TRUMP REAFIRMA VITÓRIA E ADVOGADA DIZ QUE VAI PROVAR FRAUDES NO TRIBUNAL!

20.11.20 Simone Galib 0 Comments

  
   Mais de duas semanas depois das eleições nos EUA, permanece ainda indefinido o nome do futuro presidente americano. Nesta sexta-feira (20), Donald Trump deu uma entrevista na Casa Branca, afirmando mais uma vez que "venceu".

   Trump também criticou a Pfizer e a indústria farmacêutica, chamada por ele de Big Pharma, que notificaram a eficácia da vacina contra o coronavírus logo após as eleições.

"Big Pharma gastou milhões de dólares em anúncios negativos contra mim durante a campanha que, por sinal ganhei, mas vamos descobrir isso. Quase 74 milhões de votos", disse o presidente.


   E acrescentou:

"Esses jogos corruptos não nos impedirão de fazer o que é certo para o povo americano."

  Trump atribui esse comportamento da indústria farmacêutica à sua política em relação ao preço dos medicamentos.

  A advogada do time de Trump, Sidney Powell, disse que vai provar o caso de fraude eleitoral em até duas semanas no tribunal.

  Considerada uma das mais respeitadas advogadas do país, Powell afirmou ter evidências o suficiente para defender sua tese de que as eleições foram fraudadas.

  "Há evidências significativas de interferência estrangeira dos piores países comunistas da Terra em nossa eleição", afirmou ao programa Fox Business nesta sexta-feira.

  Segundo ela, são evidências matematicamente irrefutáveis, dadas por especialistas, que dizem o mesmo: "observadores viram os votos chegarem e viram as máquinas ser manipuladas".

  Do outro lado do front, Joe Biden comemorou hoje 78 anos. Na avaliação da imprensa americana, que o projeta como presidente eleito, em dois meses vai comandar "uma nação dividida com a pior crise de saúde do século, desemprego e injustiça racial".

  Na paralela a este desafio, ele tem outro: demonstrar aos americanos que a idade é apenas um número. Caso sua vitória se confirme, ele será o presidente mais velho na história do país.









0 comentários: