PETS 'ATIVISTAS' PARTICIPAM DE PROTESTO NA ONU DE NOVA YORK!

24.1.18 Simone Galib 0 Comments

   Nunca se protestou tanto e por tantos motivos. Todo dia tem um movimento ao redor do mundo. Mas, a manifestação que aconteceu nesta quarta-feira, 24 de janeiro, na sede da ONU em Nova York, foi bem inédita, além de muito bacana: ativistas e cães saíram às ruas em apoio à campanha Forever Against Animal Testing (Para sempre contra testes em animais).

  A ação foi patrocinada pela The Body Shop, rede inglesa de cosméticos naturais, em parceria com a Cruelty Free International (organização sem fins lucrativos que luta para acabar com os testes em animais).

 Os manifestantes - humanos e pets - usaram cartazes, faixas e bandanas em apoio ao movimento. O influencer e fotógrafo de pets The Dogist (@TheDogist), que apoio a campanha no Canadá e nos Estados Unidos, Louboutina, outro influenciador de temas relacionados a pets no instagram se uniram na causa.

  Essas fotos que você está vendo aqui foram tiradas às 10h (horário local da costa leste americana), em Nova York. Os pets ativistas tiveram a ajuda de treinadores e veterinários para garantir que nenhum sofrimento fosse causados a eles. Bonitinhos, não?  

  O que essa turma toda quer é destacar que 80% dos países do mundo ainda não têm leis banindo testes em animais para fins cosméticos. Eles também estão incentivando os consumidores a apoiar a campanha, assinando a petição global www.foreveragainstaniamaltesting.com

  Nos últimos seis meses foram coletadas 4,1 milhões de assinaturas, o que faz desta petição a maior já existente contra testes em animais. A meta é que várias empresas também apoiem a causa.

  Quando esse número atingir 8 milhões de assinaturas, o abaixo-assinado será entregue à ONU pedindo que sejam proibidos os testes com os animais para fins cosméticos.

  A gigante L´Oreal vendeu, em setembro de 2017, a rede de lojas The Body Shop para a brasileira Natura, que também se posiciona contra essa crueldade dos testes.

  E, então, você já assinou a petição mundial? Eles merecem!


 




0 comentários: