AGÊNCIAS ILEGAIS USAM INSTAGRAM PARA 'VENDER' EMPREGADAS DOMÉSTICAS A PAÍSES DO GOLFO!

6.5.21 Simone Galib 0 Comments

   Já foi o tempo em que o Instagram era utilizado somente para postagens sobre destinos, pratos de comida e fotos de celebridades.

  Hoje, há muitas armadilhas na plataforma, como a contratação de mulheres, por meio de agências ilegais, para trabalho doméstico, alguns em regime de servidão, nos países do Golfo Pérsico.

   A denúncia foi feita pelo jornal americano The Washington Post, que analisou mais de 200 contas com indícios de estar praticando marketing de mulheres no Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. 

   Esse mercado paralelo surgiu junto com redes de recrutamento legal que já colocaram milhares de mulheres para trabalhar como domésticas na região do Golfo. 

   Embora as mulheres contratadas por uma agência licenciada também possam enfrentar condições difíceis de trabalho, têm um pouco mais de proteção caso sejam abusadas, podendo buscar ajuda em suas embaixadas, diz o jornal.    

   Algumas das contas identificadas pelo The Post eram de mulheres residentes na Etiópia e no Quênia, anunciadas na plataforma para recrutadores no Oriente Médio.

   Já outras contas pertenciam a agentes no Oriente Médio e eram usadas para anunciar as mulheres para trabalhar em casa de famílias.

   Questionado pelo jornal, o Instagram disse que desenvolveu uma tecnologia específica para detectar esse tipo de conteúdo, mas "ela não é perfeita" e que tem consultado organizações especializadas para combater várias formas de exploração e tráfico humano que usam a plataforma. 

  O Instagram afirmou também que já havia excluído todas as contas.

  O jornal ouviu várias dessas mulheres que relataram trabalho escravo, das 5h da manhã até meia-noite, sem dias de folga, que não tinham permissão para descansar quando ficavam doentes.

   Outras contaram que os patrões se recusavam a alimentá-las, como foi o caso de uma mulher das Filipinas, que chegou a perder 18 kg.

ENQUANTO ISSO...

  No Brasil, um dos golpes mais praticados no Instagram são aqueles em que scammers se passam por celebridades com milhões de seguidores para tentar extorquir dinheiro das mulheres.

  Um dos nomes mais utilizados em contas falsas é o do príncipe herdeiro de Dubai, popularmente conhecido como Fazza3. Há dezenas de perfis com fotos do herdeiro e da família real de Dubai, conforme este blog já mostrou.

Link relacionado

http://www.simonegalib.com.br/2020/10/instagram-e-invadido-por-perfis-falsos.html

  Ainda não temos por aqui denúncias de tráfico de pessoas, mas as mulheres devem ficar sempre atentas, principalmente porque vivemos grande desemprego em função da crise provocada pela pandemia.



    

 



0 comentários: