POST RACISTA CONTRA MICHELLE OBAMA MOBILIZA OS AMERICANOS

15.11.16 Simone Galib 0 Comments

  O racismo continua rolando solto na América: uma oficial do Clay County Development Corp., Pamela Ramsey Taylor, na Virgínia Ocidental, foi licenciada do cargo depois de ter feito um post racista sobre a primeira dama, Michelle Obama (maravilhosa na capa da Vogue de dezembro), em sua página do Facebook.

Logo após a vitória de Donald Trump, ela escreveu: “Será um frescor ter uma primeira dama elegante, bonita e digna na Casa Branca. Estou cansada de ver uma macaca de saltos. " A prefeita Beverly Whaling respondeu: "Acabei de ganhar o meu dia, Pam."

O post, compartilhado centenas de vezes nas redes sociais antes de ser excluído, causou uma forte reação. Tanto Taylor quanto Whaling receberam inúmeros telefonemas, pedindo que ambas fossem demitidas. As páginas do Facebook das duas não puderam ser encontradas na segunda-feira (14), informou a ABC News.

O Clay County Development Corp é um órgão sem fins lucrativos, que presta serviços a idosos e residentes de baixa renda em Clay County. É financiado por meio de subsídios estaduais e federais, além de taxas locais.

Whaling, por meio de nota nos meios de comunicação, tentou se desculpar. “Eu realmente sinto muito por qualquer sentimento duro que isso possa ter causado! Aqueles que me conhecem sabem que eu não sou de forma alguma racista!" Taylor não se manifestou!


 Cerca de 77% dos moradores de Clay County apoiaram Trump na eleição. 

foto Vogue/Reprodução

0 comentários: