SHOPPINGS CRITICAM FECHAMENTO, AUMENTOS DE IMPOSTOS E TEMEM DESEMPREGO EM SP!

27.1.21 Simone Galib 0 Comments


   O fechamento dos shoppings aos fins de semana no Estado de São Paulo provoca reações negativas por parte dos empresários e lojistas. Eles temem mais desemprego no setor.

  Com a reclassificação do Plano São Paulo, as lojas estão funcionando em horário reduzido em 78% das regiões do estado.

  O comércio também está fechado em Presidente Prudente, Bauru, Marília, Sorocaba, Taubaté, Barretos e Franca. Essas medidas restritivas vão até 7 de fevereiro, quando está prevista nova avaliação.

 A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP) e outras 30 entidades enviaram ofício ao governador João Dória, pedindo a abertura do comércio e das lojas de shoppings no horário regular,a das 10h às 22h.

 Para a ALSHOP, essas medidas podem causar ainda mais desemprego no setor, já bastante afetado pela pandemia ao longo de 2020.

  Somente no estado de São Paulo existem 234 shoppings com 34 mil lojas e responsáveis por 180 mil empregos.

  Os lojistas também criticam o aumento de ICMS por parte do governo Dória, que encareceu os produtos do varejo em até 13,4%.

  Mas, não são apenas os lojistas que estão reagindo as últimas medidas do governador.

  Várias associações de classes promovem manifestações em cidades de São Paulo contra a paralisação da economia paulista.





0 comentários: