipe Charles e a duquesa realizam encontros oficiais e recebem convidados do mundo todo. Ali também foi feita a foto oficial do casamento de William e Kate. www.royalcollection.org.uk/clarence-house


SANDRINGHAM HOUSE, NORFOLK, NO LESTE


 A família real costuma viajar a Sandringham para desfrutar dos ares do campo. Tradicionalmente, a rainha e sua família também passam o Natal nesta propriedade. É a residência particular de quatro gerações de monarcas britânicos desde 1862. A casa, situada em 24 hectares de incríveis jardins, está entre as mais famosas de Norfolk. Fica localizada no centro dos 8 mil hectares da propriedade rural, dos quais 240 hectares compõem a floresta e o urzal da reserva, com acesso gratuito ao público todos os dias do ano. A cidade mais próxima é Kings Lynn, a 95 minutos de trem de Londres, partindo da estação London Kings Cross.

0 comentários: