ADOLESCENTES 'ESCRAVAS SEXUAIS' SÃO RESGATADAS DE 'FÁBRICA DE BEBÊS' NA NIGÉRIA!

16.6.22 Simone Galib 0 Comments

   Cerca de 35 adolescentes foram resgatadas de um hotel na Nigéria, onde foram usadas como escravas sexuais e seus bebês vendidos no mercado negro, diz a polícia do país.

  Elas foram tiradas do hotel Gally Gally na  última segunda-feira, no estado de Anambra, sudeste do país, onde eram usadas ​​como "escravas sexuais, prostituição e fábrica de bebês", disse o porta-voz da polícia estadual Tochukwu Ikenga.

  A polícia nigeriana já libertou dezenas de menores de idade e bebês de maternidades ilegais, conhecidas como "fábricas de bebês", onde as mulheres são forçadas a ter filhos para vender no mercado negro.

 Quatro das meninas resgatadas estavam grávidas, enquanto algumas armas e dinheiro foram recuperados no hotel, segundo a polícia nigeriana.

  As meninas agora serão entregues às agências governamentais para reabilitação. Diz ainda a polícia que o dono do hotel fugiu, enquanto três suspeitos foram presos, acusados de sequestrar os adolescentes, praticar escravidão sexual e prostituição. 


'FÁBRICAS DE BEBÊS'

  As chamadas 'fábricas' são geralmente pequenas instalações ilegais, mascaradas como clínicas médicas particulares que abrigam mulheres grávidas e colocam seus bebês à venda.

  Em muitos casos, jovens foram detidas contra sua vontade e agredidas sexualmente antes de seus bebês serem vendidos no mercado negro.

  Em outros, as mulheres grávidas solteiras recebem a promessa de assistência médica, apenas para que seus filhos sejam levados. Há ainda as mulheres que são estupradas e engravidadas.

  Em abril de 2022, a polícia invadiu uma fábrica de bebês e dois orfanatos não registrados em Lagos e resgatou mais de 160 crianças, algumas das quais foram abusadas sexualmente.

  Dois meses antes, em fevereiro, a polícia de Lagos disse à mídia local que descobriu um caso em que uma mulher grávida foi a uma casa particular para dar à luz - apenas para que o bebê fosse levado e vendido. 

  Embora este caso tenha ocorrido na Nigéria, não é o único no mundo. O abuso de crianças e o tráfico internacional de bebês são um dos principais problemas hoje da humanidade, sendo praticados inclusive nos países mais desenvolvidos.

   

  

  



0 comentários: