FAMÍLIA REAL VAI DISCUTIR CRISE PESSOALMENTE E WILLIAM FALA DE SUA TRISTEZA!

12.1.20 Simone Galib 0 Comments

       A rainha Elizabeth terá esta segunda-feira (13) movimentada:  a família real vai se reunir para conversar sobre a decisão de afastamento do príncipe Harry e de Meghan Markle de seus cargos na monarquia.

      Estarão no encontro, além da monarca, o príncipe Charles, o príncipe William e Harry. Meghan Markle deverá participar, via telefone, do Canadá, onde ela está com o filho do casal, Archie. Será a primeira vez, depois da crise, que avó e neto estarão frente a frente.

     Fontes do palácio acreditam que dificilmente um desfecho será alcançado nesta reunião. Para o correspondente da BBC na realeza, Jonny Dymond, é possível que surja um primeiro passo para uma solução, como é o desejo da rainha.

    Ele acrescenta que existem "obstáculos formidáveis" a serem superados nas negociações.

A TRISTEZA DE WILLIAM
       O príncipe William falou pela primeira vez sobre o vínculo rompido, diz o jornal Sunday Times.

      "Abracei o meu irmão a vida toda e não posso mais fazer isso; somos entidades separadas", teria dito ele a um amigo, publicou o jornal.

    "Faremos tudo o que for possível e tudo o que posso fazer é tentar apoiá-los e torcer para que chegue a hora em que todos cantemos na mesma página."

       Neste domingo (12), a rainha foi vista sorrindo e acenando para a multidão, quando foi à igreja em Sandringham, onde a família costuma passar o inverno. 

     Na avaliação da imprensa britânica, a questão mais complicada será concordar com a posição financeira dos Sussex, que disseram em seu comunicado, que pretendem "recuar" como membros da realeza sênior e trabalhar para se tornarem financeiramente independentes.

    O casal também disse que quer dividir seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, enquanto "continua a honrar nosso dever para com a rainha, a Commonwealth e nossos patrocínios".

   É provável que haja implicações fiscais em qualquer decisão que seja baseada fora do Reino Unido por qualquer período de tempo. Além disso, eles querem continuar a usar os títulos reais e criaram sua própria marca, Royal Sussex, além de terem lançado um site independente. 

     









0 comentários: