ROTEIRO MÁGICO: CINCO CASTELOS QUE INSPIRARAM OS MAIS CLÁSSICOS CONTOS DE FADA!

6.1.22 Simone Galib 0 Comments

      Sabe aqueles castelos que  você nos filmes de contos de fada? Muitos deles foram inspirados em lugares reais e que podem ser visitados. Com dicas do Booking.com, a gente traz uma lista sob medida para um viajante sonhar acordado, mergulhando em locais históricos, muito famosos e lúdicos. Ah... tem ainda sugestões de hospedagem bem pertinho de todos eles!


CASTELO DE NEUSCHWANSTEIN

                                                        Fotos Divulgação
  
    O edifício do século 19, nos Alpes Bávaros, Alemanha, é um dos mais fotografados do mundo. Ele inspirou, por exemplo, o Castelo da Cinderela, no parque Reino Mágico, do complexo Disney, na Flórida. Suas imponentes torres e espiráculos também teriam influenciado o cenário do desenho animado A Bela Adormecida, um clássico de 1959, que conta a história de uma princesa condenada a dormir por 100 anos depois de ferir o dedo em uma roca encantada. 

  Se quiser conhecer a região, uma boa alternativa de hospedagem é o tradicional Hotel Alpenstuben, cercado de montanhas e pinheiros. O castelo fica a apenas 20 minutos de caminhada pela floresta.

 

ALCÁZAR DE SERGÓVIA

    Diz a lenda que essa fortaleza, na Espanha, foi a inspiração para o castelo da vilã do primeiro desenho em cores, lançado em 1937, Branca de Neve, a história de uma jovem princesa que foge das garras de sua madrasta malvada e se abriga em uma cabana da floresta com sete anões. Esse monumento fica cerca de uma hora e meia ao norte de Madri, sendo um dos locais mais visitados do país. 

  Os que quiserem ficar mais próximos da construção famosa, podem se hospedar no Hotel Infanta Isabel, na Plaza Mayor, em frente à Catedral de Segóvia. É um bom local para conhecer todos os principais atrativos históricos da cidade, como fortalezas medievais e um antigo aqueduto romano com mais de 160 arcos.


CHÂTEAU DE CHILLON

 

    Localizado em uma ilha às margens do Lago Léman, na Suíça, inspirou o cenário do castelo de A Pequena Sereia, desenho de 1989, sobre uma jovem sereia que troca sua voz pela chance de se tornar humana e ganhar o coração do príncipe que ali vivia. O castelo, cercado por um fosso natural, é aberto à visitação pública. Quem vai, além de conhecer a história da propriedade, tem uma vista fantástica dos Alpes.

 A dica de hospedagem é o Swiss Historic Hotel Masson, um dos hotéis mais antigos da região com vista para Genebra. O elegante edifício em estilo Belle Époque foi construído em 1829 e é cercado por um jardim com árvores centenárias, além de pinturas originais e mobília do século 19. A sala de jantar tem uma vista incrível para o lago. 

CASTELO DE EILEAN DONAN

  Uma das grandes atrações turísticas da Escócia, no Reino Unido, ele foi usado pela turma da criação como modelo do lar de uma heroína impetuosa de uma animação digital. O filme mostra a trajetória de uma princesa escocesa que quis escrever seu próprio destino. A paisagem no entorno desse castelo do século 18 transporta os visitantes para um passado longíquo.  

  Para se hospedar nas proximidades, você pode optar pelo Toads Croak, um bad & breakfast com vista para as montanhas Five Sisters of Kintail, o lago Duich e o próprio castelo. O charmoso B&B fica em Leiterfeam, a apenas 25 minutos do castelo de Eilean Donan.


CIDADE PROIBIDA

   Um dos monumentos mais famosos da China, esse complexo palaciano foi construído em 1420 pelo terceiro imperador da dinastia Ming. Ele é cenário de uma aventura musical animada, de 1998, sobre uma jovem chinesa que se disfarça de homem para ocupar o lugar de seu pai, no exército. A Cidade Proibida, que já foi o palácio imperial de duas dinastias, hoje é um museu de arte histórica chinesa.

  A sugestão de hospedagem é o Jingshan Garden Hotel, ao lado do parque que tem o mesmo nome, e um oásis cultural no centro de Pequim. Ele fica a uma curta caminhada da Cidade Proibida e é um dos locais onde o turista pode interagir com a autêntica cultura do país, exibida em seu pátio ao ar livre e espaços públicos, como performances musicais, degustação de chás, aulas de caligrafia e de gastronomia de pratos tradicionais.     


     






     


0 comentários: