5 HOTÉIS DE LUXO QUE OS ART LOVERS VÃO AMAR

11.11.16 Simone Galib 0 Comments


 Os hotéis de luxo ao redor do mundo investem cada vez mais em obras de arte para decorar e entreter seus hóspedes, especialmente os art lovers. São os chamados art hotels - tendência forte na hotelaria internacional - que sabem mixar de forma elegante cultura e ócio.

 Em seus acervos, há obras de Andy Warhol (foto acima), Jean-Michel Basquiat e Tom Friedman, incluindo Picasso, Miró e até afrescos, pinturas e relevos dos séculos 15 até o 18, além de muitas fotos, esculturas e telas contemporâneas.  Elas estão expostas nas suítes, lobbies e jardins de hotéis dos Estados Unidos, da Europa, e até mesmo do Brasil.

 Siga o roteiro do blog – e desfrute de tudo.  
  Fotos Divulgação


 W SOUTH BEACH 

 Este icônico hotel cinco estrelas de Miami (cidade onde a arte está em quase toda parte) exibe parte da coleção particular de arte moderna e contemporânea de Aby Rosen, um dos seus proprietários. Obras de Andy Warhol (foto), Tom Sachs e Jeans-Michel Basquiat, entre outros nomes importantes, estão expostas ali. Os quartos e hall dos elevadores são decorados com fotografias de rock, assinadas por Danny Clinch, que já clicou de Missy Eliot a Elvis Costello, tendo 3 indicações ao Grammy como diretor. Também podem ser vistas obras do pintor e diretor de cinema, Julian Schnabel.

 GRAMERCY PARK HOTEL
  Localizado em Nova York, EUA, abriga uma incrível coleção do século 20, com curadoria de Julian Schnabel, também responsável pelo décor. Do lobby ao Rose Bar, há obras-primas da pop art de Andy Warhol e do neoexpressionista Jean-Michel Basquiat. Nas paredes, trabalhos também de Enoc Perez, Keith Haring, Tom Wesselmann, Richard Prince, Michael Scoggins, Fernando Botero e Damien Hirst, entre outros.

 FOUR SEASONS HOTEL FIRENZE, ITÁLIA

  O hotel de uma das mais poderosas redes de luxo do mundo preserva afrescos, pinturas e relevos dos séculos 15 ao 19. No lobby, 12 painéis de alto relevo (1481-1488) mostram figuras mitológicas, supostamente criadas por Bertoldo di Giovanni, um dos maiores escultores da época. A capela, hoje sala de leitura, tem as paredes pintadas pelo maneirista Jan van der Straet (dito Giovanni Stradano) e por Agostino Ciampelli. O teto da Volterrano Suite exibe um dos afrescos mais importantes do acervo: Cegueira da Mente Humana sendo Iluminada pela Verdade, do séc. 17, de Baldassare Franceschini (ou Volterrano).


 LA COLOMBE D’OR 

   O hotel francês exibe trabalhos de Miró, Georges Braque, Henri Matisse, Sonia Delaunay, Fernand Léger, Raoul Dufy, Picasso, Alexander Calder, Cesar, Arman, Tinguely, Dubuffet e Jacques Prévert que por lá passaram e deixaram suas obras como pagamento.

 BRASÍLIA PALACE

 O cinco estrelas é considerado um marco no Distrito Federal. Foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurado, em 1958, pelo então presidente Juscelino Kubitschek. O hotel presenteia seus hóspedes e visitantes com dois painéis do artista plástico Athos Bulcão que, em função da importância para a cultura nacional, foram tombados pelo Patrimônio Histórico.

#arthotels, #luxury 

0 comentários: