MEMBRO DA ELITE DA SAÚDE DOS EUA ALERTA SOBRE INSURREIÇÃO ARMADA DE ESQUERDA E É AFASTADO!

16.9.20 Simone Galib 0 Comments

  

  Novos efeitos colaterais do uso político da pandemia nos EUA: o secretário adjunto de relações públicas do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, Michel Caputo, está "tirando licença temporária" depois de alertar os americanos para estocar munição a fim de enfrentar "uma insurreição armada de esquerda" no país.

   O consultor científico de Caputo, Paul Alexander, também deixará o departamento permanentemente, diz o The New York Times. Para boa parte da mídia americana, é mais uma teoria da conspiração.

   A licença, anunciada pela agência nesta quarta-feira (16), ocorre depois de Caputo ter acusado os principais cientistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) de "sedição" (revolta ou crime contra a segurança de um país) pela resposta dada à pandemia.

  As afirmações foram feitas por ele durante uma live no Facebook, no último domingo. E a busca pelo significado da palavra sedição aumentou 3.800% na internet.    

  Caputo disse que o CDC tinha uma "unidade de resistência" para planejar ataques a Donald Trump e que os apoiadores do presidente deveriam se preparar para uma insurreição armada de esquerda.  

  "Se vocês carregarem armas, comprem munição, senhoras e senhores, porque será difícil enfrentar. Lembram do apoiador de Trump baleado e morto? Isso foi um exercício", afirmou.




0 comentários: