PRIMAVERA EM VENEZA: A VIDA RECOMEÇA, DEVAGAR E SILENCIOSA!

16.4.20 Simone Galib 0 Comments

      Veneza começa sair aos poucos do isolamento, mas não lembra em nada a cidade fervilhante de alguns meses atrás, quando a vida dos italianos (e de boa parte do mundo) foi bruscamente paralisada pelo coronavírus.

    Nesta primavera, os canais estão bem mais limpos, o ar menos poluído e a cidade continua silenciosa em razão da quarentena. Até os próprios moradores estranham.

   Depois de um mês de confinamento, algumas pessoas já circulam nas ruas, protegidas com máscaras e luvas. 

   Lojas, como livrarias, papelarias e de roupas infantis, foram autorizadas a reabrir a partir de terça-feira (20). Mas, poderão funcionar apenas dois dias por semana.

   Sem o turismo, sua principal fonte de renda, a cidade tenta se adaptar à fase dois da pandemia. E ninguém tem dúvidas de que muitas restrições vão permanecer.

    Pode-se sair, mas, para prevenir o contágio, autoridades locais determinaram uma distância de 2 metros entre as pessoas.

    Na região de Vêneto, da qual Veneza é a capital, ocorreram 940 das cerca de 22 mil mortes registradas no país ao longo dos últimos dois meses. 

    Em toda a Itália o período de restrição vai até 3 de maio, com flexibilização gradual nas atividades econômicas e sociais.

    O fato é que ninguém sabe ao certo como será a vida daqui para a frente. Tudo será uma nova experiência, um recomeço. Tanto que o governo italiano já pediu a especialistas que elaborem um "manual de convivência com o vírus". 

       
















0 comentários: