FAMÍLIA PROCURA JORNALISTA POPULAR NA WEB 'FORÇADO' A QUARENTENA' NA CHINA!

9.2.20 Simone Galib 0 Comments

         Enquanto muitos morrem na China vítimas do coronavírus, outros simplesmente "desaparecem", deixando suas famílias desesperadas.

     Desde quinta-feira (6), amigos e familiares do advogado e jornalista chinês Chen Qiushi, de 34 anos, não conseguem ter notícias dele. Dizem que foi forçado a entrar em quarentena pela polícia de Wuhan depois que divulgou vídeos sobre a doença e que viralizaram nas redes sociais.   

    Segundo a CNN, o desaparecimento de Chen foi muito comentado no Weibo -plataforma de mídia social chinesa parecida com o Twitter.

    Além disso, os relatos de Chen, feitos a partir de Wuhan, estavam ganhando muita visibilidade no Twitter, onde ele tem mais de 250 mil seguidores, e no seu canal do YouTube, com cerca de 430 mil assinantes. 

    Ele chegou a transmitir ao vivo no Weibo, mas seu perfil foi desativado pelas autoridades chinesas, depois que ele relatou protestos em Hong Kong, em 2019.

     No final de janeiro, Chen viajou para Wuhan a fim de fazer reportagens no local. Como ele tinha mais de 740 mil seguidores no Weibo, prometeu que continuaria a falar sobre a epidemia.

     A família e os amigos conseguiram acessar suas contas nas redes sociais, usando o login que ele havia deixado por precaução. Eles conversavam diariamente várias vezes ao dia. Na quinta-feira à noite parou de responder às ligações. 
     
   Os pais de Chen foram notificados pela polícia chinesa de que o filho havia sido "detido em nome da quarentena". Mas, não divulgam a sua localização, diz a família.












0 comentários: