POR QUE O GETTR TEM TUDO PARA CONQUISTAR MILHÕES DE USUÁRIOS?

9.7.21 Simone Galib 0 Comments

    O GETTR, novo aplicativo de mídia social comandado por Jason Miller, ex-conselheiro sênior de Donald Trump, está no ar há apenas quatro dias, mas já ocupa seu espaço na discussão de ideias online. 

  Depois de quase um ano de desenvolvimento, foi lançado dia 4 de julho, dia da Independência dos Estados Unidos. Em algumas horas já tinha mais de meio milhão de pessoas inscritas, entre elas Donald Trump.


 Em três dias, o número dobrou (1 milhão) e novos usuários não param de chegar, entre políticos, jornalistas, advogados, empresários, veículos de mídia etc. Jason Miller dá as boas-vindas a cada um deles.

  O presidente Jair Bolsonaro criou seu perfil na plataforma. Vários brasileiros também já estão por lá.

  Criado em resposta à censura sofrida pelo próprio Trump nas plataformas gigantes de mídia social, o GETTR afirma que não vai bloquear usuários por suas opiniões políticas.

   Em entrevista ao site The Spectator World, Miller diz que o aplicativo foi "fundado nos princípios da liberdade de expressão, pensamento independente e rejeição da censura política e cultura do cancelamento que vimos na mídia dos EUA."

  Mas, também tem sua política de moderação de conteúdo, proibindo ameaças, assédio, calúnias raciais ou homofóbicas, entre outros, que podem resultar em suspensões temporárias e até em banimentos permanentes. 

  Essas postagens são identificadas por uma ferramenta de inteligência artificial, mas cada caso será discutido por uma equipe executiva para avaliar se deve ou não remover algo.

   Jaison Miller diz que o aplicativo não vai remover notícias ou proibir compartilhamento das mesmas, muito menos perfis com base em suas declarações ou informações políticas.

  "Isso é algo que nunca faremos. Vamos nos esforçar para que as pessoas possam falar sobre suas convicções políticas", diz ele.

   O GETTR é fácil de se inscrever e navegar. Também já está disponível nas principais lojas de aplicativos, como Google Store e Apple Store. 

   Para criadores de conteúdo, políticos e gente que quer divulgar seus trabalhos, as postagens de texto podem ser maiores (até 777 caracteres) e os vídeos podem durar até três minutos sendo possível editá-los diretamente no próprio aplicativo.

  Também terá ferramentas de transmissão ao vivo e mensagens diretas. Por enquanto, só está na versão em inglês.

   Embora esteja vinculado ao ex-presidente Donald Trump, que segue uma linha mais conservadora, o objetivo é que o GETTR dê voz a todas as tribos, com interações ideológicas diversas, a exemplo do que ocorre em outras plataformas, como Twitter e Facebook.

  Afinal, veio para devolver a liberdade de expressão, como disse Trump. E ninguém gosta de ser censurado, ou banido, por expressar seus pensamentos ou por apoiar este ou aquele candidato.

  Já tenho o meu perfil lá e estou adorando!











0 comentários: