SERRA GAÚCHA TERÁ O PRIMEIRO RESORT DE LUXO DA REDE KEMPINSKI NA AMÉRICA DO SUL

27.8.21 Simone Galib 0 Comments

     O Brasil foi escolhido para receber o primeiro resort da rede de luxo Kempinski na América do Sul: ele será construído em Canela, na Serra Gaúcha, elevando o turismo de lazer, de negócios e o lifestyle da região a um patamar de altíssimo padrão. 

    O hotel Laje de Pedra, que foi desativado em maio de 2020, causando grande comoção na comunidade local, agora terá a bandeira de uma rede com 78 propriedades icônicas em 34 países do mundo e que é referência na hotelaria cinco estrelas. 

A piscina de borda infinita debruçada sobre o Vale do Quilombo
  Considerado um dos mais antigos grupos europeus de hotéis de luxo, foi fundado em Berlim em 1897 e hoje tem sede em Genebra.

   O anúncio foi feito internacionalmente nesta sexta-feira (27), em coletiva com a imprensa brasileira.

  A previsão de estreia é no final de 2024 e o projeto tem investimentos diretos de R$ 540 milhões. 

 

    A rede Kempinski Hotels diz ter escolhido o Laje de Pedras por vários fatores, como o respeito pela memória, a arquitetura modernista imponente e, claro, sua localização sobre o Vale do Quilombo com uma vista fantástica da falésia de 400 metros. 

  "Nós estamos muito felizes em começar esse projeto no Brasil, trazendo de volta esse ícone arquitetônico e posicioná-lo como um destino do mais alto nível", diz Bernold Schroeder, CEO interino e presidente do Conselho de Administração da Kempinski.

 Além disso, há um vínculo afetivo entre o grupo e o Laje de Pedra: o DNA da cultura alemã, que respeita a história e as raízes.

  O hotel brasileiro, construído em 1978, foi eleito inúmeras vezes como o melhor hotel do Brasil, sendo um dos preferidos da elite econômica, cultural e política da região.


RESIDÊNCIAS PREMIUM 

Piscina na cobertura
   O Kempinski Laje de Pedra também terá casas privadas ultra premium, com todos os serviços de um hotel cinco estrelas, com direito a mordomo, adega e garagem privativas fechadas para a segurança dos carros de luxo.

  Os proprietários também poderão fazer intercâmbio com propriedades de alto luxo. Ou seja, a sua casa em Canela pode ser compartilhada em propriedades de igual padrão em mais de 90 países.

  Outro diferencial é que parte das residências funcionarão em regime de propriedade compartilhada.

  Alguns apartamentos poderão ter até quatro proprietários, com uso de 13 semanas por ano, como acontece no mercado de jatos executivos, helicópteros e lanchas.

LAZER E NATUREZA

 

O lobby do hotel
    O antigo hotel será totalmente repaginado. Terá 357 espaçosos apartamentos, quatro restaurantes e cinco bares internacionais com amplos terraços e vistas incríveis, rooftop bar com lareira, teatro, área para eventos, uma academia de 1 mil m², spa de padrão europeu e piscinas aquecidas.

  Os hóspedes desfrutarão ainda de experiências exclusivas junto a exuberante natureza local, como turismo ecológico, cavalgadas, brunch ao ar livre, visitas às vinícolas da região.

  Tudo isso valorizando a arquitetura e os trabalhos dos artistas locais. A decoração será de Patricia Anastassiadis, que assina alguns dos projetos mais sofisticados do país, como o Palácio Tangará.



0 comentários: