CORONAVÍRUS: MILÃO VIVE DIA DE TRANSTORNO NOS TRENS E RUAS SEMI DESERTAS

24.2.20 Simone Galib 0 Comments

      Com a região da Lombardia no epicentro do Coronavírus, Milão, o centro financeiro do país, sofre os efeitos do crescimento do surto na Itália, onde sete pessoas já morreram e há mais de 200 infectadas.

       Os trens foram bloqueados entre Milão e Roma na estação de Casalpusterlengo, considerada "zona de contenção" do coronavírus, informou o site da Trenitalia. 

      Isso porque um funcionário da estação teve exame positivo no final da manhã desta terça-feira (24). Os trens ficaram parados por cinco horas, causando transtornos no sistema ferroviário.

      Além do toque de recolher (das 18h às 6h), o Palácio da Justiça também limitou suas funções. Todos os julgamentos envolvendo réus, defensores e magistrados, nas áreas onde ocorreram os casos, foram adiados.

      Com museus, escolas, comércio e demais atividades suspensos, Milão ficou semi deserta nesta segunda-feira. As prateleiras dos supermercados esvaziaram e os metrôs tinham poucos passageiros. Os sites de compras online tiveram congestionamento de pedidos. 

     Em Roma, há supermercados também vazios, embora a capital não esteja na área de restrição.

    Todas as missas no norte da Itália também estão suspensas. Com as restrições, o arcebispo de Milão, Mario Delpini, sugeriu que as pessoas podem usar o tempo "também para rezar", segundo o site do Vaticano News.

     Pelo menos 11 cidades da região foram colocadas em quarentena, o que afeta cerca de 50 mil moradores.





       







0 comentários: