REAPARECE JORNALISTA CHINÊS LEVADO PELA POLÍCIA DURANTE SURTO EM WUHAN!

23.4.20 Simone Galib 0 Comments

      O jornalista chinês Li Zehua, desaparecido misteriosamente durante o surto em Wuhan, reapareceu depois de dois meses. Ele conta que foi detido e forçado a entrar em quarentena pela polícia. 

    Zehua, que fazia a cobertura do surto na cidade, foi visto pela última vez em 26 de fevereiro. Ele disse que estava dirigindo quando um SUV branco o interceptou, forçando-o parar. 

   Assustado, acelerou o carro, fugiu e conseguiu chegar em casa. Ele gravou o vídeo da perseguição e postou no mesmo dia. 

  Três horas depois, bateram à sua porta e três homens, que se identificaram como agentes de segurança, entraram em seu apartamento. Nunca mais foi visto.

   Segundo o jornal The Guardian, ele postou agora um vídeo nas mídias sociais explicando o seu desaparecimento.

   Li conta que eles o levaram a uma delegacia onde foi interrogado por 24 horas. A polícia alegou que ele estava sendo investigado sob a acusação de perturbar a ordem pública.

   Não ficou preso e nem foi acusado, mas a polícia disse que precisaria ficar em quarentena porque havia visitado "áreas sensíveis à epidemia".  

   Antes de ser levado, o jornalista visitou vários lugares em Wuhan, como a comunidade que realizou um grande banquete em plena epidemia, e o crematório que contratava novos funcionários para ajudar no transporte de cadáveres, informou a Rádio Free Asia.

   Li foi libertado em 28 de março e passou um tempo em sua cidade natal em outra província.

    No vídeo, ele também conta que foi tratado educadamente pelos policiais durante a quarentena. Tinha três refeições por dia e era monitorado por seguranças.

    Outros dois jornalistas, que também mostravam em suas redes sociais a situação de Wuhan, continuam desaparecidos.

 












0 comentários: