CYBER ATAQUE: TERIAM SIDO HACKERS DA COREIA DO NORTE?

15.5.17 Simone Galib 0 Comments

   Estaria a Coreia do Norte envolvida no cyberataque que atingiu 150 países na sexta-feira, 12 de maio, e a guerra mundial cibernética já teria começado? 

  Analistas do Google e de outras grandes empresas de segurança digital, como a gigante Kaspersky Lab´s, informaram que uma parte do código do malware WannaCry, protagonista da última ação criminosa, também apareceu na versão anterior do vírus e no ataque de 2016 aos bancos internacionais.

  Na ocasião, a ação foi atribuída ao Lazarus Group, formado por hackers vinculados à Coreia do Norte. Um especialista da Fidelis Cybersecurity disse que "existe um link", ou seja uma parte do código compartilhado entre ambos os vírus.

 Poderia ser uma outra pessoa usando o código, avaliam as empresas, mas o suposto envolvimento dos hackers norte-coreanos é um "caminho sólido na investigação".

  Isso porque a Coreia do Norte tem uma história de criminalidade informática. O Lazarus foi acusado de lançar ataques contra instituições sul-coreanas em 2013, a Sony Pictures Entertainmente, em 2014, e ao sistema financeiro, em 2016. A ABC News informou que durante o último fim de semana houve uma segunda e terceira ondas de ataques, mas elas falharam.

  Apesar disso, o número de alvos cresceu: mais de 300 mil em 150 países, inclusive no Brasil. A ação mais deplorável foi aos hospitais da Grã-Bretanha em que ambulâncias foram paralisadas, tratamentos de câncer, suspensos, e cirurgias, canceladas.

BAIXO RESGATE
 Poucas empresas obedeceram às instruções dos hackers de pagar cerca de US$ 300 em Bitcoin (a moeda digital) para liberar seus arquivos, disse o chef de segurança cibernética do presidente Donald Trump, Tom Bossert.

"Parece que menos de US$ 70 mil foram pagos em resgate e não temos conhecimento de pagamentos que tenham levado a qualquer recuperação de dados", afirmou Bossert.

 Pelo sim, pelo não, o universo digital continua em alerta! E o mundo físico, também!  

#cyberataqye, #CoreiadoNorte


0 comentários: