A MARCA QUE REVOLUCIONOU A MODA DE VAREJO NO BRASIL

4.9.16 Simone Galib 0 Comments


Aqueles que não têm em seu closet uma peça C&A que atirem a primeira pedra. O mundo vivia pouco mais que a metade dos anos 1970, quando a multinacional holandesa desembarcou no Brasil, com a primeira loja no Shopping Ibirapuera, em São Paulo, revolucionando o conceito de moda de varejo no país. E assim se passaram 4 décadas.

 Estávamos em 1976 e por aqui a  TV Globo estreava as novelas Escrava Isaura e Saramandaia, duas campeãs de audiência. E o maluco beleza, Raul Seixas, lançava o álbum Há Dez Mil Anos Atrás.    

 A moda vivia uma transição, com um mix do estilo hippie, já prenunciando os brilhos da era disco, que iriam estourar nas noites dancing days e nos embalos de sábado à noite.

 Hoje, 40 anos depois, são 280 lojas no Brasil, mais o e-commerce. Além da grande variedade e preços honestos, nos últimos anos a marca fez inúmeras parcerias com estilistas nacionais e estrangeiros, realizando o sonho de consumo de muitos que jamais teriam acesso a essas coleções cápsulas, com assinaturas de nomes renomados.

 A mais recente parceria foi com a revista Elle, recriando o conceito do Litlle Black Dress, o famoso pretinho básico, com modelos que prestam uma homenagem às últimas 7 décadas da moda. Os modelos mais caros custam R$ 199,00. E a coleção está bem bonita.      
Um dos modelos da parceria Elle com a C&A                              Fotos Divulgação

  Quem resiste a dar uma entrada em algumas das lojas, especialmente na do Shopping Iguatemi, em São Paulo, ou na flagship store de Ipanema, no Rio (um espaço fashion), sem a mínima intenção de comprar, e sempre sai com uma sacolinha na mão?
  Este blog ama!

0 comentários: