MUSEU DE NY CRIA ATMOSFERA DE SILÊNCIO TOTAL

26.5.17 Simone Galib 0 Comments

   Para quem vive em uma metrópole mergulhar no silêncio verdadeiro só é possível se viajar para bem longe. E quem já visitou um deserto sabe o que é a sensação de estar em um lugar com silêncio absoluto.

  Mas e se nós disséssemos que agora é possível estar em uma cidade barulhenta e ainda sim experimentar uma atmosfera de silêncio total? A novidade do Museu Guggenheim de Nova York foi criada pelo artista Doug Wheeler, em 1971, mas ele teve que esperar mais de 40 anos por uma tecnologia que lhe permitisse criar uma exibição à prova de som.

  O projeto chamado PSAD Synthetic Desert III ficará exposto até o dia 2 de agosto e pode ser visto no topo do museu. Uma sequência de portas leva até a instalação, com uma iluminação projetada para induzir uma impressão óptica de espaço infinito e onde uma espuma de melamina, com propriedades de alta absorção de som, reveste a sala, garantindo silêncio absoluto.

    Wheeler compara a impressão visual e acústica do projeto com sua própria experiência nos desertos do norte do Arizona, onde as condições praticamente sem barulho influenciam profundamente a sensação visual de distância.

  Se você ficou curioso, está ou vai para Nova York, precisa se programar já que os ingressos só podem ser comprados com antecedência. As visitas duram no máximo 20 minutos e são organizadas em grupos de até 5 pessoas – se dependesse do artista, apenas um visitante por vez entraria no local.



0 comentários: