O TELHADO DE VIDRO DE MELANIA TRUMP!

24.2.17 Simone Galib 0 Comments

 Sobrou para Melania Trump. A primeira dama poderia ser deportada se Trump fosse o presidente quando ela trabalhou como modelo no país, nos anos 1990. A análise foi feita por advogados de imigração e publicada no site do jornal britânico The Independent.

 Em 1996, a senhora Trump - então Melania Knauss - fez um trabalho de modelagem nos EUA, enquanto ali estava com visto de visitante ou turista, o que viola os termos de entrada, de acordo com documentos obtidos pela agência Associated Press.

 A primeira dama teria recebido mais de US$ 20 mil nas 7 semanas antes de ter adquirido permissão legal para trabalhar no país. Melania solicitou o green card em 2001 e se naturalizou cidadã americana, em 2006. Tudo isso sem comentar "qualquer indiscrição" sobre o seu passado, diz o jornal.

 Pelas novas regras introduzidas por Trump em janeiro último, os funcionários da imigração agora são obrigados a remover qualquer estrangeiro que "tenha cometido fraude ou dado declarações falsas intencionais em relação a qualquer assunto oficial perante a uma agência governamental"  

 Assim, Melanie provavelmente teria sido deportada sob a ordem executiva de 25 de janeiro do marido presidente, caso esta estivesse em vigor e ela tivesse sido pega na década de 1990, ou até mesmo antes de se tornar um cidadã norte-americano naturalizado em 2005.

  Cheryl David, especialista em imigração da cidade de Nova York, disse que, se a sra Trump realmente assumiu um trabalho remunerado enquanto estava nos Estados Unidos com visto de turista, ela "definitivamente violou seu status, e se chegou à atenção da imigração, sim, eles certamente poderiam colocá-la em processos de remoção".

 Na teoria, a cidadania de Melanie Trump poderia ainda ser revogada sob o argumento de que deliberadamente falsificou ou ocultou factos relevantes para a sua naturalização. Historicamente, isso só foi feito em casos extremos, envolvendo terroristas e criminosos de guerra.

 Mas Trump ordenou que o Departamento de Segurança Interna (DHS) comece a deportar ativamente as pessoas que tecnicamente violavam as regras. Para o presidente, os imigrantes que violam a lei dos EUA de qualquer forma "têm que ir".

 Documentos divulgados pelo DHS esta semana revelaram que os oficiais de imigração pretendem colocar suas instruções em prática.

 Um advogado que representa a primeira dama disse que os documentos obtidos pela AP não lhe eram familiares, mas não desafiou a sua veracidade ou negou que ela tenha feito o trabalho que teria violado os termos do visto B1/B2, de visitante, no passado.

 E agora?


0 comentários: