DISNEY VAI INVESTIR EM CONTEÚDO E STREAMING PARA COMPENSAR PREJUÍZOS DA PANDEMIA

12.10.20 Simone Galib 0 Comments


   Nem novidades nos parques, nem em cruzeiros temáticos. A Disney anunciou nesta segunda-feira (12) uma grande reorganização em seus negócios e a principal aposta do grupo é o streaming.

   Como a pandemia continua afetando duramente suas principais fontes de receita, a companhia vai priorizar esforços para produzir conteúdo.

  Por isso, foi criado um novo grupo de distribuição de mídia e entretenimento, responsável pela monetização e distribuição de todo o conteúdo e as operações de streaming.

   O novo conteúdo será produzido pelos estúdios, entretenimento geral e esportes.

   
  Os investidores gostaram da iniciativa e as ações da Disney subiram 5% no fechamento do pregão desta segunda-feira.

  Desde o início do ano, a gigante do entretenimento viu suas ações despencarem 15% porque, com a pandemia, foram paralisados os cruzeiros, fechados os parques temáticos, interrompida a produção de filmes e a transmissão da maioria dos esportes ao vivo.

Em setembro, a companhia anunciou que seriam demitidos cerca de 28 mil funcionários.

Enquanto isso, o Disney Plus (plataforma de streaming) continua em ascensão visto que as pessoas preferem passar o maior tempo em casa.

Segundo a Disney, a empresa conquistou em agosto mais de 100 milhões de assinantes pagantes em suas plataformas - metade deles também clientes do Disney Plus.

Essas mudanças entrarão em vigor no primeiro trimestre de 2021, informa a Disney.

E assim o mundo vai ficando cada vez mais virtual. 




























0 comentários: