TRUMP VISITA FRONTEIRA DO MÉXICO-EUA. DEMOCRATAS CRITICAM!

30.6.21 Simone Galib 0 Comments

 

   Donald Trump visitou nesta quarta-feira (30) a fronteira dos Estados Unidos e México pelo lado do Texas. Foi a primeira vez desde que deixou o cargo, em janeiro de 2021.

  Os democratas não gostaram. Alguns criticaram a iniciativa do ex-presidente e dos governadores republicanos da região. 

  Trump disse que o governo Biden está promovendo uma "campanha de desinformação" em torno de suas políticas de fronteira.

                                                          Foto The Dallas Morning News/Reprodução
  "Vamos culpar o xerife, os governadores, vamos culpar todos os outros, menos eles", afirmou.

  E acrescentou:

"O que Biden e Harris fizeram, e continuam fazendo em nossa fronteira, é um abandono grave e deliberado do dever. Espero que minha visita dê destaque aos crimes contra essa nação." 

  Independente de embates políticos, a situação na fronteira EUA-México é complicada. Ali, ocorrem mortes e denúncias de tráfico humano. 

  Números do governo americano mostram que mais de 180 mil pessoas foram presas depois de cruzar ilegalmente a fronteira em maio de 2020.

 Assim que assumiu, Biden rescindiu várias políticas de Trump e devolveu ao Departamento de Defesa bilhões de dólares que haviam sido liberados para a construção do muro. 

  Trump questiona o comportamento da atual gestão: "Eles querem fronteiras abertas ou são incompetentes?"

  Para o deputado democrata do Texas, Filemon Vela, "a narrativa de uma região de fronteira violenta e insegura é flagrantemente falsa" e fronteira não é "uma zona de guerra".

  A vice-presidente Kamala Harris, encarregada por Biden no início do mandato de administrar a questão, visitou pela primeira vez, na semana passada, um centro de acolhimento de crianças no Texas. Harris foi criticada durante meses pelos republicanos por não ter ido antes.

  Após ver as crianças, que estão sem os pais, ela disse que "essa situação não pode ser reduzida a uma questão política.

  "Estamos falando de crianças, de famílias e de sofrimento. Nossa abordagem deve ser cuidadosa", disse.

  O fato é que os governadores do Texas e do Arizona pediram reforço a 48 estados norte-americanos para enviar forças de segurança a fim de ajudar no aumento de imigrantes tentando cruzar a fronteira. Vários acataram o pedido, entre eles Flórida e Dakota do Sul.





 


0 comentários: