PÁSSAROS SELVAGENS SE APROXIMAM DAS CASAS NA QUARENTENA DA NOVA ZELÂNDIA!

3.6.20 Simone Galib 0 Comments

   Sem a interferência humana, a natureza respirou aliviada durante a pandemia.  E os efeitos, agora, são visíveis em vários países.

   Na Nova Zelândia, pássaros locais mudaram de comportamento. Conhecido pelos cuidados com o meio ambiente, o país abriga 168 espécies de aves, 93 delas nativas. O kiwi (foto) é o mais famoso e o mais diferente de todos eles.

  Curiosos em explorar novos territórios e atraídos pelo silêncio das ruas, eles começaram a aparecer nas cidades e até nas casas das pessoas. 

   Enquanto a maioria da população estava em quarentena, cinco pássaros jovens da espécie nativa tuturuatu, uma das mais ameaçadas de extinção (há apenas 250 restantes no país), foram autorizadas a viajar de avião.

   Aterrissaram no santuário Zealandia, em Wellington, uma das mais concorridas atrações turísticas de lá. É o primeiro ecossistema urbano, com 225 hectares, totalmente vedado do mundo e que já reintroduziu 18 espécies de animais selvagens nativos ao seu habitat.   

   Ali renasceram, criando uma nova rotina. Percorreram inúmeros espaços da reserva e, quando um guarda florestal estava por perto, os pássaros, curiosos, se aproximavam e até pousavam nos guidões dos seus quadriciclos - uma situação inédita.

  Esse fenômeno também foi registrado em várias regiões do país, surpreendendo os moradores que viram pássaros até então não percebidos.

   "Com a vida mais silenciosa e lenta, é possível que as pessoas também estejam desacelerando e percebendo os pássaros e a natureza. Talvez, eles tenham estado sempre por lá, mas só agora conseguimos vê-los", diz Ellen Irwin, chefe do santuário de vida selvagem.

   Esta, sem dúvida, é uma das lições positivas da fase difícil que o mundo atravessa. Que a natureza seja respeitada, a partir de agora, tanto quanto nossa saúde e bem-estar!






0 comentários: