VA\CINAÇÃO PARA MENORES DE 16 ANOS CAUSA POLÊMICA E TENSÃO NO REINO UNIDO!

13.9.21 Simone Galib 0 Comments

 

  Está a maior polêmica no Reino Unido envolvendo pais, especialistas e sindicatos de professores. O motivo? A deliberação de vacinar contra a covid crianças saudáveis, entre 12 e 15 anos.

  Segundo a imprensa britânica, cerca de 3 milhões de menores de 16 anos devem ser vacinados a partir da próxima semana.

  Autoridades de saúde dizem que a medida ajudaria a prevenir surtos nas salas de aula e novas paralisações no ensino no próximo inverno europeu. 

  Um dos motivos da polêmica é que o consentimento dos pais será solicitado. Mas os filhos poderão anular a decisão se houver conflito, caso sejam considerados maduros o suficiente para deliberar. Ou seja: a palavra final é do adolescente.

  Muitos pais, indignados, criticaram a postura de deixar a decisão a cargo de crianças pequenas sobre uma vacina que traz riscos de efeitos colaterais, como a miocardite (inflamação do coração).

  Alguns professores afirmam que a medida poderá provocar assédio dos colegas àqueles que optarem por não tomar a vacina., causando discriminação e até exclusão.

  Diretores das escolas contam que já estão recebendo cartas de grupos, ameaçando com ações legais caso as instituições de ensino implementem um programa de vacinação em massa para menores de 16 anos. 

  O sindicato de professores exigiu garantias de que os médicos devem ser os responsáveis sobre o consentimento e a vacinação, em vez de transferirem a questão para as escolas, causando tensão entre os pais.


O QUE DIZ A CIÊNCIA?

 Como é praxe em tudo o que refere ao coronavírus, a comunidade científica está dividida sobre a vacinação de crianças saudáveis, porque o vírus representa um risco muito baixo para elas. Portanto, uma vacinação em massa não faz sentido.

  Muitos médicos também se mostram preocupados pelos efeitos adversos relatados em adolescentes. Muitos foram hospitalizados com miocardite após a vacinação. Houve também mortes de jovens em vários países. 

   A pandemia demonstra estar relativamente controlada no Reino Unido, um dos primeiros países a oferecer vacinas em massa a sua população. 

  As internações hospitalares sofreram redução de 14% na Inglaterra na semana passada e também caíram o número de testes positivos. Mas, as mortes aumentaram cerca de 36%.


E NO BRASIL?

  O Ministério da Saúde, seguindo avaliação da Anvisa, recomenda que menores de 18 anos não sejam vacinados.

  Resta saber se os governadores e prefeitos irão obedecer!



 







0 comentários: