AVIAÇÃO: 25 MILHÕES DE EMPREGOS PODEM DESAPARECER DEPOIS DA CRISE!

9.4.20 Simone Galib 0 Comments

      Cerca de 25 milhões de empregos correm o risco de desaparecer do mundo  com a paralisação de viagens aéreas pela pandemia de coronavírus. 

     A estimativa foi feita pela IATA, Associação Internacional de Transporte Aéreo, em Genebra, na Suíça.

    Segundo a análise, a subsistência de 65,5 milhões de pessoas depende da indústria da aviação, incluindo outros setores, como viagens e turismo.

   Deste total, 2,7 milhões são empregos em companhias aéreas, que enfrentam restrições rigorosas de viagens por três meses. 

   Assim, a IATA calcula que em torno de 25 milhões de postos de trabalho na aviação e nos setores relacionados podem desaparecer no mundo.  

    Pelos cálculos, a Ásia/Pacífico seria o continente mais prejudicado, com 11,2 milhões de empregos a menos. Em segundo lugar, está a Europa (5,6 milhões), seguida pela América Latina (2,9 milhões) e América do Norte (2 milhões).

    Neste cenário assustador e sem precedentes, a receita dos passageiros deve sofrer uma queda de US$ 252 bilhões em 2020, o que representa 44% a menos do que em 2019.
  
    O segundo trimestre é o mais crítico, com redução de 70% da demanda no pior momento do período, obrigando as empresas aéreas a utilizarem US$ 61 bilhões de suas reservas de caixa.
  
    Por isso, as empresas aéreas pedem aos governos ajuda financeira imediata para que as companhias consigam obter a recuperação, quando a pandemia estiver contida.


   "Não há palavras para descrever o impacto devastador da covid-19 no setor de transporte aéreo. Essa dor será compartilhada por 25 milhões de pessoas", diz Alexandre de Juniac, diretor-geral e CEO da IATA. 

    Alguém acredita que o mundo voltará a ser o mesmo quando tudo isso acabar?

0 comentários: