FALTA DE RESPEITO TEM LIMITES, SENHORES GOVERNADORES!

10.4.20 Simone Galib 0 Comments

 
      
Não é sob ameças, monitoramento ilegal de celulares e voz de prisão que os brasileiros, isolados em suas casas para se proteger de uma pandemia, merecem ser tratados.

     Cegos pelo poder que pensam ter, estão cometendo atrocidades, usando como falso pretexto o de salvar vidas para fazer campanha política, bater de frente com o governo federal e até desviar recursos da saúde.

    Alguns governadores são acusados de superfaturar obras voltadas ao combate da doença, como hospitais de campanha e compras de suprimentos médicos, como respiradores.

    Outros ainda tiram os valores gastos do Portal de Transparência, pegando carona na lei de emergência pública que os isenta de fazer licitações para serviços. Já sabemos muito bem como isso funciona por aqui.

    Fecharam ilegalmente locais públicos, como orlas de praias, estradas, deixaram caminhoneiros sem postos de abastecimento e comida nas rodovias. Estão empurrando o país para um clima de anarquia e autoritarismo. 

    Cidadãos são perseguidos até dentro do mar, como nos contou um desembargador, referindo-se à retirada de três surfistas da água em Santos.

    Tudo isso em nome do isolamento ou distanciamento social para evitar a disseminação da doença.

    Mas, é em São Paulo, o estado mais rico do país, que assistimos diariamente showmícios de autoritarismo e marketing, em nome do coronavírus.

    O governador João Dória resolveu monitorar a população da grande São Paulo por meio de um acordo com as operadoras de telefonia, a exemplo do que faz a China desde o início do surto.

   Foi à TV e ameaçou a população: "Se não atingirmos os 70% de isolamento durante o fim de semana, vamos tomar medidas mais drásticas na segunda-feira, como voz de prisão", disse às vésperas da Sexta-feira Santa (10).

   E não é que hoje já recebi uma mensagem do governo do estado quando fui ao hortifruti, a um quarteirão da minha casa, com máscaras de proteção e luvas?  

   A mensagem marqueteira, que chegou ao celular no minuto que pus os pés na rua, vem em formato de um guia para combater o coronavírus. Mas, tem o recado implícito: "Sorria, você está sendo vigiada". Isso fere completamente o direito constitucional de ir e vir.

   Não precisamos de um guia feito pelo governo para combater a disseminação do vírus. Os meios de comunicação massacram nossos ouvidos dia e noite com esses serviços.

   As pessoas estão conscientes dos riscos que correm e não o escolhemos como o responsável por nossa saúde. Essa é uma tarefa que cabe a cada um de nós.

   O mais interessante é que São Paulo, a metrópole com mais de 11 milhões de habitantes, está vazia há praticamente duas semanas.

   Os paulistanos jamais a tinham visto assim. As pessoas estão respeitando a quarentena, sim. Saem nos seus bairros para comprar comida e remédio, onde todo o comércio está fechado.

   E existem aqueles que não podem parar de trabalhar porque seus serviços são essenciais.

   Portanto, esse showmício do sr. Dória é totalmente dispensável.

   O governador fere a Constituição e fere principalmente seus eleitores a quem deve satisfação e respeito.

  Não foi eleito para monitorar o celular dos paulistanos ou de quem quer que seja. Muito menos para desrespeitar o presidente da República, que não concorda e nem estimula esse comportamento. 

   O curioso é que justamente muitos dos que votaram nele o criticam diariamente nas mídias sociais. 

  Milhares de paulistanos, como eu, estão descontentes com esse comportamento autoritário, desnecessário e que extrapola ideologia política. É um grande jogo de poder!

   Em nome de uma pandemia, que está ceifando milhares de vidas no mundo inteiro, o governador aproveita para fazer campanha eleitoral para satisfazer a sua ânsia de poder. É essa mensagem que ele me transmite.

    Assim como nós estamos trancados em nossas casas, a Constituição do país também foi parar na quarentena. E não sabemos se ela vai sair porque não a respeitam mais! 

    Que Deus nos livre e guarde do nosso mais letal vírus: a falta de caráter de alguns políticos brasileiros, que jamais se preocuparam ou vão se preocupar com os cidadãos de bem deste país!

     

     
      






   

   

0 comentários: