MAIOR IATE DO MUNDO SERÁ UM CONDOMÌNIO RESIDENCIAL DE LUXO COM 39 APARTAMENTOS!

30.6.21 Simone Galib 0 Comments

    A indústria naval sempre surpreende: será construído um mega iate que funcionará como um condomínio residencial de luxo flutuante.

  Trata-se do Somnio, considerado o primeiro "navio iate" do mundo e que também oferece 39 apartamentos de luxo para privilegiados proprietários.

  O gigayatch, como já é chamado pelos americanos, foi concebido para combinar o melhor dos super iates com os serviços e comodidades de um hotel cinco estrelas flutuante.

                                                                                         Fotos Divulgação
   
  Com 221 metros de comprimento, que comportam seis conveses, está previsto para ser lançado ao mar em meados de 2024.

  A construção, orçada em US$ 600 milhões, será feita pelo estaleiro Vard, da Noruega, sob a inspeção do capitão Erik Bredhe, co fundador da Somnio.

  "Somnio será o único super iate residencial no mundo e os proprietários irão compartilhar um estilo de vida verdadeiramente único no mar", diz Bredhe. 

DOLCE VITA

 

   Os apartamentos, cujos preços começam em US$ 11,2 milhões (cerca de R$ 56 milhões) só serão oferecidos por convite ou indicação, com privacidade garantida: o nome do proprietário será tipo segredo de estado.

  Cada apartamento pode ser personalizado e equipado com várias cabines, além de cozinha, academia, biblioteca e closet.

  Mas, não para por aí. Os donos terão acesso a uma adega e sala de degustação com 10 mil garrafas, além de vários restaurantes e bares.

    Para curtir as melhores vistas enquanto estiver navegando, o iate navio terá um lounge na proa. No convés principal serão instaladas várias piscinas. Um clube de praia completo vai abastecer os que gostam de esportes náuticos.

  Esse mega iate estará equipado para viajar pelos quatro cantos do planeta, desde pequenas passagens pelo Mediterrâneo até expedições na Antártica.    

  E terá equipamentos de pesquisa avançada para que cientistas e especialistas possam explorar os vários ambientes oceânicos.

  Que luxo!







0 comentários: