TEMPESTADE DE NEVE MATA 22 PESSOAS EM CIDADE TURÍSTICA DO PAQUISTÃO!

8.1.22 Simone Galib 0 Comments

 

  Uma tempestade de neve avassaladora atingiu um resort nas montanhas do Paquistão, matando pelo menos 22 pessoas, entre elas dez crianças. Cerca de 125 mil carros ficaram presos na estrada local.

   A tragédia aconteceu em Murree, cidade turística a cerca de 70 km a nordeste da capital Islamabad, que atrai mais de 1 milhão de turistas anualmente, embora as ruas que levam ao destino sejam frequentemente bloqueadas pela neve no inverno. 

  Segundo a polícia, a maioria das vítimas fatais morreu congelada em seus carros. Mas, outras também podem ter morrido por asfixia depois de ligarem os aquecedores de seus veículos que estavam presos na estrada.

  Na noite de sexta-feira (7), cerca de um metro de neve cobriu a encosta, prendendo turistas e bloqueando o tráfego na estrada que leva à cidade. 

  A província de Punjab declarou a região como "área de desastre", pedindo à população que se mantenha distante do local, enquanto militares foram mobilizados para limpar as estradas e resgatar milhares de pessoas que ainda estão presas.

  Vídeos compartilhados neste sábado (8) nas redes sociais mostraram carros com neve até o teto.

  Até então as imagens que circulavam na internet do país eram de pessoas se divertindo na neve no entorno de Murree, pitoresca cidade turística construída pelos britânicos no século 19 como sanatório para suas tropas coloniais.

  A cidade, onde vivem 30 mil pessoas, fica ao lado de colinas e vales íngremes e o acesso a ela é feito por estradas estreitas que frequentemente ficam congestionadas mesmo quando o tempo está bom.

  Moradores acolheram as pessoas ilhadas, fornecendo cobertores e comida aos que puderam socorrer nos arredores.

  Escolas e prédios do governo também serviram de abrigo aos que conseguiram escapar das estradas congestionadas.

  Entre as vítimas fatais, estavam dez homens, dez crianças e duas mulheres, segundo as autoridades, número que pode aumentar visto que há muita gente ainda para ser resgatada.









0 comentários: