TRUMP PEDE A PUTIN QUE REVELE AS RELAÇÕES DE HUNTER BIDEN COM A UCRÂNIA!

29.3.22 Simone Galib 0 Comments

    O ex-presidente Donald Trump sugere que o presidente russo, Vladimir Putin, divulgue qualquer informação que tenha sobre os negócios de Hunter Biden, filho do presidente Joe Biden, com os oligarcas do Leste Europeu.

  As declarações de Trump foram dadas em entrevista nesta terça-feira (29) ao Real America´s Voice, do Just The News

  Ele lembrou o relatório do Senado de 2020, o qual revelou que Yelena Baturina, mulher do prefeito de Moscou na época, doou US$ 3,5 milhões há dez anos para uma empresa co fundada pelo filho de Biden. 

  "Acho que Putin tem que liberar a informação, devemos saber essa resposta". Tenho certeza que ele sabe", afirmou Trump. 

  Trump também disse que gostaria de saber mais detalhes sobre o relacionamento de Biden com Nikolai Zlochevsky – um oligarca ucraniano e proprietário da empresa de energia Burisma Holdings.

  Biden fez parte do conselho da Burisma e recebeu milhões por seus serviços. Sua posição aparentemente criou um conflito de interesses para seu pai, que supervisionava a política EUA-Ucrânia como vice-presidente na época.

  E essa relação de negócios foi recentemente exposta em e-mails do laptop de Hunter Biden, que está sob investigação federal.

 Funcionários de alto escalão do Departamento de Estado foram avisados ​​em um memorando de janeiro de que os negócios ucranianos de Biden prejudicaram as políticas anticorrupção dos EUA, segundo o Just the News.



0 comentários:

FAMÍLIA BRASILEIRA TEM VISTOS CANCELADOS E É DEPORTADA DOS EUA!

28.3.22 Simone Galib 0 Comments

    A Justiça nos Estados Unidos é rígida, principalmente com estrangeiros. Recentemente, uma família de brasileiros foi processada e mandada de volta ao Brasil por ter cometido um pequeno deslize. 

  O motivo da acusação foi um suposto furto em uma das maiores redes varejistas do país, a Target.

  O advogado Daniel Toledo, especialista em direito internacional, com escritórios no Brasil ou nos EUA, entrou em contato com a família para conhecer sua versão do caso.

  E eles lhe contaram que tudo não passou de um "mal entendido", só que com consequências gravíssimas.

  Ao fazer compras, a família deixou de registrar um dos produtos americanos em promoção (do tipo pague um, leve dois) em um dos caixas de pagamento eletrônico. A atitude foi interpretada como furto pela segurança da loja. 

  Toledo explica que os caixas reconhecem essas promoções em seu sistema. Por isso é necessário registrar todos os produtos. "Por falta de conhecimento, essa família manteve os itens em promoção no carrinho".

  A polícia local foi acionada e, embora eles tenham explicado o ocorrido, tiveram que devolver os produtos não registrados, além de sofrerem processo judicial.

  Os advogados da família tentaram reverter a situação em penas mais leves, como a compra de cestas básicas ou até serviços comunitários, mas o promotor recusou.

 Resultado: eles tiveram seus vistos de categoria F1 (estudantes) cancelados porque o caso foi enquadrado como furto e deveriam deixar o país em 30 dias, mesmo antes de uma condenação oficial.

  Foram aconselhados a retornar antes para evitar maiores problemas. Após alguns meses, o caso foi julgado e a sentença revertida em uma multa e distribuição de cestas básicas.

  Como tiveram cancelados os vistos de estudantes, tempo depois tentaram viajar aos EUA novamente, desta vez como turistas.

  Mas, na chegada foram impedidos de entrar no país, precisaram responder perguntas sobre o processo judicial já encerrado, tiveram os vistos cancelados novamente e obrigados a voltar ao Brasil. 

 "Por uma bobagem, uma família que tem boas condições financeiras não poderá mais voltar aos EUA pelos próximos cinco anos", lamenta o advogado.

 Por isso, é importante conhecer as regras básicas e cotidianas de cada país.








0 comentários:

EMAILS REVELAM RELAÇÃO DE HUNTER BIDEN COM EMPRESAS DE BIOSSEGURANÇA NA UCRÂNIA!

25.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

    O que a família Biden temia, aconteceu: vêm a público alguns dos e-mails do polêmico laptop de Hunter Biden, mostrando que o filho do presidente americano ajudou a conseguir financiamentos milionários para empresa de biossegurança na Ucrânia.

  Eles envolvem a Metabiota, uma empreiteira do Departamento de Defesa ucraniano especializada em pesquisas sobre doenças que provocam pandemias e que podem ser usadas como armas biológicas.

  Os documentos, publicados pelo jornal Daily Mail nesta sexta-feira (25), revelam que ele também apresentou a Metabiota a uma empresa de gás ucraniana, a Burisma, para um 'projeto científico' envolvendo laboratórios de alto nível de biossegurança na Ucrânia.

  O Ministério da Defesa da Rússia afirmou, em entrevista na quinta-feira (24), que havia atividades biológicas-militares do Pentágono, na Ucrânia.

 "O envolvimento de entidades próximas à atual liderança norte-americana, notadamente o fundo de investimento Rosemont Seneca, dirigido por Hunter Biden, é perceptível no financiamento dessas atividades. O fundo tem recursos financeiros de pelo menos US$ 2,4 bilhões", disse o governo russo. 

   Desde o início, o governo americano e as agências de inteligências negam essas informações, justificando que elas serviriam de "propaganda enganosa" para Putin invadir a Ucrânia. Na mídia, também foram classificadas como fake news. 

   Mas, agora o próprio jornal britânico, que publicou alguns e-mails, afirma: "Essas alegações podem ser verdadeiras".

   E acrescenta:

  "E-mails e dados de contratos de defesa revisados ​​​​pelo DailyMail.com sugerem que Hunter teve um papel proeminente em garantir que a Metabiota pudesse conduzir sua pesquisa de patógenos, a apenas algumas centenas de quilômetros da fronteira com a Rússia." 

   Embora a Metabiota seja uma empresa de dados médicos, seu vice-presidente enviou um e-mail a Hunter, em 2014, abordando como "eles poderiam afirmar a independência cultural da Ucrânia em relação à Rússia". Um objetivo incomum para uma empresa de biotecnologia, observa o jornal.

   Registros de gastos do governo mostram que o Departamento de Defesa concedeu um contrato de US$ 18,4 milhões à Metabiota, entre fevereiro de 2014 e novembro de 2016, com US$ 307.091 destinados a 'projetos de pesquisa na Ucrânia'.

  O projeto se transformou em uma responsabilidade de segurança nacional para a Ucrânia quando as forças russas invadiram o país em fevereiro.









0 comentários:

PILOTOS DE CIAS AÉREAS DOS EUA PEDEM O FIM DAS MÁSCARAS NO TRANSPORTE!

25.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

   Pilotos comerciais de companhias aéreas entraram com uma ação na Justiça dos EUA para derrubar a exigência do uso de máscaras em todos os transportes públicos. 

  O processo está sendo movido por dez profissionais de seis estados no Tribunal de Columbia contra os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e a agência controladora, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS).

  Eles argumentam que uso de máscaras coloca em risco a segurança da aviação. O mandato obrigatório está em vigor até 18 de abril. 

  Também os presidentes de dez companhias aéreas mandaram esta semana uma carta ao presidente Joe Biden, pedindo o fim das máscaras e das regras de teste antes da partida. 
  

  Os pilotos dizem que as máscaras têm impacto mais agudo sobre elas do que na maioria das pessoas. E esses impactos estão relacionados diretamente à segurança. 

  Eles argumentam ainda sentir dificuldades em ouvir claramente o controle do tráfego aéreo, assim como não podem sentir cheiro de fumaça ou detectar problemas de eletricidade no cockpit.

  Outra questão que preocupa os pilotos é o estresse constante entre os passageiros no avião, o que provoca a maioria dos casos de indisciplina a bordo. 

  Segundo o jornal The Epoch Times, em 2021 foram registrados mais de 5 mil incidentes de indisciplina a bordo, a maioria deles envolvendo o uso de máscaras, o que provoca ainda mais estresse entre a tripulação.

  






0 comentários:

SUPER IATE DE PUTIN, QUE ESTÁ NA ITÁLIA, NÃO RECEBEU PEDIDO DE CONFISCO!

24.3.22 Simone Galib 0 Comments

    O super iate, que está ancorado na Itália, seria mesmo de Vladimir Putin. Avaliado em mais de US$ 930 milhões, está tecnicamente livre para navegar, segundo a empresa que realiza a reforma, publicou o Daily Mail.  

  Batizado de Scheherazade e considerado o 13º maior do mundo, o iate esteve no olho do furacão durante esta semana depois que disseram que o dono era o presidente russo.

  Isso porque o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu aos parlamentares de Roma que fosse aprendido.

  A embarcação, que está em reparos em Marina di Carrara, perto de Pisa, está sendo investigada pela polícia italiana.

  Autoridades de toda a Europa correm para identificar e aprender iates de oligarcas russos em sanções pela invasão da Ucrânia.  

  O CEO do The Italian Sea Group, empresa responsável pela reforma, revelou que não tinha recebido nenhum documento de confisco.

  O iate tem 140 metros, pisos de mármore, um spa, pista de pouso dianteira e traseira para helicópteros, jacuzzi e uma piscina que se converte em pista de dança, além de um piano de cauda que fica tocando Vladimir Putin is a fine fellow (é um bom companheiro).

  A polícia financeira da Itália disse ao jornal que "as investigações estão em andamento e não há nada a acrescentar". 

   Será que vão mesmo confiscar o super iate de Putin?










0 comentários:

TURISMO DOMÉSTICO FATURA R$ 15,3 BILHÕES EM JANEIRO!

23.3.22 Simone Galib 0 Comments

    Boa notícia para o Brasil: o turismo doméstico cresceu em janeiro 22,9%, índice puxado principalmente pela aviação, que subiu 60,6% em relação ao mesmo período de 2021. 

  Segundo o Conselho de Turismo da FecomercioSP, as empresas do setor faturaram R$ 15,3 bilhões no primeiro mês de 2022.

  Traduzindo em números: 8 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos do país. Mesmo assim, o setor aéreo ainda está 13,6% abaixo do índice antes da pandemia.

  Os serviços de alojamento e alimentação - os segundos maiores do turismo - apresentaram alta de 14,7%, mas ainda na comparação anual estão 19,2% abaixo do nível de faturamento antes da crise sanitária.

 Já as atividades culturais, recreativas e esportivas tiveram um crescimento menor: apenas 10,4%.

 Este é o grupo que está hoje mais abaixo do patamar de janeiro de 2020 (- 21,6%).

 Como muitas empresas fecharam durante o período, a recuperação ainda deve demorar um tempo.

  Para a FecomercioSP, o faturamento de janeiro foi beneficiado pelas viagens durante o período de férias escolares, apesar do aumento expressivo de casos da variante Ômicron.

 Como o auge dos casos ocorreu entre janeiro e fevereiro, o impacto foi dividido em dois meses. A análise deverá ficar mais equilibrada a partir de abril.

  É importante lembrar que, mesmo com o cenário mais favorável, juros e inflação altos devem influenciar no ritmo de crescimento do setor.     






 
 
 

0 comentários:

REFÚGIOS TROPICAIS DO PEDÓFILO JEFFREY EPSTEIN ESTÃO À VENDA POR US$ 125 MILHÕES

23.3.22 Simone Galib 0 Comments

    As duas propriedades no Caribe que pertenceram a Jeffrey Epstein - incluindo a famosa "ilha dos pedófilos", onde ele traficava e abusava sexualmente de garotas - foram colocadas à venda no mercado por US$ 125 milhões.

  A informação é do Wall Street Journal. Localizadas nas Ilhas Virgens Americanas, perto de Porto Rico, Grat St James e Little St James hoje estão no espólio do milionário americano, avaliado em US$ 650 milhões.  

  O dinheiro das transações imobiliárias será destinado às ações judiciais movidas pelas vítimas e pelos custos de administração das propriedades.

  Epstein foi encontrado morto em uma prisão federal de Nova York, em agosto de 2019, enquanto aguardava julgamento por acusações de tráfico sexual.


AS ILHAS

  Little St James fica a pouco mais um quilômetro de St Thomas - ilha tropical perto de Porto Rico. Ela foi comprada por Epstein em abril de 1988 por US$ 7,95 milhões, segundo o governo americano.

  É uma ilha pequena, mas tem mansão, villas para hóspedes, heliporto, cais particular e três praias privadas. Great St James é o dobro do tamanho, porém com grande parte subdesenvolvida. 

  O caso Jeffrey Epstein é um dos mais polêmicos dos EUA por envolver celebridades, membros da realeza britânica, como o príncipe Andrew, que perdeu todos os seus títulos, e outros bilionários, hóspedes frequentes dos refúgios tropicais do pedófilo.

  Ele foi preso em 7 de julho de 2019, quando pousava com seu jato particular em New Jersey, vindo de Paris.

  Agentes federais invadiram sua casa em Manhattan, onde acharam centenas de fotos de menores nus.

  Nesta ocasião, veio a público a rede de tráfico sexual criada por ele, na Flórida e em Nova York, envolvendo meninas menores de idade.

  Segundo as acusações ele pagava garotas de até 14 anos para "massagens e atos sexuais". Foi condenado a até 45 anos de prisão. 

  Na sequência, várias mulheres se apresentaram à Justiça para acusá-lo de abuso sexual. 

  Em 9 de agosto de 2019, mais de 2 mil documentos foram revelados com detalhes das ações de Epstein.

  No dia seguinte, ele foi encontrado morto em sua cela. Segundo as autoridades, cometeu suicídio, aos 66 anos.











0 comentários:

QUAIS OS DEZ MAIS PODEROSOS PASSAPORTES DO MUNDO? VEM CONHECER O NOVO RANKING!

22.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

    O mundo mudou bastante nos últimos dois anos e a classificação dos mais poderosos passaportes, também. Quais são os cinco melhores hoje?

  Pela primeira vez, a liderança é dos Estados Unidos, seguido por Alemanha, Canadá, Holanda e Dinamarca

O Brasil aparece em 48% lugar, mas é o segundo melhor colocado da América Latina, atrás apenas do Chile (42º lugar).

  O ranking foi anunciado pela Global Citizen Solutionsuma consultoria de investimentos em imigração, com sede no Reino Unido e escritórios em todo o mundo.

  A avaliação é feita com base em vários quesitos, que levam em conta mobilidade (acesso a outros países), potencial de investimento e qualidade de vida.

 Suécia, Reino Unido, Finlândia, Noruega e Nova Zelândia completam o ranking dos dez mais bem avaliados.

  Dados mais detalhados do Brasil mostram que o país conquistou a melhor colocação (35º) no índice de qualidade de vida. 

  Na mobilidade, surge em 45º e o pior resultado é no quesito investimentos, onde figura em 82º lugar.

   Os EUA assumiram o topo da lista com um total de 96,4 pontos. Os destaques são o alto índice de investimento (4º lugar), com uma renda nacional bruta de US$ 66.080.

  A mobilidade também é bem qualificada, com acesso sem visto ou visto na chegada concedido a 172 países ou territórios. 

  Quanto à qualidade de vida, os EUA continuam bem posicionados no que se refere a desenvolvimento, liberdade, sustentabilidade, imigração e felicidade. 

  Os Estados Unidos oferecem aos investidores um mercado desenvolvido e diversificado, bem como o acesso ao mercado consumidor mais avançado e lucrativo do mundo”, diz Patricia Casaburi, diretora administrativa da Global Citizen Solutions.


 




 

0 comentários:

RÚSSIA PROÍBE FACEBOOK E INSTAGRAM NO PAÍS E META VIRA 'ORGANIZAÇÃO EXTREMISTA'!

21.3.22 Simone Galib 0 Comments

    A Rússia proibiu o Facebook e o Instagram no país depois que um tribunal de Moscou classificou a Meta (empresa mãe) como "organização extremista" -até então uma classificação dada a grupos como o Telebã e ao Estado Islâmico.  

  Mas, a decisão não se aplicará ao Whatsapp porque, na avaliação do tribunal,  esse serviço de mensagens tem "falta de funcionalidade para a divulgação pública de informações".

   O serviço de inteligência russo argumenta que desde o início do conflito na Ucrânia, no final de fevereiro, a Meta está trabalhando "contra a Rússia e suas forças armadas".

  Isso porque a gigante de tecnologia disse que permitiria que seus usuários na Ucrânia postassem conteúdo de violência contra a Rússia. 

  O Facebook foi banido primeiro porque a plataforma restringiu o acesso à mídia russa. 

  Na sequência, foi a vez do Instagram depois que a Meta disse que não censuraria seus usuários na Ucrânia de postarem mensagens pedindo violência contra o presidente Vladimir Putin e as tropas envolvidas na ação militar.

  Além da proibir os dois sites de mídia social, o governo russo entrou com uma ação criminal contra a Meta. 

  Segundo a análise de tráfego da internet nesta segunda-feira (21), o Telegram é hoje a ferramenta de mensagens mais popular da Rússia e cresceu especialmente nas últimas semanas com as ações na Ucrânia.  

  Em 2021, o Facebook tinha cerca de 7,5 milhões de usuários naquele país e o WhatsApp, 67 milhões, mostram dados do Insider Intelligence.

GUERRA DIGITAL

  Enquanto soldados lutam no front, há na paralela um conflito digital entre o governo russo e as gigantes de tecnologia estrangeiras.

  O acesso ao Twitter também está restrito e, na sexta-feira, o regulador de comunicações do país exigiu que o Google, da Alphabet, pare de espalhar o que chamou de "ameaças contra cidadãos russos" nos vídeos do YouTube.

  Para Anton Gorelkin, membro do comitê de informação e comunicação da Duma Estatal da Rússia, o mercado russo pode ser aberto à Meta novamente, mas apenas nos termos de Moscou.

 Que termos são esses? Fim imediato ao bloqueio da mídia russa, retorno à política de neutralidade e moderação de notícias falsas e comentários contra os russos, postou Gorelkin no Telegram. 

 Por fim, a Meta também deve cumprir uma lei russa exigindo que empresas estrangeiras com mais de 500 mil usuários diários tenham escritórios de representação na Rússia.



0 comentários:

'AMÉRICA TEM PROBLEMA DE LIBERDADE DE EXPRESSÃO', DIZ O NY TIMES! NO BRASIL, NÃO É DIFERENTE!

20.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

  A censura está sufocando as Américas? Na última sexta-feira (18), enquanto o Brasil se indignava com a suspensão do aplicativo Telegram em todo país por uma decisão monocrática de um ministro da Suprema Corte, o The New York Times publicou um editorial contundente sobre a perda de liberdade de expressão nos EUA.

   "Apesar de toda a tolerância e esclarecimento que a sociedade moderna reivindica, os americanos estão perdendo um direito fundamental como cidadãos de um país livre: o direito de falar o que pensam e expressar suas opiniões em público sem medo de serem envergonhados ou evitados.", diz o Times no editorial, cujo título é "América tem um problema de liberdade de expressão".

LINK DO EDITORIAL  

  Aqui, a situação é bem parecida e tem agravantes: estamos em um ano eleitoral, o sistema mostra-se claramente empenhado em evitar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro e muitas decisões sobre censura partem da mais alta corte do país, à margem da Constituição, o que anula qualquer possibilidade de recurso ou defesa - algo que ainda não ocorre nos EUA.

  Os que apoiam Bolsonaro são geralmente os mais censurados ou perseguidos e até mesmo presos inconstitucionalmente, situações que não afetam seus opositores, os quais ainda desfrutam de ampla liberdade de opinião.

  Para piorar o quadro, temos jornalistas da grande mídia defendendo a censura, especialmente quando afeta o governo e seus apoiadores, algo também inédito no país, uma vez que a liberdade de expressão é a matéria-prima dos que trabalham com informação de forma profissional. 

  Não importa se a medida vá atingir milhares de pessoas que nem sequer estejam vinculadas à política ou a disputas de poder, como é o caso do Telegram, onde 70 milhões de usuários interagem para os mais diversos objetivos e serão atingidos por uma lei inconstitucional.

  É óbvio que essa situação aumenta ainda mais as tensões e o editorial do maior jornal americano sinaliza o perigo:

  "Esse silenciamento social, essa despluralização da América, é evidente há anos, mas lidar com isso desperta ainda mais medo. Para uma nação forte e uma sociedade aberta, isso é perigoso."

   Segundo o texto, essa situação de extremos ocorre em grande parte porque tanto a esquerda quanto a direita "estão presas em um ciclo destrutivo de condenação e recriminação em torno da cultura do cancelamento".

  E acrescenta:

  "Muitos da esquerda se recusam a reconhecer que a cultura do cancelamento existe, acreditando que aqueles que se queixam dela oferecem cobertura para intolerantes divulgarem discurso de ódio. Muitos da direita, apesar de toda a gritaria sobre a cultura do cancelamento, abraçaram uma versão ainda mais extrema da censura como um baluarte contra uma sociedade em rápida mudança, com leis que proibiriam livros, sufocariam professores e desencorajariam discussões abertas nas salas de aula."

  Então, as pessoas estão (compreensivelmente) confusas sobre o quê podem dizer e onde podem dizer, pontua o Times. E as mídias sociais canalizam o conflito de forma exacerbada, porque hoje representam a voz do mundo.  

  O editorial diz ainda que "as pessoas devem ser capazes de apresentar pontos de vista, fazer perguntas, cometer erros e tomar posições impopulares sobre questões que a sociedade ainda está trabalhando - tudo sem temer o cancelamento".

MEDO DE RETALIAÇÃO

  As observações do jornal americano foram feitas com base em nova pesquisa nacional, encomendada pelo Times Opinion e pelo Siena College.

 A pesquisa descobriu que, para 84% dos entrevistados adultos, é um problema “muito sério” ou “um pouco sério” que alguns americanos não falem livremente em situações cotidianas por medo de retaliação ou críticas severas.

  Enquanto isso, apenas 34% dos entrevistados disseram acreditar que todos os americanos desfrutam completamente da liberdade de expressão.

  Mais da metade (55%) disseram que se calaram em 2021 porque estavam preocupados com retaliação ou críticas duras. As mulheres eram mais propensas a relatar isso – 61%, em comparação com 49% dos homens. 

  A pesquisa mostrou ainda que os republicanos (58%) eram ligeiramente mais propensos a fechar a boca do que os democratas (52%) ou independentes (56%).

  Para o jornal, a liberdade de expressão é a base do autogoverno democrático:

 "Ideias que não são contestadas por visões opostas correm o risco de se tornarem fracas e quebradiças, em vez de serem fortalecidas por um escrutínio rigoroso. Quando o discurso é sufocado ou quando os dissidentes são excluídos do discurso público, uma sociedade também perde sua capacidade de resolver conflitos e enfrenta o risco de violência política", conclui o Times.

  


0 comentários:

VERDADES SECRETAS: INVESTIGAÇÃO AVANÇA SOBRE OS REGISTROS FISCAIS DE HUNTER BINDER!

17.3.22 Simone Galib 0 Comments

    Um relatório consistente da investigação federal em andamento sobre os registros fiscais de Hunter Biden publicado pelo The New York Times, na noite de quarta-feira (16), confirmou a existência do polêmico laptop do filho do presidente Joe Biden.

  A publicação surge quase um ano depois que o jornal The New Post publicou uma reportagem exclusiva, em outubro de 2020, sobre o conteúdo do laptop de Hunter Biden, que ele abandonou em uma oficina de Delaware, em abril de 2019.

  Ela foi retirada das mídias sociais, sob a acusação de fake news e desinformação. 

  O disco rígido do laptop continha uma coleção de e-mails, mensagens de texto, fotos e documentos financeiros entre Hunter Biden, sua família e parceiros de negócios – detalhando como o filho do presidente usou sua influência política em seus negócios no exterior.

  O dono da oficina denunciou o laptop ao FBI, que apreendeu o dispositivo e seu disco rígido.

 Como parte de sua investigação sobre Hunter Biden, relata o Times, promotores federais analisaram e-mails entre o filho do presidente e seus ex-colegas de negócios, que foram recuperados do laptop.

 Archer, que foi condenado no mês passado em um caso de fraude não relacionado, “cooperou completamente” com os federais em sua investigação sobre Hunter Biden, informou o The Post.

 Segundo o Times, os e-mails entre Hunter Biden, Archer e outros sobre suas atividades comerciais internacionais vieram de arquivos que a publicação obteve que “parece ter vindo de um laptop abandonado por Biden em uma oficina de Delaware”.

 Pessoas familiarizadas com os e-mails e a investigação confirmaram sua autenticidade ao Times.

  Hunter Biden está sob investigação por não pagar impostos desde que seu pai era vice-presidente, mas o inquérito se ampliou em 2018 para investigar como seus negócios internacionais se cruzaram com a carreira política do presidente Biden.

  Há anos os republicanos afirmam que Biden, à época como vice-presidente dos EUA, teria influenciado nas relações comerciais do filho com o Grupo Burisma, grande produtora de gás natural sediada na Ucrânia, palco do atual conflito com a Rússia e que tem estremecido o Ocidente.

   Diante desse cenário, o caso ganha grande repercussão nos EUA, além de derrubar todos os argumentos dos checadores de fatos, que classificaram a informação como fake news e a censuraram das principais plataformas de mídias sociais.

  


   




0 comentários:

TRÁFICO HUMANO: MAIS DE 100 PRESOS NA FLÓRIDA, ENTRE ELES EX-FUNCIONÁRIOS DA DISNEY!

17.3.22 Simone Galib 0 Comments

   Uma operação na Flórida resultou na prisão de 108 pessoas, suspeitas de tráfico humano, prostituição e assédio a crianças. Quatro dos presos prestaram serviços para a Disney.

  A operação, batizada de March Sadness 2, começou secretamente em 8 de março, segundo a polícia do condado de Polk.

  Detetives disfarçados interagiram online com os suspeitos e marcaram encontros em um local, onde eles foram presos assim que chegaram, diz o relatório do escritório do xerife.

 

"As prisões de um traficante de seres humanos e quatro predadores de crianças fazem toda essa operação valer a pena", disse o xerife do condado de Polk, Grady Judd, durante uma entrevista coletiva na quarta-feira (16).

  E acrescentou:

 "Onde há prostituição, há exploração, doença, disfunção e famílias desfeitas."

  Um dos suspeitos presos é Xavier Jackson, que trabalhou como salva-vidas no Polynesian Resort da Disney.

  Diz o xerife que ele enviou fotos suas inapropriadas e mensagens para um detetive, que fingia ser uma menina de 14 anos.

 "Os outros três, que supostamente estavam tentando aliciar uma prostituta, foram identificados por Judd como: Wilkason Fidele, 24, que trabalhou no restaurante Cosmic no Tomorrowland do Walt Disney World por quatro anos; Shubham Malave, 27, que está com visto cidadania indiana e atuou como desenvolvedor de software e Ralph Leese, 45, que esteve por cerca de quatro anos trabalhando em TI para a Disney", diz o relatório.

   O tráfico humano é hoje um dos maiores e mais rentáveis crimes cometidos contra a humanidade. Há várias operações globais sendo desencadeadas neste momento.

  Vamos ainda ouvir falar muito sobre esse assunto. Aguardem!





0 comentários:

ALEMANHA APROVA COMPRA DE VACINAS CONTRA COVID ATÉ 2029!

16.3.22 Simone Galib 0 Comments

    A Alemanha parece apostar na permanência da pandemia. O país aprovou planos do governo para pedidos de vacina contra a covid-19 até 2029.

  As encomendas serão feitas a cinco empresas e o custo desses projetos é estimado em 2,85 bilhões de euros para que os fabricantes de vacinas tenham capacidade de produção suficiente. 

  As autoridades alemãs foram duramente criticadas pela lenta campanha de vacinação em comparação com outros países do bloco europeu.

  A exemplo de vários países, eles começaram a vacinar a população em 27 de dezembro de 2020, um mês após a aprovação de emergência da vacina BioNTech/Pfizer no Reino Unido.

  Mas, problemas de fornecimento e até mesmo de hesitação por parte das pessoas, as doses recebidas inicialmente foram muito baixas.

  Em 2021, por exemplo, a Grã-Bretanha conseguiu vacinar três vezes mais do que a Alemanha.

  






0 comentários:

DONO DE SITE COMPRA ILHA COM VAQUINHA ONLINE E CRIA UM PRINCIPADO!

16.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

   Já pensou em fundar seu próprio reino? Pois foi o que fez Marshall Meyer que, por meio de uma vaquinha online, atraiu investidores e juntos compraram uma ilha.

  O projeto começou a tomar forma em 2018, quando Meyer lançou o site Let´s Buy an Island. 

 Ele conseguiu atrair 80 investidores e, juntos, fundaram o Principado da Islândia, em Coffee Caye, uma ilha a 15 minutos de barco da costa de Belize, no Caribe.

  A pequena ilha desabitada, cercada por manguezais e recifes de corais, custou US$ 180 mil (cerca de R$ 900 mil), pagos em impostos ao governo de Belize.

  Loucos por viagens, eles também criaram a primeira micronação do mundo, onde Marshall Meyer se auto intitula príncipe regente e é chamado (no site) de Sua Alteza Real. 

  "Quem nunca sonhou em criar seu próprio país", pergunta Gareth Johnson, cofundador e CEO da Let's Buy an Island.

  Ele conta que teve a ideia inicial de financiar uma ilha para criar uma micronação há cerca de 14 anos, mas o projeto só decolou quando Mayer lançou o site.

  Unido a outros turistas interessados em visitar destinos fantásticos, Mayer passou a caçar ilhas mundo afora enquanto fazia vaquinha pela internet. 

  Depois de analisar ilhas no Canadá, Estônia, Irlanda e Filipinas, os investidores optaram por comprar a Coffee Caye, em Belize. "Tinha tudo o que procurávamos", diz Mayer.

Os investidores turistas fazem o primeiro tour pela ilha, em fevereiro   Fotos Divulgação

  O novo Principado de Islandia tem uma bandeira nacional, centenas de cidadãos online, e é inspirado em micronações famosas como Sealand (uma plataforma flutuante no Mar do Norte), que se dizem independentes.

  Será administrado pelos investidores e "ministros voluntários", especialistas em suas áreas. Seus fundadores dizem que a experiência tem objetivos turísticos e de diversão.

  Eles também contaram à CNN que o principado terá passaportes e venderá títulos reais de lord e lady da Islândia. 
  
   Embora o negócio tenha sido fechado, estão procurando mais investidores para o próximo estágio, seja ele qual for. Só que o número total não passará de 150. Cada cota custa US$ 3.250.

  Por essa quantia, você já terá direito a um voto no parlamento da micronação.

  Os novos donos da ilha garantem que este não é um projeto que os tornará ricos. Apenas embarcaram nele por amor a viagens, pelo desejo de construir uma micronação diferente ou simplesmente para realizar o sonho de ter uma ilha.





0 comentários:

NAS ALTURAS: A MULHER ÁRABE QUE VAI DECOLAR EM DUBAI!

15.3.22 Simone Galib 0 Comments

    A história da jovem Bayan Al Turabi é inspiradora: ela se tornou a primeira pilota cadete formada pela Emirates Flight Training Academy (EFTA), de Dubai.

  Criada em Bahrein, país do Oriente Médio, próximo à Arábia Saudita e ao Catar, ela diz que foi incentivada pela irmã, também pilota certificada, a entrar na aviação.

  Bayan conta que morava em uma casa localizada entre o aeroporto e o mar, e foi lá que começou seu interesse pela aviação e por viagens.

  "Desde muito jovem eu sentia vontade de explorar o mundo. Como nunca tinha visto uma pilota, nem imaginava entrar para a aviação. Mas, depois de ver minha irmã pilotar um avião pela primeira vez e acompanhar sua jornada, me inspirei a seguir os seus passos". 

  A primeira pilota internacional formada em Dubai também conta que o aprendizado ali é muito especial, "porque treinamos também em aviões a jato, algo que não se encontra na maioria das academias", afirma.

  Para o capitão Abdulla Al Hammadi, vice-presidente da EFTA, a nova pilota "é inteligente, ambiciosa e diligente. "Acredito que tem muito potencial e um futuro promissor na aviação, que enfrenta uma escassez global de pilotos", acrescenta.

  Situada ao sul de Dubai, a academia foi criada pela Emirates em 2017 para formar pilotos dos Emirados Árabes Unidos e internacionais. 

  Com tecnologia de ponta, aliás como tudo em Dubai, a EFTA oferece programa de treinamento líder mundial para pilotos comerciais, ministrado por instrutores experientes de todo o mundo.

  A academia, cujo instalações têm o tamanho de 200 campos de futebol, treina os cadetes em simuladores, aeronaves monomotores e multimotores. Tem ainda uma torre de controle de tráfego aéreo própria e uma pista de 1,8 mil metros de extensão.





 


0 comentários:

TAILÂNDIA PAGA MAIS DE US$ 45 MILHÕES EM INDENIZAÇÕES POR EFEITOS ADVERSOS DA VACINA!

15.3.22 Simone Galib 0 Comments

   As autoridades de saúde da Tailândia pagaram US$ 45,65 milhões na semana passada para liquidar reivindicações de cidadãos por danos causados pelas vacinas contra a covid-19. 

  Esse dinheiro foi para as contas de 12.714 pessoas, incluindo familiares de vítimas fatais da vacina.

  Mas, há ainda 891 reivindicações pendentes das 15.933 reclamações protocoladas desde o início do programa, em 19 de maio de 2021, informa o site The Defender.

  As vacinas oferecidas na Tailândia são principalmente a AstraZeneca e a chinesa Sinovac - ambas produzidas também no Brasil.

    Esse processo indenizatório é classificado no país como um "programa de compensação sem culpa". 

  Foi implementado por um pool de diversos setores, que incluem autoridades de saúde pública, seguradoras privadas, fabricantes e outras partes interessadas em compensar indivíduos prejudicados por vacinas.

  Ele permite a uma pessoa que sofreu qualquer lesão seja compensada financeiramente, sem que atribua culpa ou erro a um fabricante ou indivíduo específico.

  Há três tipos de pagamentos: para morte ou invalidez permanente cada família recebe US$ 11.928. 

  Para os que sofreram uma lesão que tenha afetado o seu sustento ou que perderam um membro, o valor é de US$ 7.157. 

  Já para outras lesões ou doenças sofridas em consequência da vacina, é pago o valor máximo de US$ 2.982. 

  As reclamações podem ser feitas até dois anos após o início dos efeitos adversos.

  O pagamento costuma ser rápido. Segundo o Bankok Post, autoridades se reúnem semanalmente para discutir os pedidos de indenização. Os aprovados são pagos em cinco dias. Há também recursos de apelação para os rejeitados.

  As autoridades tailandesas não especificam o número de pedidos concedidos por mortes, ferimentos graves, deficiências etc.

  O curioso é que o fundo indenizatório para lesões foi criado quase que simultaneamente ao início da vacinação em massa, o que dá a entender que já se precaviam contra os efeitos adversos. 










0 comentários:

ALASCA E PARTE DA CALIFÓRNIA PODEM VOLTAR PARA A RÚSSIA? ENTENDA O CASO!

15.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

   Será que a geografia do mundo vai mudar de mãos? Um membro do parlamento da Rússia defende reparações dos Estados Unidos pelas sanções econômicas feitas pelo Ocidente. Entre o pedido inclui-se o retorno dos assentamentos históricos no Alasca e na Califórnia. 

   Alasca e Fort Ross, no Condado de Sonoma, na Califórnia, eram parte do império russo nos séculos 18 e 19 antes de serem vendidos para os EUA.


  Situado no nordeste do Canadá, o Alasca é o maior e menos povoado estado americano.

   Embora, autoridades russas e ucranianas se reuniram para mais uma rodada de negociações de paz (15), continua alta as tensões entre a Casa Branca e o Kremlin. 

 

Fort Ross, no Condado de Sonoma, na Califórnia, foi assentamento russo

   O ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov  anunciou nesta terça-feira (15) novas sanções contra 11 americanos, incluindo o presidente Joe Biden, seu filho, Hunter Biden, e a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.



0 comentários:

UNITED AIRLINES PLANEJA READMITIR FUNCIONÁRIOS NÃO VACINADOS!

10.3.22 Simone Galib 0 Comments

   A United Airlines estuda readmitir os funcionários não vacinados contra a covid-19. O retorno ao trabalho está previsto para 28 de março.

  A informação é do The Epoch Times que teve acesso ao memorando da empresa enviado aos trabalhadores.

  Segundo o vice-presidente de recursos humanos da United, Kirk Limacher, a mudança ocorre devido à queda de casos e hospitalizações registradas no país nas últimas semanas. 

  Por isso, muitas cidades americanas estão suspendendo as restrições impostas pela pandemia, principalmente o uso de máscaras. 

  A vacina obrigatória foi imposta aos 67 mil funcionários da empresa no outono de 2021. A United foi a primeira companhia dos EUA a adotar a medida.

  Na ocasião, mais de 200 funcionários foram demitidos por se recusarem a tomar a vacina. Muitos entraram com ações na Justiça contra a empresa.

  

 




0 comentários:

NASA DEIXA DE EXIGIR MÁSCARAS NO KENNEDY SPACE CENTER, NA FLÓRIDA!

8.3.22 Simone Galib 0 Comments

   O Kennedy Space Center, administrado pela NASA, na Flórida, aboliu a exigência do uso de máscaras em seu complexo de visitantes.  

  Eles recomendam, no entanto, que os não vacinados as usem nos ambientes fechados.   

  O complexo, que fica perto de Orlando, recebe milhares de turistas todos os anos que exploram o passado, o presente e o futuro do programa espacial americano.

  Construído em 1967, a base de Cabo Canaveral da NASA hoje é uma das principais atrações da Flórida central.

  De fato, é uma aventura e tanto, com atividades para pessoas de todas as faixas etárias que, sem as máscaras, ficará muito mais divertida!



0 comentários:

MÉDICOS PROCESSAM GOVERNO DOS EUA PELA 'MAIOR FRAUDE DA HISTÓRIA DO MUNDO'!

8.3.22 Simone Galib 0 Comments

   O America's Frontline Doctors, grupo de médicos, está processando o governo dos EUA pela campanha de vacinação contra a covid-19, classificada por eles como “a maior fraude da história do mundo”.

   A ação, em trâmite no Tribunal Distrital para o Distrito Norte do Alabama, relata uma série de evidências sobre efeitos colaterais graves vinculados às vacinas, registradas nas forças armadas americanas, e a ineficácia das mesmas na prevenção de infecções e de uma doença grave.

  O processo diz que o governo federal - particularmente a Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora - estava ciente dessas questões, mas intencionalmente as escondeu do público.  

  Autor da ação, o advogado Thomas Renz, de Ohio, postou em seu site um documento com informações detalhadas sobre cada alegação feita no processo, para ser compartilhado com legisladores, governadores, procuradores-gerais estaduais “e tantos outros funcionários eleitos quanto possível em todo o país”.

  Diz o documento que "por cerca de dois anos, dois presidentes, o Congresso, os sistemas judiciário federal e estadual e os americanos foram enganados, manipulados e feridos".

  E acrescenta:

  "O que começou como um dos mais flagrantes excessos do poder executivo na história americana - 14 dias para achatar a curva - se transformou em uma crise econômica, outra de saúde mental, a erosão das liberdades fundamentais e a debilitação dos nossos militares".

  Os médicos, representados pelo advogado, não negam a existência do vírus, mas acumularam evidências suficientes para provar que a "combinação de burocratas não eleitos e totalmente corruptos, as big tech, as big pharma e a mídia perpetrou com sucesso a maior fraude da história do mundo".

  O processo enfatiza os danos que as vacinas contra a covid causaram às tropas americanas, vacinadas desde o final de março de 2020 e que se tornaram obrigatórias a partir de agosto de 2021. Os que não concordaram, foram dispensados.

   Dados do Departamento de Defesa revelam que os militares dos EUA enfrentaram em 2021 aumento significativo dos casos de câncer, problemas neurológicos e reprodutivos, quando comparados à taxa média dos últimos cinco anos.

  O documento diz ainda que dos cerca de 16 milhões de idosos do Medicare (o sistema de saúde), 71% dos casos de covid ocorreram em indivíduos totalmente vacinados e 60% foram hospitalizados. 

  Concluindo sua análise, o advogado diz que o documento "demonstra que as autoridades de saúde sabem há algum tempo que as injeções são ineficazes, mas continuam a forçá-las em nossos militares e profissionais de saúde, ao mesmo tempo em que promovem falsamente a narrativa de segura e eficaz ao Congresso, aos tribunais e ao público".







0 comentários:

MÉDICO DOS EUA INVESTIGA QUANTOS FORAM AFETADOS PELA 'DESINFORMAÇÃO' NA PANDEMIA!

4.3.22 Simone Galib 0 Comments

    Muitas informações (até então ocultas) sobre a pandemia estão emergindo, ou pelo menos, existem iniciativas para entender o que realmente aconteceu no mundo nos últimos dois anos.

  O cirurgião geral dos Estados Unidos, Vivek Murthy, fez um pedido formal para obter informações sobre supostas notícias incorretas envolvendo a covid-19, disseminadas pelas plataformas gigantes de tecnologia, organizações comunitárias e prestadores de serviços da saúde.

  Segundo o The New York Times, "ele pede às empresas que forneçam exatamente quantos usuários podem ter sido expostos a instâncias de desinformação sobre a covid".

  "A desinformação teve um impacto profundo durante a pandemia e em nossa resposta", disse ele à CNN, acrescentando que esse processo "prejudica a saúde das pessoas quando se trata da covid."

  Não é a primeira vez que o cirurgião geral americano se pronuncia sobre o tema.

 Em julho de 2021, ele emitiu um comunicado em que classificava a "desinformação" relacionada ao vírus como "uma ameaça urgente" na tentativa de pressionar o público nas plataformas de mídias social para monitorá-lo.

  Desde o início da pandemia, os usuários dessas plataformas sentiram na pele, e globalmente, o efeito do avalanche de notícias, muitas delas desencontradas e contraditórias. 

  Um dos exemplos mais clássicos foi o bloqueio feito pelas plataformas (especialmente o Facebook) sobre informações que questionavam a origem do vírus, argumentando que ele teria escapado de um laboratório de segurança de Wuhan, na China, onde surgiram os primeiros casos.

  Após forte censura a esse tipo de informação, em maio de 2021 (mais de um ano depois) as agências de inteligência americanas, após longa investigação, não descartaram a hipótese de o vírus ter escapado do laboratório, segundo anúncio do próprio presidente Joe Biden.

  De imediato, o Facebook disse que não iria mais censurar a origem do vírus.

  Houve ainda muitos problemas nas plataformas de mídias sociais com as postagens sobre estudos ou artigos que comentavam sobre imunidade natural provocada pelo vírus.

 Muitos médicos e cientistas tiveram suas opiniões classificadas como fake news pelas agências de checagem ou verificadoras de fatos como são também conhecidas. 

  Outros centenas de usuários tiveram contas banidas ou informações classificadas como falsas quando questionaram a eficiência das vacinas ou seus efeitos adversos.

  Enfim, todos os temas relacionados ao vírus tornarem-se tabus. Até hoje muita gente não sabe o que é falso ou verdadeiro e outros tantos continuam em pânico.

  A questão das vacinas também está ainda mais exposta com a publicação dos relatórios dos estudos da Pfizer, que a empresa queria manter em segredo por 75 anos, mas que foram revelados por uma decisão judicial.

  Nove páginas do documento falam sobre os efeitos adversos durante os estudos.

  Entre muitas informações, uma chama a atenção: em um período de três meses (de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021), 42 mil dos cerca de 45 mil participantes tiveram algum tipo de efeito colateral após a vacina. E 1.223 morreram, o que dá margem de 3%.  

  A pergunta que não quer calar agora é: o que foi fato e o que foi fake?

  A gente fica aqui no aguardo a espera da verdade!






0 comentários:

IMPRENSA: BBC SUSPENDE O TRABALHO JORNALÍSTICO NA RÚSSIA!

4.3.22 Simone Galib 0 Comments

    A BBC suspendeu temporariamente o trabalho de todos os seus jornalistas e equipe de apoio na Rússia.

  A medida foi tomada depois que o parlamento russo aprovou nesta sexta-feira (4) uma lei que torna crime divulgar notícias falsas sobre a ação militar na Ucrânia.

  A lei estipula 15 anos de prisão aos que divulgarem notícias falsas sobre as ações militares. 

  O diretor-geral da emissora, Tim Davie, disse que a nova lei "parece criminalizar o processo de jornalismo independente" no país.

 Além disso, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, afirmou que a BBC "está desempenhando um papel determinado para minar a estabilidade e a segurança russas."

  A emissora britânica afirmou também que o serviço BBC News em russo continuará operando fora da Rússia.

“Continuamos comprometidos em disponibilizar informações precisas e independentes para o público em todo o mundo, incluindo os milhões de russos que usam nossos serviços de notícias", disse a emissora.

 Os editores do site da BBC Rússia haviam recebido anteriormente avisos do Roskomnadzor, o regulador russo, exigindo a remoção de materiais, alegando que continham "informações imprecisas e socialmente significativas distribuídas sob o pretexto de mensagens confiáveis, o que cria uma ameaça de dano à vida".

  Segundo a imprensa britânica, outros sites estrangeiros também foram bloqueados, incluindo o de notícias independente Meduza, a emissora alemã Deutsche Welle e o site em russo da Radio Free Europe/Radio Liberty, Svoboda, financiada pelos EUA.

  A secretária de Relações Exteriores, Liz Truss, alertou no início da semana que a BBC corria o risco de ser banida na Rússia, caso a RT (agência russa) fosse fechada no Reino Unido. 

  O alerta de Truss está diretamente relacionado à medida tomada pelo órgão de vigilância do Reino Unido, que abriu 27 investigações contra a RT (Russian Today), apoiada pelo Kremlin.

  Ela também condenou a proibição da mídia russa RT e Sputnik globalmente, alegando que o mundo estava sendo privado do ponto de vista da Rússia e a mídia ocidental estava dando apenas um lado.

   A guerra da informação (ou desinformação) continua!


0 comentários:

GOL FAZ FEIRÃO DE DESCONTOS COM PASSAGENS NACIONAIS A PARTIR DE R$ 99!

4.3.22 Simone Galib 0 Comments


    Quer viajar? A GOL realiza neste primeiro final de semana de março um feirão de descontos de passagens aéreas nacionais e internacionais.

  O Feirão começou às 13h desta sexta-feira (4) e segue até as 8h da próxima segunda-feira (7).

  Há ofertas para todas as regiões brasileiras - Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte, Nordeste e Distrito Federal, com trechos nacionais a partir de R$ 99,90, ida e volta obrigatórias em voos programados entre março e junho de 2022. 

 A companhia disponibiliza ainda voos regionais operados em parceria com a VOEPASS.

  Para o exterior, os preços são a partir de R$ 898,11 em destinos como Montevidéu (Uruguai), Cancún (México) e Punta Cana (República Dominicana).

  Outras cidades estrangeiras, que em breve voltam a operar os voos da GOL, também entram na promoção.

  São elas: Assunção (Paraguai) a partir de abril, Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), em maio, e Orlando e Miami, que também voltam a partir de maio. 

  Os voos estão programados entre e março e setembro de 2022, dependendo do país. 

 Os bilhetes promocionais podem ser comprados no site da empresa, na Central de Relacionamento com Clientes (0300 115 2121), em agências de viagens e nas lojas VOEGOL. Ñão são válidos para lojas da companhia em aeroportos.

 Por se tratar de uma tarifa light, em voos nacionais a ida e volta são obrigatórias, não inclui bagagens gratuitas despachadas e está sujeita à disponibilidade de assentos na aeronave.









0 comentários:

AMIZADE DE BILL GATES E EPSTEIN SERIA O PIVÔ DE SUA SEPARAÇÃO? MELINDA GATES FALA PELA PRIMEIRA VEZ!

3.3.22 Simone Galib 0 Comments

    Melinda French Gates afirmou que "não gostou" que seu ex-marido Bill Gates tenha se encontrado com o pedófilo Jeffrey Epstein.

  A declaração foi dada ao programa CBS Morning, em sua primeira entrevista desde que se divorciou de Gates em 2021.

  Embora tenha citado que várias causas levaram à separação, a relação de Gates com Epstein foi algo que a desagradou: "Deixei isso claro para ele".

  Melinda revelou que conheceu Epstein e esteve com ele "uma vez", porque "queria ver quem era esse homem".

  Ela disse que o achou "abominável", o "mal personificado" e teve "pesadelos" sobre a experiência.  

  Bill Gates, em uma nota enviada à CBS, disse que “o encontro com Epstein foi um erro do qual me arrependo profundamente”. 

    Quando perguntada sobre os rumores de vários casos extraconjugais de Bill Gates, sua ex-mulher respondeu que "essas são perguntas que Gates precisa responder".

   Melinda também contou na entrevista que tem uma relação de trabalho "produtiva" com Gates, "mas ainda há uma cura que precisa acontecer".  Acrescentou estar ''definitivamente aberta" a um novo relacionamento.


HISTÓRICO

  O anúncio do divórcio dos Gates foi feito em maio de 2021, após 27 anos de casamento, mas a separação só foi oficializada em agosto.

  Na ocasião, o The Wall Street Journal publicou que Melinda já conversava com advogados sobre o divórcio desde 2019, época em que os encontros do então marido com Epstein ganhavam as manchetes dos jornais.

  Segundo o New York Times, o co-fundador da Microsoft esteve, a partir de 2011, várias vezes com Epstein na casa dele em Manhattan. 

  Jeffrey Epstein, amigo de políticos e celebridades, foi encontrado morto em sua cela em 2019, enquanto aguardava julgamento por acusações de tráfico de menores para fins sexuais.



 




 

0 comentários:

QUAL O EFEITO DAS VACINAS DA PFIZER NO DNA HUMANO? ESTUDO RESPONDE!

1.3.22 Simone Galib 0 Comments

   Um estudo inédito mostra que o RNA mensageiro (mRNA) da vacina da Pfizer contra a covid-19 consegue entrar nas células do fígado humano e é convertido em DNA.

 A conclusão é dos pesquisadores suecos da Universidade de Lund, que publicaram o resultado de sua experiência na Current Issues of Molecular Biology.

  Eles descobriram que quando a vacina de mRNA entra nas células do fígado humano, ela aciona o DNA da célula, que está dentro do núcleo, para aumentar a produção da expressão do gene LINE-1 para produzir mRNA.

  O mRNA então deixa o núcleo e entra no citoplasma da célula, onde se traduz na proteína LINE-1. Um segmento da proteína volta para o núcleo, onde se liga ao mRNA da vacina e transcreve reverso em DNA de pico.

  A transcrição reversa é quando o DNA é feito a partir de RNA, enquanto o processo de transcrição normal envolve uma porção do DNA servindo como molde para fazer uma molécula de mRNA dentro do núcleo.

  Esse processo, agora revelado pela ciência, é o oposto do que diziam os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

  "O material genético entregue pelas vacinas de mRNA nunca entra no núcleo de suas células, escreveu o CDC em seu site, na seção  Mitos e fatos sobre as vacinas covid-19. 

  Porém, pela primeira vez os pesquisadores mostraram in vitro o processo, que ocorreu apenas em seis horas.

  E revelou como uma vacina de mRNA é convertida em DNA em uma linhagem de células do fígado humano, algo que os especialistas em saúde e os tais verificadores de fatos afirmaram repetidamente que não poderia ocorrer.

  A Pfizer não comentou as conclusões do estudo sueco, afirmando apenas que "sua vacina não altera o genoma humano", informa o The Epoch Times.

   "Nossa vacina não altera a sequência de DNA de uma célula humana, mas apenas apresenta ao corpo as instruções para construir imunidade", respondeu a empresa ao jornal.

  



0 comentários: