LIXO DA PANDEMIA: 25 MIL TONELADAS DE RESÍDUOS PLÁSTICOS POLUEM OCEANOS DO MUNDO!

9.11.21 Simone Galib 0 Comments

    Mais de 25 mil toneladas de resíduos plásticos relacionados à pandemia estão poluindo o oceano globalmente, ameaçando a vida marinha e ecossistemas.  

   Esses dados constam de recente estudo divulgado pelo jornal Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

 Esse estudo diz que a pandemia de covid-19 aumentou a demanda por plástico de uso único e também aumentou o terrível problema ambiental.

  Foram 8 milhões de toneladas de lixo plástico produzidos pelo mundo durante a pandemia, a maior parte procedente de hospitais. Ele se acumula principalmente nas praias e sedimentos costeiros.

  Os resíduos hospitalares superam em quantidade os produtos de proteção individual, como máscaras, e embalagens de compras feitas online.

  Segundo os pesquisadores do estudo, "os plásticos liberados podem ser transportados por longas distâncias no oceano, que podem afetar, causando ferimentos e até mesmo a morte, de animais marinhos selvagens".

  Eles observam que "os detritos de plástico também podem facilitar a invasão de espécies e o deslocamento de contaminantes, incluindo o vírus da covid-19."

  Aqui no Brasil, cientistas encontraram uma máscara de proteção  no estômago de um pinguim morto.

  O estudo mostra ainda que houve registros de peixes presos em uma luva médica. 

  Para os autores, é preciso descobrir tecnologias inovadoras para uma melhor coleta, classificação, tratamento e reciclagem de resíduos plásticos, além do desenvolvimento de materiais mais ecológicos.


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    

0 comentários: