TEREMOS LEIS PARA PROTEGER CRIANÇAS ONLINE, DIZ SENADOR DOS EUA!

8.12.21 Simone Galib 0 Comments

   Os senadores americanos prometem que a era da "autorregulação" das gigantes da tecnologia acabou e que as leis bipartidárias para proteger as crianças online são iminentes.

  O assunto foi colocado nesta quarta-feira (8), quando parlamentares interrogaram Adam Mosseri, chefe do Instagram, durante audiência, no Capitólio, sobre os danos potenciais do uso de mídias sociais para os jovens.

  O executivo argumentou que muitas das questões levantadas pelos legisladores não são exclusivas do Instagram, mas "um desafio de toda a indústria, que requer soluções e padrões", publicou a NBC News.  

  Foi a primeira vez que Mosseri deu seu testemunho ao Subcomitê do Senado para Proteção ao Consumidor, Segurança de Produtos e de Dados.

  E ela aconteceu em meio a uma onda de escândalos que envolvem a Meta, recém-nomeada empresa-mãe do Facebook e do Instagram, incluindo o depoimento e as denúncias de uma ex-funcionária do Facebook ao Congresso americano.

  

"Nesta série de audiências, ouvimos algumas evidências muito poderosas e convincentes sobre os perigos das Big Tech para a saúde, o bem-estar e o futuro das crianças", disse o presidente do subcomitê, o senador democrata Richard Blumenthal.

 Ele acrescentou:

 "Nossa nação está no meio de uma crise de saúde mental dos adolescentes. A mídia social não a criou, mas certamente alimentou o combustível e as chamas."

  Segundo ele, as empresas de tecnologia contribuem para essa "crise de saúde mental com produtos viciantes e algoritmos sofisticados que podem explorar e lucrar com as inseguranças e ansiedades das crianças". E prometeu que o tempo para "autopoliciamento e autorregulação acabou".

  Durante o seu depoimento, Mosseri disse que a internet mudou o conceito de adolescência.
 
  "Os adolescentes sempre passaram tempo com seus amigos, desenvolveram novos interesses e exploraram suas identidades. Hoje eles estão fazendo essas coisas em plataformas como Instagram, YouTube, TikTok e Snapchat. Acredito que o Instagram e a internet de forma mais ampla podem ser uma força positiva na vida dos jovens. Sou inspirado todos os dias por adolescentes no Instagram", disse o executivo aos senadores.

   Ele afirmou ainda acreditar em um trabalho importante "que podemos fazer juntos, indústria e legisladores, para elevar os padrões em toda a internet, protegendo melhor os jovens".

   Mosseri sugeriu encontrar um orgão da indústria que irá estabelecer melhores práticas em três questões relativas à segurança: "como verificar a idade, como construir experiências adequadas à faixa etária e como construir o controle dos pais". 

 


0 comentários: