CRIANÇAS ESTRELAM VÍDEOS DE CONTEÚDO SEXUAL EM BUSCA DE LIKES!

28.4.19 Simone Galib 0 Comments

       O caso chocou a Espanha: a polícia identificou 110 menores que publicaram vídeos de conteúdo sexual, produzidos por eles mesmos, em suas contas das redes sociais. As imagens mostram crianças entre 2 e 13 anos como protagonistas.

    Segundo o jornal El País, as postagens foram feitas em suas contas individuais nos diferentes perfis do Instagram, Periscope, Twitter e YouTube.

    O que pretendiam com isso? Conseguir mais seguidores em seus canais e mais curtidas em suas postagens nas redes. Assim, gravaram cenas se masturbando ou fazendo sexo.  

     Esta foi a primeira mega operação contra a disseminação de material de conteúdo sexual infantil realizada na Espanha, revela a Polícia Nacional em nota.

    A polícia diz ter sido alertada pelo Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas de que estavam sendo cometidos crimes de distribuição de pornografia infantil no país. A investigação começou em 2018.

   Surpresos, os agentes descobriram que as postagens foram feitas pelos mesmos menores que apareciam nos vídeos. Diz a nota que "as crianças identificadas aproveitaram momentos íntimos em suas casas para gravar imagens com alto conteúdo sexual."

   Em alguns casos "apareciam nos vídeos com amigos ou familiares da mesma idade". Elas contaram que queriam apenas likes. Mas, a investigação descobriu também que vários adultos as tinham contatado interessados no material.  

   Os pais sabiam que os filhos usavam as redes, mas não quais eram suas atividades nelas. Segundo a polícia, em alguns casos "apareceram crianças entre 2 e 5 anos", sendo filmadas por parentes mais próximos nuas ou seminuas.

    Embora o material tenha sido produzido em um ambiente familiar e lúdico, as crianças foram expostas e disponibilizadas a terceiros pelas redes sociais.

   A polícia trabalha agora na identificação de outras 20 crianças em todo o território espanhol.

    Esse caso mostra o quanto as crianças e adolescentes correm riscos na internet por descaso dos seus próprios pais e familiares. Além de não acompanharem suas atividades nas redes sociais, eles ainda as mostram, atraindo a atenção de pedófilos!  









0 comentários: