COM INCERTEZA DO BREXIT, ENSINO BRITÂNICO APOSTA EM ESTRANGEIROS

5.6.19 Simone Galib 0 Comments

         A possível saída do Reino Unido da União Europeia preocupa o setor de educação. As principais universidades da Grã-Bretanha e mais de 2 mil escolas particulares já se preparam para lidar com as incertezas do Brexit.

     Segundo o Independent Schools Council, algumas instituições estão atraindo estudantes estrangeiros para seus cursos de verão e abrem campi no exterior antes da decisão do parlamento britânico. 

      O centenário King´s College London, por exemplo, abriu novo campus em Frankfurt no verão passado. Dos seus 26 mil alunos, 8,6 mil (33%) são procedentes de 140 países.

     A principal preocupação é que, caso o Brexit seja aprovado, a Grã-Bretanha e a Irlanda do Norte recebam menos estrangeiros depois de outubro. Então, se você quer estudar na Inglaterra, a hora é esta.

     Alguns brasileiros também se antecipam, como Carolina Ierardi, de 17 anos, aluna do Colégio Marista Arquidiocesano, em São Paulo, que fará em julho um curso de duas semanas de Human Body (anatomia) no King´s College, onde a seleção é criteriosa.

   A universidade, fundada em 1829, é a terceira mais antiga da Inglaterra, consolidando-se como um dos maiores centros de formação de medicina da Europa. É reconhecida também no ensino de direito, ciências sociais e psicologia. Passaram por ela 12 ganhadores do Prêmio Nobel e dezenas de chefes de estado. Junto com Oxford e Cambridge integra o Golden Triangle, ou seja, o triângulo dourado das instituições britânicas.   

   #brexit, #kingscollege

0 comentários: