PRAZERES DO VINHO: PROVE UM BEAJOULAIS NOUVEAU E FAÇA A FESTA!

26.7.17 Simone Galib 0 Comments

POR MICHELE MONTANHA
 Ainda pouco conhecidos pela grande maioria dos consumidores brasileiros, os Beaujolais - feitos com a uva Gamay - são produzidos próximos à cidade de Lyon, na França. Mas, na verdade, seus vinhedos cobrem 96 municípios (85 no departamento de Rhône e 11 no departamento de Saône-et-Loire) e se estendem por mais de 20 mil. O Pays du Beaujolais inclui no total 147 municípios. 

 O clima nesta área conta com invernos bastante rigorosos, primaveras úmidas, que constituem reservas hídricas, verões muito quentes e secos e outonos mais amenos. Há três classificações que separam esses vinhos: os Crus du Beaujolais, Beaujolais Villages e Beaujolais.


   Popularmente, a festa do Beaujolais Noveau é amplamente conhecida, principalmente na França, onde acontece na terceira quinta-feira de todo mês de novembro. Eu me lembro que as pessoas buscavam nas lojas o vinho em ritmo de frenesi. Era realmente uma data muito esperada e os vendedores já sabiam que teriam trabalho extra para atender tamanha clientela.

  Além do Beaujolais Noveau, temos também o Beajoulais Village, um vinho mais profundo que o anterior, e que apresenta notas de mais leveza e simplicidade. Já o Crus de Beaujolais é mais complexo e costuma ser lançado no mercado um a dois anos após a colheita. E tem grande potencial para envelhecer na cave por mais alguns anos. 

  Seja qual for o Beaujolais de sua escolha, você vai descobrir na taça muita riqueza e prazer. Os vinhos são festivos e agradam desde os paladares mais simples até os mais sofisticados. Santé! 

Dica de degustação
Brouilly Albert Bichot 2011
Safra 2011
Notas de degustação: vermelho - rubi, com fantástico aroma de frutas vermelhas que vai evoluindo para aromas terciários, como frutas secas e  vegetação. Um vinho estruturado, redondo, com taninos sedosos e com uma boa evolução em garrafa.
Onde encontrar?
Importadora Winebrands







 Michele Montanha é graduada  em jornalismo e Master of Science in Wine Management, com diploma pela Universidade de Paris Ouest, na França, e OIV (International Organisation of Vine and Wine).
#prazeresdovinho, #BeajoulaisNoveau, #França 

0 comentários: