VIROLOGISTA CHINESA QUER CONTAR A VERDADE SOBRE O CORONAVÍRUS AOS EUA: 'NÃO TEMOS MUITO TEMPO'

11.9.20 Simone Galib 0 Comments



 A virologista Li-Meng Yan disse que o governo chinês escondeu o surto de coronavírus e que vai produzir um relatório com evidências científicas de que o vírus foi criado pelo homem em um laboratório de Wuhan.

 As declarações da especialista foram dadas nesta sexta-feira (11) no programa Loose Women, talk show britânico transmitido pela ITV. Ela apareceu online de um lugar secreto.  

 Especializada em virologia e imunologia na Escola de Saúde Pública de Hong Kong, um dos principais centros mundiais de pesquisa de doenças infecciosas e braço importante da rede global de epidemiologia da OMS. Foi uma das primeiras a estudar o coronavírus.
  
 No final de dezembro de 2019, recebeu do seu supervisor na universidade a tarefa de investigar um grupo estranho de casos semelhantes à SARs, que ocorria na China continental.
  Por meio de seus contatos médicos e científicos, ela afirma ter tropeçado em uma descoberta de proporções épicas.

 "Sabia que era um vírus perigoso, que eu não podia ficar calada porque a saúde global estava em risco". 

 Porém, as evidências encontradas sobre a transmissão humana e as alegações de que Pequim distorceu deliberadamente os detalhes da origem do vírus foram ignorados.

 A partir daí, precisou fugir de Hong Kong temendo que sua vida estivesse em perigo. A cientista revelou que o governo apagou "todas as suas informações" dos bancos de dados. E que seus colegas foram "instruídos a espalhar boatos sobre ela".
   
 Para a especialista, "o mercado de carne em Wuhan é uma cortina de fumaça e esse vírus não veio da natureza". Yan reitera que ele "surgiu no laboratório de Wuhan".

   "A sequência do genoma é como uma impressão digital humana. Vou usar essa evidência para mostrar porque o vírus veio do laboratório, criado pelas pessoas", disse.
  Segundo ela, qualquer pessoa sem nenhum conhecimento de biologia poderá verificar e identificar por si própria.
  
 A cientista enfatiza ser fundamental entender isso. "Não podemos superá-lo, será uma ameaça à vida de todos". 


  "Estou esperando para contar tudo o que sei, fornecer todas as evidências ao governo dos Estados Unidos", acrescentou Yan. "E eu quero que eles entendam como isso é terrível. Não é o que você viu, é algo muito diferente. Temos que perseguir as evidências verdadeiras porque esta é uma parte fundamental para impedir esta pandemia. Não temos muito tempo", disse ela à Fox News.



 A comissão nacional de saúde chinesa negou, dizendo que não há evidências de que o novo coronavírus foi criado em um laboratório.
  
 "Assim que os casos foram identificados na cidade de Wuhan, a China agiu imediatamente para conduzir investigações e impedir a propagação da doença", disse um porta-voz à emissora britânica.

0 comentários: