GUERRA DAS VACINAS: ACIRRA DISPUTA ENTRE EUROPA E REINO UNIDO!

29.1.21 Simone Galib 0 Comments


   A briga por vacinas na Europa está fervendo: Bruxelas partiu para cima da AstraZeneca, afirmando que seu contrato lhe garante ter acesso a milhões de doses feitas no Reino Unido.

  A União Europeia diz também que tem poderes para impedir que os imunizantes da Pfizer destinados às forças armadas britânicas cruzem a fronteira.

   Para a presidente alemã da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que o acordo da UE com a farmacêutica é "claro como o cristal" de que os suprimentos virão de quatro fábricas, incluindo duas na Grã-Bretanha.

   Ela disse ainda que a "AstraZeneca não ofereceu razões plausíveis para problemas na produção" que justifiquem uma queda de 60% na sua primeira entrega no final de março, relata o Daily Mail.

  O clima ficou ainda mais tenso porque a Comissão Europeia publicou seu contrato com a AstraZeneca, enquanto o bloco estaria se preparando para impedir o envio de milhões de doses de vacinas para a Grã-Bretanha nos próximos dias.

   À medida que a disputa se intensifica, a Comissão Europeia estabelecerá um mecanismo para permitir que os estados membros recusem as exportações de vacinas.

 A mudança aumenta os temores sobre se o suprimento esperado da Grã-Bretanha da vacina Pfizer-BioNtech - que é fabricada na Bélgica - poderia ser interrompido. A Grã-Bretanha encomendou 40 milhões de doses.

  Para aumentar a confusão, o principal painel de vacinas da Alemanha disse que não está recomendando a da AstraZeneca para maiores de 65 anos, porque não há evidências suficientes sobre se ele funciona para os idosos.

  A Agência Europeia de Medicamentos deve aprovar hoje o jab AstraZeneca para uso no bloco, mas a Alemanha espera que o regulador imponha restrições sobre a quem ele pode ser dado.

  O ministro da saúde alemão, Jens Spahn, disse: '"ão esperamos uma autorização sem limites."

  Uma fonte diplomática relatou ao The Times: "É hora de todos respirarem fundo e contarem até dez. Uma guerra de vacinas entre a UE e o Reino Unido é uma das piores coisas que podem acontecer agora".

   




0 comentários: