CHINA MONITORA OPINIÃO PÚBLICA OCIDENTAL PARA ABASTECER GOVERNO COM BANCO DE DADOS!

2.1.22 Simone Galib 0 Comments

    A China está explorando as mídias sociais ocidentais para abastecer suas agências governamentais, militares e policiais com informações sobre determinados alvos estrangeiros.

 A informação é do The Washington Post que teve acesso a centenas de documentos de licitação e contratos de empresas chinesas.

  Esse trabalho, segundo o jornal, é feito por meio de uma rede nacional de serviços de vigilância de dados, desenvolvidos na última década e que são usados internamente para alertar membros do Partido Comunista Chinês sobre informações politicamente sensíveis online.

     O programa, batizado de software de análise de opinião pública, mira usuários domésticos de internet e mídia da China.

  Porém, documentos de licitação e contratos para mais de 300 projetos do governo chinês desde o início de 2020 incluem pedidos de software para coletar dados sobre alvos estrangeiros de mídias sociais, como Twitter e Facebook e outras ocidentais.

  Os documentos analisados pelo jornal também mostram que agências, inclusive a mídia estatal, departamentos de propaganda, polícia, militares e reguladores cibernéticos estão adquirindo sistemas cada vez mais sofisticados para coletar informações.

  Entre eles, há um programa de software de mídia estatal chinesa, avaliado em US$ 320 mil, que explora o Twitter e o Facebook com o objetivo de criar um banco de dados de jornalistas e acadêmicos estrangeiros.

  Há também um outro programa de inteligência policial de Pequim, de US$ 216 mil, que analisa conversas ocidentais em Hong Kong e Taiwan e um cibercentro em Xinjiang, onde vive a maior parte da população uigur no país, que classifica o conteúdo logístico do grupo de minoria muçulmana no exterior.

  











0 comentários: