YOUTUBE REMOVERÁ VÍDEOS COM CONTEÚDO INCORRETO SOBRE VACINAS!

29.9.21 Simone Galib 0 Comments

    Atenção youtubers: a plataforma vai remover vídeos que contenham 'informações incorretas' sobre todas as vacinas, incluindo as para covid-19 e catapora, entre outras.  

  O YouTube também promete encerrar os canais de usuários de alto perfil (com muitos seguidores), que espalhariam desinformações. Entre eles, está o de Robert F. Kennedy, sobrinho do senador e um conhecido ativista contra as vacinas.

  Segundo o YouTube, desde o ano passado já foram banidos 130 mil vídeos contendo "desinformação" sobre a vacina da covid-19.

  Mas, o Google (dono da plataforma) acha que precisa de medidas mais rigorosas para combater esse tipo de informação online. Por isso, criou novas regras.

"A atualização da política de hoje é um passo importante para lidar com a desinformação sobre vacinas e saúde em nossa plataforma", disse a empresa em um blog.

 E acrescentou:

  "Nossas políticas não cobrem apenas imunizações de rotina específicas, como para sarampo ou hepatite B, mas também se aplicam a declarações gerais sobre vacinas."

  O YouTube informou ainda que há exceções às novas diretrizes, incluindo "conteúdo sobre política de vacinas, novos ensaios e sucessos ou fracassos históricos" das mesmas.

  Também são permitidos testemunhos pessoais relativos a vacinas, que, para a empresa, são importantes na discussão pública sobre o processo científico.


NÃO SERÁ PERMITIDO...

  Dizer que as vacinas causam efeitos colaterais crônicos, como câncer e diabetes, por exemplo.

  Afirmar que as vacinas não reduzem o risco de contrair doenças.

 Que as vacinas contêm substâncias que não estão na lista de ingredientes da vacina, como matéria biológica de fetos ou subprodutos animais.

 Que elas contêm substâncias ou dispositivos destinados a rastrear ou identificar os receptores.

 Que elas alteram a composição genética de uma pessoa.

 Que provoca autismo.

Que fazem parte de uma agenda de despovoamento.

Dizer que a vacina contra a gripe causa efeitos colaterais crônicos, como infertilidade.

Dizer que a vacina contra o HPV causa efeitos colaterais crônicos, como paralisia.


PUNIÇÕES

  Caso o conteúdo seja sinalizado como uma violação das novas políticas da plataforma, o usuário receberá um e-mail explicando o motivo.

  Na primeira vez, o YouTube deve apenas remover o vídeo. Mas, se os usuários continuarem produzindo conteúdo não permitido terão o canal encerrado, geralmente após três avisos em 90 dias.

















0 comentários: