GERAÇÃO Y É O MAIOR ALVO DOS CRIMES CIBERNÉTICOS

18.2.16 Simone Galib 0 Comments


A tal da Geração Y, ou Millennials,  jovens que nasceram nos anos 1980, cresceram com a internet e são os que mais se sentem mais seguros ao navegar, foram curiosamente as maiores vítimas dos crimes online em 2014, revelou um estudo da Norton.
  
 Os millennials, que em 2025 devem ocupar 70% da força de trabalho no mundo e agora já assumem posições importantes no mercado, representaram 43% das vítimas dos crimes online, 4% a mais em relação à Geração X (surgida em meados dos anos 1960 até o final da década de 70 e que dispunha de poucos recursos tecnológicos).

 Como se sentem confiantes, familiarizados com o mundo da web e dominam muito bem a tecnologia, acham que estão completamente seguros. Somente 16% deles acreditam que são vítimas em potencial. O estudo aponta que se tornam alvos pelo fato de se exporem muito.  Eles têm mais dispositivos e perfis nas mídias sociais, acreditando que estão imunes a ataques cibernéticos.

 A pesquisa traz outros índices interessantes. Vejamos:

57% já tiveram ou conhecem alguém que teve o e-mail acessado sem permissão. 
98% se sentem confiantes em atualizar configurações de privacidade no celular.
Somente 47% concordam que usar Wi-Fi público é mais perigoso do que usar banheiros públicos.
Eles têm cerca de 6 dispositivos, 2 a mais do que a média da geração Baby Boomers (aqueles que nasceram depois da 2ª Guerra Mundial, hoje com mais de 45 anos).

 E acreditam que a probabilidade de contrair um vírus de computador é a mesma do que pegar o vírus da gripe em transportes públicos.