PREFEITURA DE NOVA YORK PROÍBE CLIENTE DE USAR BANHEIRO DE RESTAURANTE, MAS VOLTA ATRÁS!

18.12.20 Simone Galib 0 Comments


    A falta de bom senso de alguns governantes, somada ao espírito tirânico dos mesmos e ao despreparo em lidar com seres humanos, vão deixar o mundo cada vez mais doente. E não será pelo coronavírus.

   Nesta sexta-feira (18), os moradores de Nova York amanheceram com a bizarra regra que proibia os clientes de usar o banheiro interno dos restaurantes.  

   É que o advogado da prefeitura despachou um novo conjunto de normas, determinando que não seria permitida a presença de nenhum cliente dentro de um estabelecimento por qualquer motivo, até mesmo para usar o banheiro.

   Diante da repercussão negativa, o prefeito da cidade, Bill de Blasio, disse que a medida "foi um erro".

   "Não sei como isso aconteceu, é simplesmente estúpido. Se você está frequentando um restaurante, tem o direito de usar o banheiro. Isso foi esclarecido e colocado publicamente que houve um erro", afirmou.

   

  Ficou estabelecido que os proprietários podem permitir a entrada de seus clientes no interior do recinto desde que usem máscara.

  Desde a última segunda-feira, a cidade de Nova York está sob rígidas regras, principalmente no que diz respeito aos restaurantes. Eles agora só podem servir comida ao ar livre.

  A metrópole também exige que os pedidos de delivery só podem ser feitos online ou por telefone e os clientes devem ficar do lado de fora de um restaurante para fazer suas encomendas.

  As estruturas externas para refeições devem ser ao ar livre em pelo menos dois lados para permitir "o fluxo de ar". As laterais não são consideradas abertas se cobertas por plástico transparente ou outro material que impeça a circulação do ar.

  As novas regras também determinam que proprietários e funcionários não podem comer no interior do restaurante ou tomar bebidas alcóolicas em qualquer parte do estabelecimento utilizada pelo público.

  Como as pessoas conseguirão almoçar ou jantar ao ar livre em pleno inverno novaiorquino, com neve, chuva e temperaturas abaixo de zero? Claro, que será muito mais aconchegante comer em casa!

  Eles vão destruir a gastronomia da cidade com o fechamento de inúmeros restaurantes, inclusive dos mais antigos, aliás, algo que já está acontecendo, provocando ainda mais desemprego.

  Na semana passada, o 21 Club, um dos endereços mais tradicionais da cidade, anunciou que não tinha condições de voltar a abrir dentro das novas normas e decidiu manter as portas fechadas. A casa funcionava há 90 anos!

  Então, a gente se pergunta: se isso está atingindo a maior economia do planeta, o que será do Brasil, onde todos os nossos direitos individuais já são extirpados em nome da pandemia?

  O que nos aguarda em 2021 depois que a Suprema Corte delegou "plenos poderes" a prefeitos e governadores para impor medidas restritivas àqueles que não tomarem uma vacina ainda não aprovada?







0 comentários: