EMAILS REVELAM RELAÇÃO DE HUNTER BIDEN COM EMPRESAS DE BIOSSEGURANÇA NA UCRÂNIA!

25.3.22 Simone Galib 0 Comments

 

    O que a família Biden temia, aconteceu: vêm a público alguns dos e-mails do polêmico laptop de Hunter Biden, mostrando que o filho do presidente americano ajudou a conseguir financiamentos milionários para empresa de biossegurança na Ucrânia.

  Eles envolvem a Metabiota, uma empreiteira do Departamento de Defesa ucraniano especializada em pesquisas sobre doenças que provocam pandemias e que podem ser usadas como armas biológicas.

  Os documentos, publicados pelo jornal Daily Mail nesta sexta-feira (25), revelam que ele também apresentou a Metabiota a uma empresa de gás ucraniana, a Burisma, para um 'projeto científico' envolvendo laboratórios de alto nível de biossegurança na Ucrânia.

  O Ministério da Defesa da Rússia afirmou, em entrevista na quinta-feira (24), que havia atividades biológicas-militares do Pentágono, na Ucrânia.

 "O envolvimento de entidades próximas à atual liderança norte-americana, notadamente o fundo de investimento Rosemont Seneca, dirigido por Hunter Biden, é perceptível no financiamento dessas atividades. O fundo tem recursos financeiros de pelo menos US$ 2,4 bilhões", disse o governo russo. 

   Desde o início, o governo americano e as agências de inteligências negam essas informações, justificando que elas serviriam de "propaganda enganosa" para Putin invadir a Ucrânia. Na mídia, também foram classificadas como fake news. 

   Mas, agora o próprio jornal britânico, que publicou alguns e-mails, afirma: "Essas alegações podem ser verdadeiras".

   E acrescenta:

  "E-mails e dados de contratos de defesa revisados ​​​​pelo DailyMail.com sugerem que Hunter teve um papel proeminente em garantir que a Metabiota pudesse conduzir sua pesquisa de patógenos, a apenas algumas centenas de quilômetros da fronteira com a Rússia." 

   Embora a Metabiota seja uma empresa de dados médicos, seu vice-presidente enviou um e-mail a Hunter, em 2014, abordando como "eles poderiam afirmar a independência cultural da Ucrânia em relação à Rússia". Um objetivo incomum para uma empresa de biotecnologia, observa o jornal.

   Registros de gastos do governo mostram que o Departamento de Defesa concedeu um contrato de US$ 18,4 milhões à Metabiota, entre fevereiro de 2014 e novembro de 2016, com US$ 307.091 destinados a 'projetos de pesquisa na Ucrânia'.

  O projeto se transformou em uma responsabilidade de segurança nacional para a Ucrânia quando as forças russas invadiram o país em fevereiro.









0 comentários: