AS DELÍCIAS DA ROTA GOURMET NA SERRA DE PUNTA DEL ESTE

17.12.15 Simone Galib 0 Comments




  Quando falamos de Punta del Este, o balneário jet setter do Uruguai, de imediato lembramos daquele monte de iates ancorados em seu porto, praias e hotéis lotados, além do pôr do sol, um dos mais bonitos da América do Sul, especialmente na Casa Pueblo (sempre fantástico), além de muita badalação.


Pôr do sol na Casa Pueblo, com direito a ritual e trilha sonora   Fotos Simone Galib 

 No verão, o cassino do hotel Enjoy Conrad fervilha 24 horas, sendo um dos mais frequentados pelos brasileiros. As mansões de quase um quarteirão, no bairro de Beverlly Hills, ou apartamentos envidraçados de frente para o mar, que passaram o outono-inverno hibernando, abrem os salões para inúmeras festas, frequentadas pelo beautiful people. Inúmeras lojas de grifes também voltam a funcionar.
Vista de uma das suítes do Enjoy Conrad, o reduto dos brasileiros em Punta

  Punta, porém, tem uma serra super charmosa, que faz contraponto a todo esse agito, onde são produzidos queijos, vinhos, azeite de oliva e até patês, com sabor da França. Come-se muito bem naquelas paragens, cercadas de verde, ar puro e casas de pedra, a apenas 20 ou 30 minutos do mar.

 Há lugares que até mesmo muitos dos uruguaios residentes na capital Montevidéu (a cerca de uma hora e meia do balneário) ainda não conhecem – e se surpreendem, como a Sierra de Los Caracoles, hoje cenário principal da Rota Gourmet.

 Esse roteiro rural, lançado no final de setembro e que tive o prazer de conhecer em primeira mão, é uma saborosa experiência sensorial, porque a gente interage o tempo todo com os produtores locais, conhece suas histórias de vida, além de degustar os produtos ao ar livre, em cenários muito bucólicos.   
  
 O conceito do passeio - criado por Alejandro Echevarría e Isabel Mazzucchelli e operacionalizado pela Anita Jardi Travel Planner, uma prestigiada agência boutique de Montevidéu - é desfrutar da serra, experimentando os produtos artesanais, que são o modo de sobrevivência de seus produtores. Tudo é muito simples e rústico, o que dá ainda mais sabor à experiência.
   



 O programa começa em um vinhedo de 8,5 hectares, na Serra das Ballenas (bem pertinho do mar), ao sul do país, comandado pelo casal Paula Pibel e Alvaro Lourenço, que se dedica ao cultivo de uvas desde 2001. Em um ambiente bem rústico – um lounge de madeira no alto da  propriedade - , podemos experimentar três tipos de vinhos artesanais.

 
Pão caseiro e flores de oliveira 

O ambiente rústico do restaurante Mendiko com cardápio regado a puro azeite de oliva
 
   Na hora do almoço, nada melhor do que carnes assadas no forno em pleno campo, acompanhadas de pão caseiro, vinho e harmonizadas com azeite de oliva, produzido ali mesmo, em seu próprio moinho. O endereço é o restaurante Mendiko, cuja sede é uma casa de pedra, construída em 1800, e as refeições costumam ser feitas ao ar livre, com flores de oliveira sobre a mesa, como se você estivesse em um grande piquenique. Há vários tipos de azeites,da marca Finca Bavieca, que também podem ser comprados no local (eles são ótimos e eu trouxe um de cada).
   
 A rota gourmet inclui ainda o Canto de los Galos, marca administrada por um casal de franceses de meia idade que, depois de ter rodado o mundo de ponta a ponta, estacionou o trailler no Uruguai, há sete anos, e de lá não saiu mais. Eles montaram uma pequena fábrica artesanal de patês, incluindo foie gras. São super alegres, divertidíssimos, hospitaleiros e adoram ouvir hard rock em último volume.
   

 O passeio costuma durar o dia inteiro, mas há também pousadinhas para aqueles que querem passar mais tempo na serra antes de voltar para o agito de Punta. Ele é feito de ônibus, com guias que vão explicando tudo pelo caminho. Vale a trip.

Ruta Gourmet: www.anitajardi.com.uy

Conteúdo também publicado na revista Viagens S/A
www.viagenssa.com