SEM TRÉGUA NO NATAL: GREVE NA FRANÇA PODE DURAR ATÉ O FINAL DE DEZEMBRO!

17.12.19 Simone Galib 0 Comments

        Não está fácil a vida dos turistas que escolheram dezembro, mês das compras de Natal, para visitar a França. Muito menos para os franceses. Ambos enfrentam  dificuldades para se locomover no país, com transportes precários, em razão da greve contra a reforma da previdência de Emmanuel Macron, que entrou no 13º dia. 

     Nesta terça-feira (10), novas manifestações aconteceram nas principais cidades do país. Segundo o Ministério do Interior, 615 mil pessoas foram às ruas, 76 mil delas somente em Paris. Em 5 de dezembro, início da greve geral, esse número ultrapassou 800 mil.

     O movimento, que começou nos transportes, teve nesta terça-feira a adesão de outras categorias, como professores, funcionários públicos, advogados, médicos e profissionais de saúde, entre outras.

     E, se depender dos sindicatos, não haverá trégua nem mesmo no Natal. Em nota à imprensa, o Intersindicale (que reúne várias associações de trabalhadores) diz que "sem uma resposta do governo nas próximas horas, os sindicatos deverão promover ações até o final de dezembro."

     O governo tenta conseguir essa pausa para que os franceses possam viajar nas festas de Natal e réveillon.

      Em Paris, metade das linhas de metrô estão totalmente fechadas. Ônibus e trens operam com horário reduzido. Os franceses usam meios alternativos de transporte, como bicicleta e patinetes, além de enfrentarem enormes congestionamentos.    

     

     




     







0 comentários: